Jogatina de FDS

O que estamos jogando: SaGa Frontier, MLB The Show, Judgement e mais!

Sem saber o que jogar no final de semana? Confira os jogos que a equipe do GameBlast jogará neste final de semana.



Olá, queridos leitores! Sejam bem-vindos a nossa Jogatina de FDS. Depois de toda a correria ao longo da semana, nada como dar uma pausa momentânea e relaxar ao aproveitar aquele título pendente em nossa lista. Não importa a plataforma ou gênero, a única regra é curtir esse hobby que tanto amamos da melhor maneira possível. Motivados por isso, pedimos ao nosso time de redatores para compartilhar com vocês os jogos para esse final de semana.

Ivanir Ignacchitti



Retornando à SaGa

Durante a semana estava jogando Atelier Mysterious Trilogy DX no PC. Agora que acabei de jogar a coletânea e a análise estará disponível em breve no Blast, devo passar o fim de semana com outro relançamento.

Desta vez SaGa Frontier Remastered (Multi) no Switch deve ocupar boa parte do meu tempo. Minha história com a franquia é um pouco conturbada já que acho a série muito experimental com algumas escolhas que costumam me desagradar. No entanto, até o momento, a nova edição tem sido bem divertida, com novos elementos que ajudam bastante na experiência, como a possibilidade de acelerar o jogo e um menu com indicações para avançar nas histórias.




Matheus Senna de Oliveira



Entre tacos, campos e bolinhas

Num final de semana que promete me manter bem ocupado, minha prioridade será jogar MLB The Show 21 (Multi). A nova versão da famosa franquia de jogos de beisebol promete trazer uma boa representação do popular esporte norte-americano, sobretudo em meio a chegada da nova geração de consoles. Embora eu não seja particularmente um fã da modalidade, creio que o game irá proporcionar diversão e desafios na medida certa.




Maurício Katayama



Previsão para o fim de semana: pancadas de chuva e chuva de pancadas

Nos próximos dias vou curtir dois jogos diametralmente diferentes: o primeiro é Rain on Your Parade, que poderia ser descrito como um “nuvem simulator”. Neste jogo você é uma simpática e sorridente nuvemzinha, com o objetivo de causar o caos por onde passa, destruindo casamentos, festas, plantações e muito mais.




Outro jogo que está na minha lista é Judgement, um spinoff da série Yakuza remasterizado para o PS5 e o Xbox Series. Eu gosto muito da série Yakuza e fico curioso por saber como será distribuir pancadas numa Kamurocho lindamente retrabalhada com o poder gráfico da nova geração.

Mário Carvalho



Abram alas para o mágico galante!

Após conferir a análise do Farley sobre Dandy Ace, fiquei curioso para testar o jogo produzido pelos brasileiros da Mad Mimic e já corri para adquirí-lo. Até agora a experiência tem sido bem positiva, o jogo tem um visual muito bonito e com uma pegada roguelike semelhante ao famoso Hades, além de contar com uma dublagem engraçada e que traz vozes conhecidas do mundo dos criadores de conteúdo como BRKsEDU e Patife. 

Caso você também tenha mergulhado na onda das lives, ele traz um divertido modo Twitch que permite que o chat interaja com o jogador, ajudando ou prejudicando no desenrolar da jogatina. Fica aqui a recomendação e o incentivo para apoiarmos a indústria brasileira de jogos.




GameBlast recomenda

A semana foi excelente para os donos de PlayStation 4 e 5, principalmente aqueles que tenham ingressado pela primeira vez em uma plataforma da Sony, pois Horizon Zero Dawn: Complete Edition (PS4/PS5) ficou gratuito por meio da iniciativa Play at Home. Jogadores poderão adquirí-lo na PlayStation Store, independente se estiver com a assinatura da PlayStation Plus em dia. Jogadores de PC também tem motivo para se alegrar, ou morrer de medo, pois Alien Isolation e Hand of Fate 2 estão sendo presenteados pela Epic Store durante a semana. Corram, pois é por tempo limitado.

Lançamentos para PC da semana 15

Para aqueles que pensam que desafio e relaxante são traços que não podem andar juntos em um jogo, precisam conferir Islanders (PC). O simulador de construções foge um pouco da linha tradicional mostrada em títulos como Sim City e Cities: Skyline, levando o jogador até ilhas geradas de forma procedural, onde o gerenciamento do espaço será fundamental para atingir a quantidade necessária de pontos.

Análise: Tasomachi: Behind the Twilight (PC)

A próxima recomendação é especial para quem curte jogos de tabuleiro. Em Scythe: Digital Edition (PC/Mobile) a Europa medieval faz uma fusão com teconologia industrial para criar o famoso conceito steampunk que tanto gostamos. O jogo replica o visual de uma tabuleiro na tela do seu PC ou smartphon e pode ser uma excelente forma de confraternizar com os amigos sem a necessidade de criar aglomerações.

Análise: The Signifier: Director's Cut (PC)

Everhood (PC/Switch) é um dos belos exemplo do grande potencial que os jogos indies possuem ao compensar, muitas das vezes, o baixo orçamento com muita criatividade em sua ideias. O título faz um brinde aos antigos RPGs com visual pixelado, enquanto faz diversas referências a jogos conceituados. Seu enredo traz a aventura psicodélica de um boneco de madeira que tem um de seus braços roubados por um misterioso ser azul. Estranho? Talvez, mas tão convidativo quanto a pílula vermelha na mão de Morpheus no filme Matrix.
Análise: Smelter (Multi)

Conforme prometido pelo Ivair, a análise de DRAMAtical Murder (PC) chegou aqui no Blast e o resultado foi satisfatório. A visual novel BL fez muito sucesso no Japão e conquistou muitos fãs em outros países, o que rendeu uma adaptação para anime. Aqui acompanhamos a vida do jovem Aoba que tem sua vida tranquila ao lado da avó ameaçada por uma megacorporação que constroi um imenso resort na ilha em que vivam, expulsando os moradores e os obrigando a viver de forma marginalizada. O título conta com uma bela arte nos traços dos personagens e cenários, enquanto uma empolgante trilha sonora de K-Pop ajuda a dar o tom necessário em cada acontecimento.
Análise: Sniper Ships Shoot'em Up on Rails (PC)

Oddworld: Soulstorm
(Multi) faz parte da leva que vem sendo anunciada desde a chegada do PlayStation 5, o que levou muitos a crerem que se tratava de um exclusivo do console. Ele chega disponível também para o PS4 e PC, porém, a experiência com o título pode desagradar por conta de problemas relacionados a jogabilidade imprecisa e com certos bugs. Apesar de ter chegado na nova geração, a sensação é de estar jogando algo no primeiro PlayStation.
BlastCast #218 - Nossas melhores ideias para jogos novos e atuais

O momento que estamos vivendo impactou a rotina de muitos de forma drástica. Sobreviver ao períogo de quarentena é um desafio, mas também uma oportuidade de descobrir novos hobbies. Bright Dais in Quarantine é mais uma obra brasileira que integra a vasta lista disponível no PC. Aqui controlamos um pai de família e sua difícil tarefa de lidar com a quarentena sem surtar. Com uma pegada meio The Sims em cuidar das tarefas de casa, precisamos manter o ambiente em ordem enquanto cuidamos de necessidades pessoais como alimentação, higiene e lazer.

E encerramos mais uma edição do Jogatina de FDS. Agradecemos pela sua presença e nos vemos no próximo sábado. Tenham todos uma excelente e segura semana!

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google