Jogatina de FDS

O que estamos jogando: Brigandine, Mario Odyssey e Assassin's Creed

Sem saber o que jogar no final de semana? Confira os jogos que a equipe do GameBlast jogará neste final de semana.



Olá, queridos leitores! Sejam bem-vindos a nossa Jogatina de FDS. Depois de toda a correria ao longo da semana, nada como dar uma pausa momentânea e relaxar ao aproveitar aquele título pendente em nossa lista. Não importa a plataforma ou gênero, a única regra é curtir esse hobby que tanto amamos da melhor maneira possível. Motivados por isso, pedimos ao nosso time de redatores para compartilhar com vocês os jogos para esse final de semana.

Ivanir Ignacchitti



Mantendo o ritmo em um novo ano

Feliz 2021! Espero que este seja um ano muito bom para todos nós. No primeiro fim de semana do ano, continuarei jogando Brigandine: Legend of Runersia (PS4). Estou me divertindo com o jogo mais do que esperava pela demo. Ainda estou pegando o jeito das estratégias, mas tem sido uma excelente experiência.




Minha expectativa é tentar pelo menos manter o ritmo que tive em 2020. Consegui jogar muitas coisas em paralelo com minhas outras atividades como faculdade e estágio, então não quero reduzir a velocidade em 2021 não. Dependendo de como for o fim de semana, talvez eu engate com algum dos jogos do meu backlog um pouquinho, que se manteve meio constante no ano passado.

Tiago Herrmann



A odisseia do novo ano já começou!

2021 chegou e eu só quero acreditar que ele será melhor em todos os aspectos possíveis. No GameBlast, pretendo continuar analisando jogos e escrevendo muitas e muitas notícias (porque eu adoro), mas acima de tudo tentar prosperar de maneira positiva. Creio que o novo ano que iniciou será recheado de novas jornadas, tanto no quesito pessoal como profissional. Portanto, para começar bem esse período, vou voltar a explorar os reinos coloridos de Super Mario Odyssey (Switch) à procura das Power Moons. Que a nova e mais bela odisseia comece!




Mário Carvalho



A caça vira caçador!

Minha jornada no controle de Bayek continua em Assassin 's Creed Origins e até aqui tem sido muito divertida. No geral, tenho muito apreço pela série, mesmo com a reciclagem de algumas mecânicas, a franquia sempre me cativou pelo uso de fatos históricos e protagonistas carismáticos. Acompanhar o desenrolar de parte do período Ptolomaico de um ponto de vista que aborda fatores políticos, econômicos, além dos religiosos tem sido uma aula divertida. Em questões de gameplay, não poderia estar mais satisfeito, a adesão de elementos souls-like veio muito bem a calhar e deu maior dinâmica na ação.




Estou em um ponto interessante do enredo onde um grupo de caçadores Phylakes estão atrás da minha cabeça. Gosto dessa sensação de poder virar o jogo contra o seu algoz e transformá-lo em presa. Me faz lembrar, inclusive, do Assassin 's Creed Revelations onde Ezio era perseguido frequentemente por assassinos. A impressão que tenho é que ainda tenho um longo caminho pela frente e eu quero apreciá-lo com calma.

GameBlast recomenda

Feliz Ano Novo! Pessoalmente, não tenho muitas crenças a cerca de ciclos e períodos, mas em vista do que passamos em 2020, compreendo perfeitamente o sentimento de "virar a página" que permeia entre as pessoas. Aqui no Blast nosso compromisso em analisar e noticias as notícias relacionados ao mundos dos games continua. Começamos com a análise de Shady Part of Me (Multi) que traz uma jornada peculiar que explora questões psicológicas na mente de uma jovem garotinha e como ela interpreta o ambiente ao seu redor. Os cenários trazem um charme a parte por conta do uso de tons pretos e brancos que casam perfeitamente com o tema mais intimista.
Lançamentos para PC da semana 52

Com todos os problemas noticiados a respeito dos problemas envolvendo o lançamento do mais recente título da CD Projekt, eis que finalmente apresentamos nossa análise de Cyberpunk 2077 (Multi). É impossível falar do título sem expressar todo a insatisfação e frustração com ele. A falta de respeito com o público foi algo severo e, até então, só tinha visto algo semelhante em No Man's Sky. Os problemas são tantos que nosso redator, Alexandre Galvão, fez uma matéria discutindo tudo o que rolou envolvendo a alta expectativa dos consumidores e investidores, além da pressão sofrida pela empresa, recomendo a leitura.
Sackboy: A Big Adventure (PS4/PS5) – Guia de locais secretos do Gerald

E se por um lado nos frustramos, por outro somos agraciados com a continuação do belo trabalho feito pela Moon Studios em Ori and the Will of the Wisps (Multi). O jogo traz uma bela mensagem sobre a importância dos laços que formamos ao longo da vida, mostrando que o conceito de família vai muito além de uma relação sanguínea. Acompanhe o carismático Ori enquanto ele busca por sua nova amiga, a jovem coruja Kun, em meio a cenários de cair o queixo de tão bonitos. As mecânicas de exploração e combate também foram retrabalhadas, ampliando a gama de opções na hora de abordar um inimigo ou transpor um obstáculo. Ao meu ver, essa é sem dúvida uma das melhores franquias da Microsoft ao lado de Gears of War, espero que eles saibam conduzir bem a série na nova geração.
Os jogos mais aguardados de 2021

Como é de praxe aqui no Blast, todo final de ano convidamos nossos redatores a compartilhar com vocês a lista dos melhores jogos de 2020. É um exercício divertido e que nos ajuda a analisar melhor a experiência que tivemos, além de poder render ótimas indicações que tenham passado despercebidas por vocês. Essa semana tivemos a participação dos nossos colegas: Alan Murilo, João Pedro Boaventura e Hadan F. Não deixem de conferir, o resultado ficou muito bacana!
Confira o calendário de lançamentos para o mês de janeiro de 2021

E encerramos mais uma edição do Jogatina de FDS. Agradecemos pela sua presença e nos vemos no próximo sábado. Tenham todos uma excelente e segura semana!

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.


Disqus
Facebook
Google