Electronic Arts pretende lançar um jogo de corrida por ano após aquisição da Codemasters

Franquias como Dirt e Project Cars se somariam a Need for Speed e Burnout.


Durante a apresentação do relatório financeiro trimestral, a Electronic Arts comentou brevemente que pretende lançar um jogo de corrida por ano, assim como já faz com suas tradicionais franquias de esporte. Este ânimo deve-se em grande parte à recente oferta de aquisição da Codemasters, estúdio britânico com fortíssima experiência nesse gênero.

A apresentação da EA ressaltou o portfólio de produtos da Codemasters, com as franquias Dirt, Dirt Rally, Grid, Project Cars, a futura franquia Project Cars Go bem como títulos licenciados F1 e a marca World Rally Championship, a partir de 2023.

Estes produtos se somarão aos títulos de corrida da própria EA, como Need for Speed, Burnout Paradise e Real Racing.

"As franquias Dirt e Grid possuem jogos incríveis, mas nenhuma delas está realmente se beneficiando de uma rede de distribuição e marketing de grande porte como o nosso. Acreditamos que há muito potencial aqui. Sem falar nos talentos que podem contribuir para nossas marcas Need for Speed ou Real Racing. Sabemos que não se trata de um negócio do tamanho de um FIFA, mas sabemos que há uma incrível oportunidade para liderarmos o mercado de jogos de corrida" disse Blake Jorgensen, diretor de operações da EA.

Este discurso se alinha com as declarações de Andrew Wilson, CEO da Electronic Arts, que revelou que a empresa pretende expandir a marca EA Sports para outras modalidades, com mais anúncios nas próximas semanas ou meses, incluindo "ao menos uma nova experiência".

Fonte: IGN


é engenheiro eletrônico e tem uma filha fofinha que tenta morder os controles do papai. Curte jogos de luta, corrida e ação. Gosta de acompanhar a evolução da indústria dos games e considera-os um dos melhores entretenimentos do mundo.


Disqus
Facebook
Google