Jogatina de FDS

O que estamos jogando: The Good Life, Alan Wake Remastered, King’s Bounty II e mais!

Sem saber o que jogar no final de semana? Confira os jogos que a equipe do GameBlast jogará neste final de semana.



Olá, queridos leitores! Sejam bem-vindos a nossa Jogatina de FDS. Depois de toda a correria ao longo da semana, nada como dar uma pausa momentânea e relaxar ao aproveitar aquele título pendente em nossa lista. Não importa a plataforma ou gênero, a única regra é curtir esse hobby que tanto amamos da melhor maneira possível. Motivados por isso, pedimos ao nosso time de redatores para compartilhar com vocês os jogos para esse final de semana.

Ivanir Ignacchitti



Um tempo em um fim de mundo rural

Este fim de semana estarei explorando o mundo de The Good Life. No novo jogo de Swery65, assumimos o papel de uma jornalista investigando uma cidadezinha rural que costumava ser conhecida como o lugar mais feliz do mundo. Obviamente esse vilarejo está longe de ser tão simples assim e a personagem logo descobre coisas estranhas que estão acontecendo.




Um detalhe interessante é o fato de que dá para se transformar em cachorro e gato, alterando as interações possíveis com o ambiente. O jogo usa vários elementos de simulação e estou ainda me adaptando ao ritmo de cuidar da saúde da personagem ao mesmo tempo em que tento conseguir dinheiro com as fotografias e quests. Espero avançar bastante no fim de semana.




Filipe Garcia



De volta a Bright Falls

Durante o final de semana estarei me aventurando pela cidadezinha de Bright Falls e desbravando os mistérios de Alan Wake Remastered. Sou fascinado pelo universo compartilhado criado pela Remedy, com Control sendo meu favorito, e Alan Wake vindo logo em seguida.




Estou atualmente no capítulo 2 do jogo e curtindo bastante a repaginada visual que o título recebeu nesta remasterização. A resolução da imagem e a qualidade das texturas melhoraram muito, e os efeitos de luz e sombra — uma das coisas mais importantes na mecânica do jogo — estão de encher os olhos. A jogabilidade e animações dos personagens continuam praticamente as mesmas do original de 2010, o que causa um contraste estranho em alguns momentos. 

Mas no geral, é um jogo que indico a todos que querem relembrar desse clássico ou mesmo para quem ainda não jogou, mas que gostou de Control e Quantum Break e deseja conhecer mais desse universo tão interessante da Remedy e se preparar para os próximos jogos do estúdio.




Maurício Katayama



Liberdade, mas nada vem de graça!

Acabei de sair da prisão. E o mais curioso é que foi o príncipe em pessoa que me concedeu a liberdade. Não só isso, mas também posso pegar algumas moedas de ouro, equipamentos, o melhor cavalo do estábulo e ainda levar comigo um grupo de soldados. Benevolência? Óbvio que não, ele sabe que precisa de minhas habilidades para salvar Nostria dos necromantes que estão assolando o reino. Esta é a aventura de King’s Bounty II, RPG tático em turnos, sequência do clássico de Mega Drive e PC, que demorou três décadas para receber uma continuação. Se a espera valeu a pena? Confira esta semana em nosso site irmão Nintendo Blast.




Carlos França Jr.



Férias frustradas

Olá, pessoal! Tudo belezinha? Na edição passada eu falei que estava saindo de férias. Pois bem, as coisas fugiram um pouco do controle com a guerrilha local e eu dei um jeito de vir embora. O ambiente estava mais hostil do que eu esperava. Juro para vocês que até um cachorrinho com rodinhas estava no meio da confusão.




Apesar de conseguir passear um pouco a cavalo, pescar e jogar dominó, Yara tem algumas diversões um tanto quanto pitorescas, como a rinha de galos. Bom, eu consegui chegar em casa são e salvo e logo mais vocês poderão conferir como foi essa minha viagem. Até a próxima! 

Alexandre Galvão



De volta para o futuro

Olá pessoas! Neste fim de semana eu pretendo continuar a aventura que comecei no feriadão em Final Fantasy VII Remake da edição passada. Porém, devo fazer uma escala em outra localidade em uma mistura de curiosidade e redenção — e um pouco de teimosia também — em Cyberpunk 2077.




Consegui comprar uma cópia do jogo em disco por um preço bastante amigável. Digamos que custou menos que um combo de pizza grande com refrigerante e agora tenho a oportunidade de jogar esse famigerado RPG pela segunda vez. A primeira foi justamente no fim de semana do lançamento e, bom, quem acompanhou as notícias na época sabe que foi que nem aquele meme do "início do sonho/deu tudo errado". Minha intenção é produzir uma matéria em dezembro falando do jogo um ano depois.

E para os curiosos, sim, agora ele está jogável. Ainda tem um bug aqui, uma textura mal carregada ali, mas comparando com a situação anterior, realmente está melhor.



GameBlast recomenda

A semana contou com muitos trailers de lançamentos. A lista é grande e abrange diversos gostos, indo da caçada aos demônios em Demons Slayer: The Hinokami Chronicles, passando pelo saudosismo e reverência ao ícone da Fórmula 1, Ayrton Senna, no DLC de Horizon Chase, pelos tiroteios frenéticos do modo história de Call of Duty: Vanguard  e fechando com sagacidade de Heidern em KOF XV.
Lançamentos para PC da semana de 04/10 a 10/10
Os serviços de streaming estão se fortalecendo cada vez mais e tornando-se uma realidade cada vez mais presente no cotidiano dos jogadores brasileiros. Se a Microsoft deu um belo pontapé inicial ao trazer o XCloud que, após as devidas atualizações, tem ganhado cada vez mais elogios. Agora é a vez do GeForce Now brilhar com a promessa de trazer um serviço de qualidade e acesso a tecnologias das placas de ponta da empresa, como o ray tracing. Uma coisa é certa, público não vai faltar. Tanto que a empresa responsável por administrar o serviço precisou suspender as novas inscrições a fim de regular as filas de espera.
Kena: Bridge of Spirits (Multi) — Guia de troféus e conquistas
Fãs do PlayStation VR tem motivos para celebrar, pois o dispositivo está completando 5 anos desde o seu lançamento. A Sony planeja presentear os jogadores com cinco jogos gratuitos, a partir do mês de novembro. A lista contém jogos que oferece uma experiência única e impressionante, como Beat Saber e Resident Evil 7.
Análise: Lost Judgment (Multi)
Chegando em nossas análises, começamos com uma proposta, no mínimo, curiosa em BPM: Bullets Per Minute (Multi). O título traz uma mistura de FPS arcade, roguelike e tiro rítmico. Ele traz o característico nível elevado de dificuldade dos roguelikes com a aleatoriedade dos mapas, inimigos e recompensas, além de uma jogabilidade que não irá te deixar parado! Infelizmente, um jogo tão peculiar, peca gravemente por não se apresentar devidamente aos iniciantes com um tutorial adequado, o que pode afastar aqueles que não estejam dispostos a dedicar um bom tempo no processo de aprendizagem.
Análise: FIFA 22 (Multi)
Lake (Multi) é um título que sofreu muito desde o seu anúncio por ser taxado e reduzido a um simples "simulador de carteiro". Podemos afirmar, com segurança, que o jogo se aprofunda em outros temas tocantes que possuem muita relevância, principalmente em tempos de isolamento social. Ao acompanhar a jornada de Meredith em Providence Oaks, nos deparamos com o peso e as consequências das tomadas de decisões em nossa vida, mas sem ignorar a mensagem que nunca é tarde para resolver um assunto inacabado. De quebra, ainda podemos observar belas paisagens e desfrutar de uma boa conversa com personagens interessantes.
Análise: Lemnis Gate (Multi)
Aproveitando esse tema de preconceito com jogos, tivemos a oportunidade de conferir Death Stranding: Director’s Cut (Multi). Mesmo que seja inicialmente estranha, a proposta de Hideo Kojima nos mostra um nível de profundidade e complexidade muito maiores do que simplesmente andar e entregar pacotes em locais isolados. Mesmo com extras que na prática são uma bela mão na roda durante a jogatina, esses recursos não representam um atrativo muito grande para quem já tenha desfrutado da experiência ao lado de Sam Bridges e o simpático BB.
Análise: New World (PC)
É impressionante a quantidade de bons jogos que passam despercebidos pela grande maioria do público. A forma de divulgação dos títulos na mídia, infelizmente, ainda conta com muitos favorecimentos aos títulos de grandes estúdios. Por hábito, e nossa sorte, aqui no Blast gostamos de dar espaço para o trabalho de estúdios independentes e é com eles que costumamos a nos surpreender mais. Tails of Iron (Multi) narra o confronto entre sapos e ratos em um mundo fantasioso e ilustrado por um visual que salta aos olhos. Os elogios não param por aí, pois ele traz um trabalho impressionante de narração e jogabilidade, que remete a série Souls. É uma aventura desafiadora, porém, sem exageros e com muito potencial de conquistar os fãs do gênero.
Análise: Nickelodeon All-Stars Brawl (Multi)
O termo bullet hell costuma ser utilizado para enquadrar outros gêneros de tiro, como shoot ‘em ups. Em Godstrike (Multi) ele se torna o elemento principal de sua fórmula. No controle deTalaal, uma garota com o objetivo de salvar seu vilarejo, teremos que enfrentar criaturas perigosas em arenas repletas de projéteis. Seu diferencial fica por conta do cronômetro regressivo que indica o tempo para concluir toda a aventura, além de servir para regular a vida da protagonista e o recurso para obtenção de habilidades. É uma experiência que certamente irá testar sua resistência em tacar o controle na parede!
Blast from the Past: Twisted Metal 2 (PS/PC)
Conferimos o Acesso Antecipado de Book of Travels (PC), a proposta do estúdio sueco, Might and Delight, é no mínimo curiosa. Aqui criamos um andarilho que embarcará em uma jornada que podemos dizer ser o oposto dos MMOs tradicionais. Ao apostar na aleatoriedade e inceretza do que encontraremos em nossa aventura, colocamos nosso andarilho para percorrer os mais variados tipos de localidades e buscar o desenvolvimento constante, como o desenvolvimento de atividades para sobrevivência e até mesmo a capacidade de comunicação. O encontro com outros jogadores é inusitado e com possibilidade de trazer boas surpresas ao sermos convidados para ajudá-los em outras tarefas. É uma ideia interessante que, com o devido amadurecimento, terá potencial pela frente.

E encerramos mais uma edição do Jogatina de FDS. Agradecemos pela sua presença e nos vemos no próximo sábado. Tenham todos uma excelente e segura semana!

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google