Top 10

Personagens mais marcantes de 2016

2016 está acabando e com ele ficam as memórias. Vamos então ver os personagens que mais chamaram atenção esse ano.

Dando continuidade às matérias especiais de fim de ano do Blast, temos aqui um trabalho bem divertido! Esse ano foi recheado de novidades e polêmicas no mundo dos jogos, desde o retorno de clássicos como The King of Fighters XIV (PS4) e Doom (Multi), até as polêmicas como a do lançamento conturbado de No Man’s Sky (PC/PS4). Tivemos também títulos que há muito eram esperados como o próprio jogo da Hello Games e outros com maior ansiedade de espera como Final Fantasy XV (XBO/PS4) e The Last Guardian (PS4). Com tanta coisa em movimento, nossa conversa hoje vai para algo mais específico que “apenas” os jogos.


O que seria da maior parte dos títulos de videogame atuais sem os personagens que dão vida à experiência do jogo, certo? Para além da jogabilidade, o enredo e a construção de cada personagem da história pode ser algo crucial para que a aventura, a estratégia e a diversão sejam colocadas em prática. Por isso, elencamos aqui os personagens que mais chamaram a atenção em 2016 através de consoles de mesa, portáteis, computadores e até smartphones. 

10 - Henry e Delilah — Firewatch (Multi)

Nada como começar essa lista com os protagonistas de um dos melhores indies do ano. Henry é o protagonista de Firewatch e possui uma história bem complexa e triste. Depois de sua esposa ser diagnosticada com uma demência precoce, o homem de meia idade decide se mudar para o campo e arruma um emprego de guarda florestal, conhecendo assim Delilah, sua supervisora. Durante todo o jogo você controla Henry e fica em contato com a supervisora através do rádio enquanto explora o parque ambiental e desvenda seus mistérios.

O interessante da narrativa entre os dois personagens é ver a amizade deles em desenvolvimento no decorrer da jogatina. Claro que as vozes de Rich Sommer (Mad Men) e Cissy Jones (The Walking Dead) ajudam bastante. Inclusive ambos foram indicados para a premiação de melhor performance em jogos do The Game Awards 2016. Pela química dos personagens e enredo interessante, não é mais do que justo que eles abram essa lista.

9 - Emilly — Dishonored 2 (Multi)

Dishonored 2 atraiu bastante atenção desde o seu anúncio oficial e seu lançamento foi bem recebido pelos fãs da franquia. Mesmo com uma narrativa um tanto superficial, a protagonista da história chama a atenção por conta da sua conturbada história. Para quem não sabe, os acontecimentos de Dishonored 2 se passam 15 anos após a chamada Praga de Dunwall, que marcou o primeiro título da série. Aqui acompanhamos a jornada da Princesa Emilly que vai de realeza destronada a assassina vingativa.

A ex-princesa passa a treinar com Corvo Attano, o qual vira seu mentor durante toda a jogatina. O interessante da personagem é acompanhar passo a passo sua transformação “de água para vinho”. Mesmo com o problema de superficialidade citado acima, a personagem cativou o suficiente para entrar com honras, ou desonras (desculpa o trocadilho), nessa lista.


8 - JD e Marcus Fênix — Gears of War 4 (PC/XBO)

Um personagem que já é tradicional no mundo dos games, sem dúvidas, é Marcus Fênix. O protagonista de todos os jogos de Gears of War até então sempre chamou atenção por conta da sua língua solta e carisma típico de personagens interpretados por Stallone ou Schwarzenegger nas telonas. O que o soldado durão do planeta Sera trouxe de novo e bombástico em 2016 foi a sua aposentadoria, além, é claro, do seu filho.

Com um visual digno de Velho Logan, o Marcus de Gears of War 4 passa o posto de protagonista durão para o seu filho, James Dominic Fênix. JD possui algumas diferenças da personalidade do pai, mas ainda sim é um ótimo protagonista. Com ótimas cenas entre pai e filho e a memorável imagem do experiente soldado passando a arma para seu filho continuar o que ele começou, essa dupla marcou com certeza o ano de alguns jogadores por aí.


7 - Illidan — World of Warcraft: Legion (PC)

Mais um ano se passa e, com ele, outra expansão do MMORPG mais jogado do mundo é lançada. Se já tivemos o retorno de Arthas, o cataclisma causado pelo Asa da Morte e até o retorno dos Senhores de Draenor, 2016 foi marcado pelo ressurgimento de outro ícone dessa que é uma das maiores franquias dos games atualmente. Sim, senhoras e senhores, estamos falando do Demon Hunter mais famoso de todos: Illidan Tempesfúria (ou Stormrage).

Com seu corpo encontrado por Gul’dan (sempre ele!) e reanimado, o icônico vilão senhor de Terralém (Outland) não se curva perante seu salvador e reúne um exército de seguidores conhecidos como os Illidari. Com seu exército novamente reunido e a força da vingança o movendo, Illidan marcha rumo ao encontro das raças de Azeroth, buscando a aniquilação total. O retorno de um vilão poderoso e icônico como esse não poderia ficar de fora dessa lista, certo?


6 - Nathan e Samuel Drake — Uncharted 4 (PS4)

Mais uma dupla memorável dos jogos desse ano. Nate já é marcado por excelentes jogos desde o PS3, mas o quarto capítulo da sua série principal era um dos títulos mais aguardados desse ano e, claro, não decepcionou quando finalmente chegou. Nele vemos um Drake aposentado de suas aventuras como explorador e vivendo uma vida pacata e normal com Elena Fisher. Entretanto, eis que surge seu irmão mais velho dado como morto pedindo sua ajuda para recuperar um tesouro que Nathan nunca havia conseguido encontrar.

Assim começa a jornada dos dois irmãos recém reunidos em prol de uma missão que transforma a relação dos dois completamente. A narrativa de Uncharted 4 é fantástica e nela podemos ver a relação conturbada e crescente entre os irmãos através da ótica de um Nathan cansado e esperando que essa seja realmente sua última jornada. Lugar certo na lista!


5 - Lillie — Pokémon Sun & Moon (3DS)

A sétima geração dos monstrinhos de bolso trouxe diversas novidades para a franquia. Mas Pokémon Sun & Moon não foram memoráveis só por causa dos monstrinhos, sejam eles novos, velhos, novas formas de velhos ou de outra dimensão. Os novos capítulo da série trouxeram também uma personagem muito interessante que é o centro de todo o enredo que se passa em Alola. Lillie é a assistente do Professor Kukui e começa o jogo fugindo da misteriosa base da Fundação Aether.

Ao longo do jogo você descobre diversas coisas sobre a personagem, sua relação conturbada com seus pais e seu repúdio por batalhas Pokémon. Ela acaba se aliando a um Cosmog e é uma das chaves para o clímax da história. Com uma personagem tão complexa em uma franquia conhecida por personagens não tão complexos assim, é de se esperar que ela entrasse na lista dos mais marcantes do ano.


4 - Spark, Blanche e Candela — Pokémon GO (Android/iOS)

Ainda na franquia do Pikachu, mas com bem menos enredo, temos três personagens que deram o que falar em 2016. São eles Spark, Blanche e Candela, os líderes das três facções de Pokémon Go: Instinct, Mystic e Valor. Não existe muita história por trás dos personagens e nem muito menos uma interação digna e cheia de diálogos com eles, mas a relevância desses personagens entre o público fez com que eles alcançassem a quarta posição dessa lista.

O carisma e a inovação dos três personagens, assim como a motivação de cada uma das facções fez com que a internet bombasse de fanfics e tirinhas sobre eles, possíveis interações entre os três e cenas incríveis de batalhas. Muitos inclusive pediram que a Nintendo e a Pokémon Company lançassem um mangá próprio dos três, os exemplos de como eles ficariam na internet não deixou nada a desejar…


3 - Trico — The Last Guardian (PS4)

O recém lançado The Last Guardian foi aguardado por nada menos que nove anos e, pela opinião do público, quase não deixa nada a desejar. Um de seus pontos mais memoráveis é o seu enredo, que mostra a aproximação paulatina entre o garoto que protagoniza a história e Trico, uma espécie de monstro-grifo gigante que acaba virando o melhor amigo da criança.

Com guardas caçando o garoto por todas as ruínas do jogo, e o garoto, em consequência, sendo imbuído de proteger Trico, a aventura se desenrola com uma emocionante amizade entre os dois. O que acaba por fazer um cuidar do outro ao longo do jogo. Essa cativante história não seria tão interessante se não fossem as características próprias de Trico, que consegue ser monstruoso e bonitinho ao mesmo tempo. O bronze é dele!


2 - Noctis, Ignis, Prompto e Gladiolus — Final Fantasy XV (PS4/XBO)

Falando em amizades bem construídas, temos um grupo que deu o que falar desde suas primeiras artes divulgadas. A boy band mais aguardada do ano, os quatro protagonistas de Final Fantasy XV chegaram e arrasaram. Ignorando alguns pontos negativos, o jogo é excelente e, tal como The Last Guardian, a relação entre os protagonistas é uma das coisas que mais chama atenção. Aqui, a sensação de irmandade somada com brincadeiras típicas de “galera reunida” são a pitada essencial para a identificação com os personagens.

O protagonista Noctis tem sua relação mais íntima com o grandão Gladiolus, com quem possui uma relação quase que de pai e filho. Fora ele ainda temos o superdotado Ignis, amigo de infância do protagonista, e também Promtpo, amigo de escola de Noctis. Os quatro partem rumo à recuperação do trono do reino perdido do pai de Noctis e, pelo caminho, a amizade dos quatro acaba sendo a força que os move diversas vezes, virando praticamente a moral da história do jogo.


1 - Tracer — Overwatch (PC)

O primeiro lugar da lista fica para a garota capa do Game of The Year de 2016: Tracer, a aventureira que é uma das personagens mais marcantes do MOBA Overwatch. Lena Oxton, ou simplesmente Tracer, é uma garota prodígio sendo a mais nova a entrar no programa de voo da Overwatch. Após um acidente, a garota tem a composição de suas moléculas modificada e passa a conseguir pular no tempo. O poder descontrolado da personagem passou a ser sua principal habilidade com a ajuda de Winstom, um brilhante cientista da empresa.

Com um background interessante e carisma pra dar e vender, a personagem ilustra muito bem  a alma de Overwatch: divertida, com cores fortes e muito ativa. A personagem é uma grande aquisição para o mundo dos games e aparentemente vai entrar para o panteão de ótimos personagens da Blizzard, como Arthas, Diablo, Raynor e Illidan fizeram antes dela.


Menções Honrosas: Kratos e Link 

Claro que não poderíamos falar dos personagens marcantes de 2016 sem citar esses dois que, mesmo não tendo seus títulos lançados esse ano, não saíram da boca do povo um minuto sequer desde a sua divulgação. O Link de The Legend of Zelda - Breath of the Wild (Switch/Wii U) tem traços nunca antes vistos na série, com um toque que lembra muito as animações japonesas. O enredo por trás desse que é um dos protagonistas mais marcantes da história dos videogames ainda é um mistério, mas algo de bom com certeza está vindo aí, principalmente pelo fato desse Link ter sido reanimado de outras épocas, o motivo? Só o tempo dirá.



Além do nosso Herói do Tempo favorito, temos também o retorno do destruidor de deuses. Durante a E3 2016 tivemos a excelente notícia de que Kratos retornará com um reinício de sua franquia intitulado por enquanto apenas como God of War (PS4). O título apresentará, pelo que foi divulgado, um Kratos mais velho, barbudo, na cultura nórdica e com um filho. É informação nova demais para passar despercebido por aqui. Esses dois não entram na lista, pois, afinal, não são oficialmente de 2016, reservados, no mínimo, para 2017. Mas que já fazem barulho desde já, isso fazem!



E vocês leitores? Quais foram os personagens que mais marcaram as suas jogatinas durante esse ano? Não deixem de compartilhar conosco e dividir histórias sobre as aventuras nos diversos mundos dos diversos jogos lançados esse ano! E claro, tenham ótimas festas!

Revisão:Luigi Santana
Gilson Peres é Psicólogo e Mestrando em Comunicação pela UFJF. Está no Blast desde 2014, mas começou sua vida gamer bem cedo, no NES. Pode ser visto por aqui sempre escrevendo algum texto polêmico, instrutivo ou nostálgico.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook