Blast from the Past

Blast from the Past: Diablo (PC)

Em uma distante e fictícia terra chamada de Santuário, as trevas cobrem o sol e o coração das pessoas. Um mal distante e, há muito tempo e... (por Unknown em 29/03/2013, via GameBlast)

Em uma distante e fictícia terra chamada de Santuário, as trevas cobrem o sol e o coração das pessoas. Um mal distante e, há muito tempo esquecido, espreita por cada canto da pacata cidade de Tristram e parece estar pronto para despertar! Junte-se a um valente herói que, cheio de bravura e dotado de diversas habilidades, irá embarcar em uma jornada épica contra o mal, mergulhando em um pesadelo do qual talvez seja difícil de acordar. O mal mostra sua verdadeira e cruel face com Diablo!

O capeta está à solta!

Diablo foi um dos maiores sucessos da história dos games para PC e também uma obra-prima eletrônica lançada pela Blizzard Entertainement em 1996. O gênero dos RPG’s já era bastante conhecido pelos inveterados jogadores de teclado e mouse, mas, com o surgimento de Diablo, o gênero sofreu uma drástica mudança. Além da possibilidade de se escolher classes de heróis, aumentar o nível e adquirir novas habilidades ao longo das batalhas, a ação agora acontecia em tempo real! E apesar de toda a interação com o jogo estar restrita aos cliques do mouse, o jogador tinha diversas opções de jogabilidade dentro da aventura ao poder utilizar variadas técnicas para destruir seus inimigos.

Poções, itens e magias: tudo que um bom RPG precisa!
Ao se iniciar a aventura, era necessário escolher uma classe de herói. Cada uma possuía atributos, habilidades e poderes de combate próprios, além de poderes especiais que podiam ser aprendidos através de Spells Books espalhados pelo jogo. Então, saber fazer uma boa escolha e criar uma boa estratégia de combate eram pontos fundamentais para garantir muita emoção nas várias horas de jogatina. A seguir, uma breve explicação sobre cada classe de heróis:
  • Guerreiro (Warrior): Um valoroso lutador, mestre de armas e tão poderoso e resistente que é capaz de suportar muitos danos durante o combate. Por esse motivo, essa classe é uma ótima escolha para jogadores iniciantes que não dominam muito bem o estilo do jogo e não querem ficar morrendo a todo instante. Uma de suas habilidades mais importantes e úteis é a capacidade de restaurar todo seu equipamento e armas danificadas que, no entanto, diminuem a sua durabilidade máxima.
  • Arqueira (Rogue): Pertencentes do Clã das Sisters of the Sightless Eye, são consideradas as melhores combatentes do arco e flecha no mundo de Santuário, sendo capazes de matar com um golpe certeiro criaturas demoníacas a uma longa distância. Uma ótima escolha para aqueles jogadores que gostam de planejar as lutas e querem evitar combates corpo-a-corpo, além de possuir um personagem que sabe fazer melhor uso das magias do que o poderoso Guerreiro.
  • Feiticeiro (Sorcerer): A classe de herói mais poderosa do jogo e também a mais complicada de desenvolver ao longo da aventura. Esse mago é um mestre poderoso das artes arcanas e, por poder atingir os níveis mais altos de magia, pode combater apenas com seus poderes dispensando o uso de qualquer arma. Isso faz dele a melhor escolha de personagem para o jogo, mas apenas para aqueles que sabem aperfeiçoar suas habilidades corretamente ou, do contrário, podem se encontrar em uma armadilha no meio de combates onde as magias não são usadas corretamente.
A jogabilidade de Diablo era relativamente simples, pois uma vez dentro da tenebrosa Catedral de Tristram, o objetivo do herói é apenas descer os níveis do local, derrotando e esmagando hordas de demônios pelo caminho, até chegar às profundezas do inferno e ficar cara a cara com Diablo! Nesse meio tempo, o jogador precisa cumprir várias missões, onde além de melhorar suas relações com os moradores e comerciantes de Tristram, ele ganha muito dinheiro e experiência.

A presença de uma trilha sonora poderosa, mas quase inaudível em certos momentos da jornada, cria o clima de tensão e terror que se tornaram a marca do primeiro jogo da franquia do “coisa ruim”. Junto a isso, também existem os cinematics (os pequenos filmes entre cada ato da história) que, além de proporcionarem visões perturbadoras sobre o enredo, acrescentam detalhes importantes à trama. Também não se pode esquecer que conversar com os habitantes de Tristram como o velho Deckard Cain ou a Bruxa Adria, vão proporcionar dicas e conselhos importantes para que o herói e o jogador possam prosseguir nessa jornada tenebrosa.

Tristram: um vilarejo simples mas cheio de mistérios!

Nas profundezas da Catedral de Tristram

CUIDADO: O texto a seguir contém spoilers para quem não jogou Diablo. Leia por sua conta e risco!
A história de Diablo começa anos e séculos antes dos eventos do jogo, quando Anjos e Demônios tratavam batalhas mortais e intermináveis no confronto que ficaria conhecido como O Grande Conflito. Os arcanjos celestiais (cada um representando uma virtude) e os senhores do Inferno (sendo 7 ao total, com os 4 pequenos, e os 3 grandes males infernais, com cada um sendo a personificação de um sentimento obscuro) lutavam ferozmente até que uma grande rebelião nos Infernos Ardentes desencadeou a expulsão dos três Males Primários: Diablo, o Senhor do Terror, Mephisto, o Senhor do Ódio, e Baal, o Senhor da Destruição, para o mundo dos humanos, o Santuário. Por anos incontáveis, esses três demônios ferozes assolaram as terras com destruição e disseminaram o medo, até que um grupo de mágicos e guerreiros derrotou cada um deles e os selou, prendendo suas almas em três pedras sagradas: as Soulstones.

Por muito tempo, o mundo pôde comtemplar a paz depois de tantos terrores. Infelizmente, esse período de descanso termina quando o cruel Arcebispo de Tristram, Lazarus, descobre a Soulstone de Diablo e começa a maquinar um terrível plano para trazer o mais temível dos irmãos infernais de volta ao nosso mundo. Ele enlouquece o bondoso Rei de Tristram, Leoric, ao tentar possuí-lo com a essência de Diablo e acaba raptando o príncipe, apenas um garoto, que é levado por hordas de demônio até as catacumbas da Catedral de Tristram. Exércitos de guerreiros e soldados adentram nesse local amaldiçoado em busca do rei perdido, do Arcebispo e do pobre príncipe, mas apenas gritos e sangue jorram pelo chão da Catedral nessa inútil investida contra ferozes seres infernais.

A batalha final!
Aí que o valoroso herói da história do jogo entra em cena, e a aventura tem início quando ele decide encarar um desafio mortal e desvendar os segredos sombrios que cercam a Catedral. Com a ajuda de seus poderes, habilidades e com os conselhos importantes do mago Horadrim, Deckard Cain, o herói vence os desafios e. após derrotar o Rei Louco, um terrível açougueiro infernal, o cruel Arcebispo e de ter atravessado os locais mais horríveis de sua vida, ele chega ao coração do próprio Inferno e encontra seu nemesis: Diablo. A batalha é feroz e mortal, mas o herói triunfa e, desesperado para conter a essência maléfica do demônio (que destruiu o corpo e a alma do jovem príncipe), ele crava a Soulstone vermelha em sua própria testa! A decisão é arriscada e, agora, mesmo com a batalha de Tristram vencida, nosso herói precisa lutar contra um gigantesco demônio interno que rasteja nas profundezas de sua mente e tenta corromper sua alma... Felizmente, essa história ainda continuaria muito mais tarde.

Essa história sombria estava longe de acabar tão cedo...
Diablo é um jogo fantástico e um clássico que marcou a época por seu estilo inovador e uma história envolvente (e ao mesmo tempo assustadora). O título já rendeu duas sequências que fizeram um enorme sucesso, além de livros e histórias paralelas que ampliaram o universo do Santuário. Não tenha medo de se aventurar por esse mundo cheio de perigos, desafios e infestado de demônios, pois, em Diablo, esse ditado é bastante válido para os heróis: “O que não me mata, me fortalece”.

Revisão: Mateus Pampolha

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook