Jogatina de FDS

O que estamos jogando: Death Stranding, Resident Evil 7, Days Gone e muito mais!

Sem saber o que jogar no final de semana? Confira os jogos que a equipe do GameBlast jogará neste final de semana.


E chegamos a mais um final de semana, caros leitores! Depois de uma semana repleta de novidades, principalmente para os fãs de Xbox e PC graças ao evento X019 realizado pela Microsoft, anunciando novidades muito bem-vindas para suas plataformas. Ainda tivemos muitas análises interessantes no site, dentre elas: The Outer Worlds (Multi) e Atelier Ryza: Ever Darkness & The Secret (Multi).

Para aprimorar ainda mais sua jogatina para o final de semana, dessa vez mais especial pelo feriadão, trouxemos aqui os jogos que a nossa equipe irá se aventurar em mais uma Jogatina de FDS!

Mário Carvalho


Conectando pessoas e acertando na loteria do zodíaco!

Meu feriadão vai estar repleto de muito trabalho em Death Stranding (PS4/PC) com suas inúmeras entregas para realizar e cada vez mais mistérios a serem revelados. Eu já imaginava que esse jogo dividiria opiniões, no meu caso, estou curtindo demais! A ideia de fazer uma boa ação nunca foi tão viva na história dos jogos. Compartilhar itens que você tem sobrando e colocar ferramentas nos trajetos pensando em como isso pode ajudar o jogo de outras pessoas me encantou e tem sido o maior foco da minha experiência com o título. Entre uma entrega e outra, volto minha atenção para a saga dos cavaleiros em Saint Seiya Awakening. Recentemente eu acertei uma bolada ao tirar seis cavaleiros de ouro, sendo um deles o Shaka Arayashiki. Portanto, vamos aproveitar a maré de boa sorte!



Ivanir Ignacchitti


Uma pérola esquecida e voltando às ilusões gigalomaníacas

Esta semana cheguei à reta final de Final Fantasy II (Multi). Fui muito positivamente surpreendido com o jogo até aqui, que caminha para ser um dos meus títulos favoritos da franquia. Sua história muito bem trabalhada e um gameplay que se torna cada vez mais divertido conforme se investe mais tempo no jogo são extremamente subvalorizadas dentro da franquia muito famosa.

Estou pensando também em voltar para Chaos;Child (Multi). A visual novel da série SciAdv (cujo título mais famoso é Steins;Gate) conta a história de um jovem estudante que faz parte de um clube de jornalismo. Quando mortes estranhas voltam a acontecer em Shibuya, ele e seus amigos logo se veem misturados em uma trama tensa e muito perigosa. Já fiz três finais do jogo e ainda tenho um bom caminho até abrir o final verdadeiro. Acabei deixando de lado durante um tempo, mas quero concluí-la o mais cedo possível. Provavelmente não será neste fim de semana, mas talvez pelo menos consiga mais um final.



Pedro de Souza


Subindo montanhas e ostentando roupinhas

Eu vou continuar em Death Stranding (PS4/PC), sexta agora é um feriadão então oh, vou tacar-lhe o pau no jogo! O jogo pega muito do feeling de The Legend of Zelda: Breath of the Wild, e como BotW é um dos meus três jogos favoritos de todos os tempos eu to amando a obra nova do Kojimão.

Também devo experimentar minha skin de prestígio da Evelynn no League of Legends (PC) (como vocês vão poder ler quando sair minha primeiríssima matéria no site na próxima sexta), lutei muito por ela e agora preciso ostenta-la com classe. Também tenho baixado Timespinner (Multi) do gamepass e talvez Outer Worlds (Multi) entre na lista, mas não sei se vou ter tempo, então por enquanto é isso aí!



Luís Guilherme Massaki Leal



De volta à infância

Esse final de semana vai ser uma seção nostalgia pra mim, afinal, não só de lançamentos vive o homem. Começando com um clássico que passei madrugadas jogando, Toy Story 2: Buzz Lightyear to the Rescue (PS), um jogo com uma gameplay curta mas que certamente traz muitas lembranças. Outro clássico que pretendo jogar é o Crash Team Racing (PS), um jogo que marcou muito minha infância nos momentos de raiva de perder a corrida no último segundo.



Alexandre Galvão


Quero ser o rei dos piratas… pelo menos nesse jogo!

Neste fim de semana prolongado, graças ao abençoado feriado que caiu na sexta-feira, vou fazer uma das tolices que mais gosto de fazer. Tentar pegar os últimos troféus de jogos que larguei faltando três ou menos para platinar. Geralmente são troféus bem chatinhos de conseguir e a paciência não colabora nessas ocasiões. O escolhido dessa vez foi One Piece: Pirate Warriors 3 (Multi).

Adoro o gênero musou, e One Piece dispensa apresentações. A combinação destes dois ingredientes é garantia de horas de diversão dando porrada em vagabundo. Neste caso, na Marinha mesmo. Se não me engano faltam uns 3 ou 4 troféus pra platinar esse jogo e acho que vou gastar mais tempo ali tentando pegar esses danados e me tornar o Rei dos Piratas, pelo menos nesse jogo.



Farley Santos


Explorando o passado em um JRPG exótico

Neste final de semana me dedicarei a Romancing SaGa 3 (Multi). O RPG foi lançado originalmente para SNES em 1995 no Japão e só agora ele chegou ao Ocidente em uma versão remasterizada. O maior diferencial da série SaGa são os sistemas exóticos, como ausência de níveis, narrativa livre e muitas mecânicas ocultas. Confesso que ainda estou apanhando bastante, mas tô gostando da experiência, que é um misto de nostalgia com novidade. A remasterização em si mexe um pouco nos gráficos e menus, o resto está intacto, e fiquei bem surpreso em ver que o jogo envelheceu muito bem.



Hadan F.


É preciso concluir o que começou, seja na vida, na mágica ou em um futuro distópico

Após adquirir mais três novos jogos para PlayStation 4, decidi que passou da hora de resolver o mal que assola qualquer jogador: concluir todos os títulos que acumulou. Durante a semana, finalmente encerrei Mortal Kombat 9 para Vita — que, por sinal, recomendo fortemente. Resistance: Burning Skies, também para o portátil; Days Gone (PS4, para PlayStation 4 e a última parte do evento Festival of the Fae de Magic: The Gathering Arena (PC) serão as pedidas para esse final de semana.


Lucas Fabio Rodrigues


Encarando a insana família Baker

Após muito tempo enrolando finalmente decidi me dedicar a Resident Evil 7 (Multi). Confesso que eu já tinha acompanhado uma série de vídeos sobre ele, mas nada melhor como sentir a emoção ao jogar. O título a todo momento te testa, até porque com os Baker não há limites. Resident Evil 7 é um prato cheio para os jogadores saudosistas que estavam com saudades do survival horror, gênero esse que estava esquecido nos últimos jogos da franquia. Ele ainda resgata o lance do "leva e traz" em algumas partes e o melhor de tudo é a história que tem aquela coisa da casa mal assombrada em uma floresta, repleta de muitos sustos. Está sendo uma experiência fantástica e vale a pena a recomendação para os que torceram o nariz, assim como eu, para o jogo por causa da visão em primeira pessoa.



Já tem a sua lista preparada para o final de semana? Compartilhe conosco aqui nos comentários! Não deixe de conferir também o novo episódio do nosso BlastCast para conferir um bate-papo interessante sobre Death Stranding e o novo visual do ouriço mais veloz do mundo para os cinemas.

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook