Take-Two e Ubisoft seguem tendência e também suspendem vendas na Rússia

Invasão russa à Ucrânia já causou a fuga de mais de 1,5 milhão de pessoas do país.


Seguindo a mesma linha que CD Projekt Red, Microsoft e Electronic Arts, nesta segunda-feira mais duas empresas, Take-Two e Ubisoft, também anunciaram a suspensão das vendas de seus produtos em território Russo em represália à invasão do país à Ucrânia no fim de fevereiro. Os conflitos já ocorrem a quase duas semanas e sem previsão de um cessar-fogo.

A Take-Two informou por meio de uma declaração ao portal PC Gamer sobre a decisão:
"Observamos os eventos recentes se desenrolarem na Ucrânia com preocupação e tristeza. Após uma consideração significativa, na semana passada, decidimos interromper novas vendas, instalações e suporte de marketing em todas as nossas marcas na Rússia e na Bielorrússia neste momento".

 Alan Lewis, vice-presidente de comunicações corporativas da Take-Two Interactive.
A Ubisoft fez uma atualização nesta segunda-feira na nota originalmente publicada em 1 de março no blog oficial da empresa falando sobre a decisão:
"À luz da tragédia em curso na Ucrânia, decidimos suspender nossas vendas na Rússia."
Nesta segunda (7) foi realizada uma terceira rodada de negociações entre Rússia e Ucrânia para um cessar-fogo. Mais de 1,5 milhão de pessoas já fugiram do território ucraniano segundo dados do portal de notícias G1.

Fonte: PC Gamer

Fã de Castlevania, Tetris e jogos de tabuleiro. Entusiasta da era 16-bit e joga PlayStation 2 até hoje. Jogador casual de muitos e hardcore em poucos. Adora quando as partidas acabam em discórdia e fogo no parquinho. Nas redes sociais é conhecido como @XelaoHerege


Disqus
Facebook
Google