PlayStation Store: jogos do primeiro PlayStation para aproveitar antes da loja fechar

Selecionamos alguns títulos da primeira geração do PlayStation que ainda estão disponíveis na loja e que valem a pena salvar antes do fechamento.


Agora é fato! O que começou como um rumor que deixou muita gente preocupada foi confirmado pela Sony no fim de março deste ano. Em 2 de julho de 2021 as lojas virtuais do PlayStation 3 e PSP serão encerradas de forma permanente. No Vita será um pouco mais tarde, em 27 de agosto. E agora?


Pensando nisso, e caso você esteja lendo essa matéria antes das datas acima, visitamos a loja e selecionamos alguns títulos do primeiro PlayStation que ainda estão disponíveis para comprar. Muitos deles não receberam ports ou relançamentos na forma de coletâneas, remakes ou remasters, deixando como uma das poucas opções atualmente jogá-los no PS3, PSP e Vita.

Atenção para alguns detalhes

Ter acesso à PlayStation Store nestes consoles não é mais possível via navegador, pois a adequação da loja para o lançamento do PlayStation 5 removeu totalmente o suporte aos títulos dos três sistemas nesta modalidade no ano passado. Hoje o acesso só é possível pelos próprios consoles, com exceção do PSP.

Isso dificulta um pouco o acesso à loja, limitando apenas a quem realmente tem um PS3 ou Vita. Entretanto, ao adquirir um dos títulos no PS3, é possível transferir o arquivo de instalação do jogo para um dos dois portáteis via conexão USB. Basta conectar o dispositivo e selecionar a opção de transferência para levar o game para um dos dois outros. A opção é a única viável no caso do PSP, visto que o acesso pela loja no aparelho foi retirado.
Pelo PlayStation 3 é possível transferir o arquivo de instalação para o PSP ou Vita
Com o encerramento da loja de forma oficial, o acesso aos jogos e conteúdos adicionais já comprados na loja será mantido, ou seja, mesmo depois que a loja já tenha sido fechada de forma permanente, todo o conteúdo previamente adquirido pelo jogador poderá ser baixado e instalado normalmente em seus sistemas. E com o tempo acabando para que possamos salvar alguns destes jogos de serem perdidos para sempre, selecionamos alguns que merecem uma atenção para quem ainda quer ter a comodidade de jogar suas versões originais em um de seus consoles.

Castlevania: Symphony of the Night

Começamos com um título que dispensa apresentações. Symphony of the Night tem dois méritos: redefiniu o padrão para a franquia Castlevania e foi um título obrigatório para quem teve um PlayStation. Apesar de existir uma versão disponível em outro pacote, chamado de Castlevania Requiem: Symphony of the Night & Rondo of Blood, para PlayStation 4, a versão original ainda reina como um grande favorito dos jogadores no console.

Mesmo depois de 24 anos, a aventura que tornou Alucard um dos personagens mais queridos da franquia continua robusta, desafiadora e impressionante. Deixar este clássico de fora não seria justo e, por sua relevância, também abrimos nossa seleção de títulos com esta pérola.


Chrono Cross

Chrono Cross é um dos RPGs que conquistou fãs e a crítica quando foi lançado, em 1999 no Japão e no ano seguinte no restante do mundo. Qualquer semelhança com Chrono Trigger não é mera coincidência. E, apesar de alguns acharem, o game não é uma continuação, mas uma aventura no mesmo universo do clássico do Super Nintendo, lançado em 1995.

Aqui a premissa deixa um pouco de lado as viagens no tempo e foca em universos paralelos na pele do jovem Serge. Para saber mais detalhes sobre ele, convido você a conferir nossa matéria especial dedicada ao game. Pegando carona nesta dica, a versão aprimorada de Chrono Trigger também está disponível na loja, mas por já ter uma versão disponível no Steam, nossa preferência em nossa lista é para Chrono Cross.


Dino Crisis

Resumindo de uma maneira bem grosseira, os zumbis estão para Resident Evil assim como os dinossauros estão para Dino Crisis. Por terem sido ambas idealizadas por Shinji Mikami, acho que não é errado chamar as duas séries de irmãs. Esta é outra franquia da Capcom que alguns fãs ainda têm esperança de ver renovada na geração atual, como Onimusha, Darkstalkers e várias outras.

Até mesmo a trama se inspira um pouco em Resident Evil, com uma equipe de resgate chegando a uma ilha desconhecida para resgatar um renomado cientista. Mas, ao chegar no local, Regina, a protagonista, e sua equipe são surpreendidos pela presença de dinossauros. Tecnicamente mais elaborado que sua franquia irmã, Dino Crisis também é classificado como um survival horror, mas com um foco maior na ação. A sequência, Dino Crisis 2, também está disponível na loja, então considere a possibilidade de pegar logo os dois de uma vez.


Gex: Enter the Gecko

O game é o segundo estrelando a famosa lagartixa fanática por televisão que chegou a ser considerada o mascote oficial da Crystal Dynamics, numa época em que todos os principais estúdios “precisavam” ter algum personagem para representá-los. Em Enter the Gecko deixamos de lado o tradicional estilo de plataforma do primeiro jogo para um ambiente totalmente em três dimensões e uma jogabilidade bem copiada de Super Mario 64, o clássico 3D da Nintendo que faz escola até hoje.

Visitando diversos mundos baseados em vários gêneros da televisão, como desenhos animados, filmes de terror e ficção científica, Gex deve coletar controles remotos sob diferentes circunstâncias para avançar no game e enfrentar seu nêmesis, Rez. Lançado em 1998, também ganhou uma versão para o Nintendo 64 e é nossa dica junto com o primeiro jogo, que também está disponível na loja.


Klonoa: Door to Phantomile

Acabei de falar da época que todos precisavam de um mascote, e aqui temos o candidato ao cargo na Namco, se já não fosse o Pac-Man. O simpático Klonoa é o protagonista nesta simpática e colorida aventura em um ambiente em 3D, mas com a típica jogabilidade de plataforma em duas dimensões.

Utilizando de seu anel mágico para capturar os inimigos e acessar áreas mais altas, Klonoa e seu amigo Huepow devem atravessar diferentes reinos no mundo de Phantomile, que existe graças aos sonhos que as pessoas têm durante a noite. Uma aventura leve e divertida, e que merece atenção para que não seja perdida quando a PlayStation Store do PS3, PSP e Vita fechar.


Mega Man Legends

Adorado por uns e por outros nem tanto. A primeira aventura tridimensional do famoso robô azul da Capcom apresentou um novo universo que deixava a ação característica da série de lado para dar mais foco na exploração. Apesar de ter alguns problemas com a câmera e controles, o game caiu na graça dos fãs que, como outras franquias da Capcom, ainda torcem para que Volnutt retorne de alguma forma na geração atual.

Aproveitando a dica, a sequência, Mega Man Legends 2, e o spin-off da série, The Misadventures of Tron Bonne, também estão disponíveis na loja. Considere a possibilidade de pegar todos os três jogos para deixar sua coleção mais completa.


Rayman

Não se deixe enganar pela sua aparência, cenários super coloridos e uma jogabilidade deliciosa. Apesar de já esbanjar de seus 25 anos de idade, o primeiro jogo de Rayman ainda é um clássico memorável e desafiante. Nossa missão é ajudar o herói a resgatar os Electoons em cinco mundos diferentes.

A série recebeu várias sequências e releituras, sendo que a mais atual delas, Rayman Legends, está disponível para os consoles atuais. Mas, se você quiser saber onde tudo começou, a dica é pegar o primeiro jogo na loja do PlayStation antes dela fechar.


Resident Evil 2

Impossível falar do primeiro PlayStation e não se lembrar de Resident Evil 2. O título que chegou a receber um relançamento simplesmente para adicionar o suporte ao controle Dualshock do console também era um dos games obrigatórios para qualquer um que tinha um PlayStation. Foi o gênero que colocou a franquia da Capcom no patamar de popularidade que conhecemos hoje e popularizou o gênero survival horror.

Mesmo com um remake estupendo lançado em 2019, o original ainda é lembrado e celebrado pelos fãs da franquia. Personagens como Leon S. Kennedy, Claire Redfield e Ada Wong se imortalizaram e se tornaram os principais rostos da série através das gerações. Preciso dizer mais alguma coisa? Marque Resident Evil 2 na lista de prioridades também!



R4: Ridge Racer Type 4

O PlayStation contava com diversos títulos de corrida, com Gran Turismo sendo o mais lembrado deles na maioria das vezes em que se fala do gênero para o console. Mas por ser mais voltado para a simulação, acabava espantando alguns jogadores. Ainda bem que tínhamos a série Ridge Racer para atender a preferência dos jogadores que procuravam, ou mesmo preferiam, uma pegada mais voltada para o arcade.

R4: Ridge Racer Type 4 foi um dos principais jogos da série lançado para o sistema, com uma jogabilidade divertida, pistas desafiadoras e uma trilha sonora empolgante até hoje. É uma das poucas opções de jogos esportivos ainda disponíveis na loja e merece estar em nossa lista de recomendações antes que deixe de ser comercializado quando a loja fechar.



Syphon Filter

Jogos em três dimensões começaram a se popularizar na segunda metade da década de 1990, com vários consoles que suportavam essa tecnologia, e no PlayStation não era diferente, principalmente pela facilidade em desenvolver para ele. Com vários títulos voltados para a ação em 3D, na categoria de tiro em terceira pessoa temos Syphon Filter, que contou com três jogos no PlayStation, e todos disponíveis na loja também.

Aqui assumimos o papel do agente Gabriel Logan, que ao lado de sua parceira, Lian Xing, trabalha para a Agency. Após uma missão para destruir um laboratório de armas químicas localizado na América Central, um grupo terrorista antecipou o ataque e roubou boa parte das armas que estavam armazenadas no local. Na posse de armamentos capazes de dizimar a população dos Estados Unidos, o grupo terrorista começa a planejar sucessivos ataques ao país, e cabe a Gabe e Lian conter a ameaça para salvar o país.


Twisted Metal

Outro favorito dos jogadores do PlayStation era Twisted Metal. Juntar os amigos para disputar caóticas batalhas entre veículos equipados inclusive no tanque de gasolina até que sobre apenas um era divertido à beça. E a premissa rendeu várias sequências, com mais carros, armas e mapas para espalhar o caos, mesmo que fosse contra o próprio computador, na falta de um amigo para jogar. Este, e o segundo jogo, estão disponíveis na loja e merecem atenção por serem uma excelente recomendação em nossa seleção, além de também terem a honra de serem considerados clássicos do PlayStation.


Wild Arms

Aqui somos apresentados a um universo que mistura o Velho Oeste com elementos futuristas em um dos principais RPGs do console. Wild Arms se passa em Filgaia e, mil anos antes da história principal, os demônios de metal invadiram o mundo com a intenção de dominar o planeta. Os humanos resistiram e foram capazes de deter o líder dos demônios, e então dividiram e prenderam esse em estátuas espalhadas pelos cantos do mundo.

Nesta história acompanhamos os Dream Chasers por Filgaia, com a missão de impedir que o culto aos demônios reviva a “mãe” e realizem uma nova tentativa de dominar o planeta. Essa é mais uma dica que vale por duas, pois o segundo jogo também está disponível. Aproveite mais esta oportunidade.


Memórias preservadas

Com certeza você deve ter sentido falta de alguns jogos nessa lista, como Metal Gear Solid, Legacy of Kain: Soul Reaver, Tony Hawk's Pro Skater, Tomb Raider, Tekken e até Final Fantasy VI. Felizmente estes são jogos que estão disponíveis via ports para PC em lojas como Steam e GOG, ou integram coletâneas lançadas para alguma plataforma disponível atualmente, como o PlayStation 4. O legado destes jogos está, de certa forma, preservado.

Eles e alguns outros poucos títulos ainda estão disponíveis na loja, mas outros que já estiveram em algum momento disponíveis para compra na PlayStation Store já foram retirados, como CTR: Crash Team Racing, Castlevania Chronicles e Resident Evil 3. Há ainda a diferença dos catálogos da loja, que varia de uma região para outra. Um exemplo são os três jogos da série Crash Bandicoot, que estão disponíveis na loja norte-americana, mas não na brasileira. Fica mais essa dica pra você que vai garimpar a loja antes do fechamento.
O PlayStation foi lançado em 3 de dezembro de 1994.
Aproveite as dicas, visite a PlayStation Store se puder, e ajude a preservar o legado de um dos consoles mais importantes da história. Boa jogatina pra você!

Revisão: José Carlos Alves

Tecnólogo em Gestão Ambiental, produtor do BlastCast e sincero até demais. Jogador casual de muitos e hardcore em poucos. Adora jogos multiplayer que causam discórdia e fogo no parquinho. @XelaoHerege


Disqus
Facebook
Google