Meus jogos favoritos de 2021 — Maurício Katayama

Os redatores do GameBlast falam sobre os títulos que mais curtiram entre os lançamentos deste ano.


Olá, querido leitor! 2021 foi um ano muito especial para mim, especialmente porque foi o ano em que entrei para as redações dos sites GameBlast e Nintendo Blast. No campo dos games, foi um período para experimentar muitas novidades, pois foi também o ano em que adquiri os consoles da nova geração, que me permitiram ter acesso a ótimos títulos das principais plataformas. Confesso que foi bastante difícil montar uma lista sucinta com meus favoritos, mas vamos lá:

Forza Horizon 5 (Multi)


A emoção dos pneus fritando no asfalto quente das belíssimas paisagens mexicanas é sem igual. Forza Horizon 5 é seguramente o melhor jogo de corrida em mundo aberto que eu já experimentei. Amplo, emocionante, lindíssimo e com conteúdo imenso, e uma delícia de dirigir. A variedade de carros, terrenos e tipos de corrida, além dos nove níveis de dificuldade e dezenas de ajustes, faz com que ele se adapte às preferências de qualquer fã de jogos de corrida.

Deathloop (PC/PS5)


O título da Arkane é um dos jogos mais inovadores que experimentei este ano. Parece um jogo de tiro, mas não é: trata-se de um quebra-cabeça, onde explorar os detalhes e coletar informações é muito mais importante que sair matando geral. É um desafio inteligente que coloca à prova sua capacidade de montar um plano. A relação de amor e ódio que criei com a antagonista Julianna, as imensas possibilidades de resolução de situações e o uso das armas e dos poderes combinados com o ambiente fazem com que Deathloop seja um dos meus favoritos de 2021.

Gnosia (Switch)


Jogos de impostor ficaram muito populares recentemente graças a Among Us (Multi), mas fiquei extremamente surpreso ao conhecer Gnosia, que trouxe toda a intriga do multiplayer para o single player — algo que parece impossível, mas este título consegue fazer de forma espetacular. O enredo é apresentado de forma não linear e surpreende pela criatividade e pelo impacto emocional que causa no jogador.

Ghost of Tsushima Versão do Diretor (PS5)


Uma obra de arte, praticamente um filme jogável do Kurosawa. A forma como a história é contada é maravilhosa, fazendo com que o jogador sinta todo o conflito do protagonista Jin Sakai e seu dilema entre a honra e a necessidade de salvar sua terra. Esse conflito é ainda maior ao jogar a campanha da ilha Iki, onde seu passado se volta contra você. Destaco também as mecânicas de combate, deliciosíssimas, que realmente passam a sensação de que você é um habilidoso samurai. Praticamente tudo neste jogo é perfeito.

Horizon Chase: Senna Sempre (Multi)


Ayrton Senna é um dos esportistas que mais admiro, e esta expansão comemorativa dos trinta anos de seu tricampeonato é não somente uma linda homenagem ao piloto brasileiro, como também aproxima Horizon Chase de outro clássico dos anos 1990: Super Monaco GP, um saudoso sucesso do Mega Drive. O DLC introduziu novos carros, pistas inspiradas em circuitos do mundo real, uma simples porém bem bolada mecânica de estratégias de corrida, além de trazer a visão em primeira pessoa do cockpit do carro, muito pedida pelos fãs. Absolutamente imperdível para quem gosta de Horizon Chase e para os fãs da Fórmula Um.

Returnal (PS5)


O sensacional roguelike dos estúdios Housemarque é tão viciante quanto cruel. A sua jogabilidade é extremamente precisa, fazendo com que a protagonista mova-se exatamente como pensado pelo jogador, o que é extremamente necessário para se desviar do enxame de tiros que constantemente colocam nossas capacidades no limite. Este é um dos poucos jogos que usa os recursos do controle DualSense de forma competente: cada gota de chuva, cada tiro, acompanhados do áudio 3D e da sombria ambientação alienígena fazem desta experiência única.

Microsoft Flight Simulator (XSX/PC)


Tradição da Microsoft que antecede o lançamento do primeiro Xbox, é absolutamente incrível testemunhar o poder dos consoles de nova geração e a evolução desta série ao longo de quatro décadas. O mais recente Flight Simulator permite sobrevoar qualquer lugar do planeta com cenários gerados por fotos via satélite e dados meteorológicos verdadeiros atualizados em tempo real. É um jogo único, acessível para jogadores de todos os níveis de habilidade e sem paralelos em consoles domésticos.

Revisão: Ives Boitano

é engenheiro eletrônico e tem uma filha fofinha que tenta morder os controles do papai. Curte jogos de luta, corrida e ação.


Disqus
Facebook
Google