Outriders (Multi): desenvolvedores ainda não receberam pelas vendas do game

Equipe da People Can Fly não recebeu os royalties acordados com a Square Enix pela comercialização do jogo.


O caso é um tanto incomum, mas o fato é que isso está prejudicando a equipe de desenvolvimento de Outriders, principalmente no lado financeiro da coisa. Por meio de uma nota oficial, a empresa polonesa People Can Fly informou que não recebeu nenhum valor da Square Enix oriundo das vendas do game, lançado em 1 de abril.


Na nota, segundo o acordo firmado com a Square Enix, o estúdio começaria a receber uma parcela dos lucros do projeto uma vez que os custos de produção, distribuição e promoção do título fossem cobertos. Com base nessa condição, há de se considerar que Outriders não tenha vendido bem, justificando o fato da Square Enix, publicadora do game, ainda não ter pago o estúdio. Nem mesmo os dados oficiais das vendas foram compartilhados.

O detalhe é que Outriders registrou um expressivo número de jogadores após um mês de lançamento, somando mais de 3,5 milhões. Sendo assim, os custos supracitados foram demasiadamente altos ou a expectativa de vendas esperada pela Square Enix não foi atendida. Confira a declaração de Sebastian Wojciechowski, presidente do PCF Group, empresa do grupo da People Can Fly, sobre o assunto.
“Não temos dados sobre as vendas de Outriders. Estimamos entre 2 e 3 milhões de cópias e presumimos que esse era um resultado que garantiria a lucratividade do projeto no primeiro trimestre de vendas.

Se o editor não pagar, provavelmente significa que a Square Enix não acredita que seja esse o caso. O fracasso em atingir os níveis de lucratividade também pode significar que os custos da editora são mais altos do que o esperado. ”
Outriders está disponível para PC, PlayStation 5, PlayStation 4, Xbox Series X e Xbox One.

Fonte: VG24/7



Tecnólogo em Gestão Ambiental, produtor do BlastCast e sincero até demais. Jogador casual de muitos e hardcore em poucos. Adora jogos que acabam em discórdia e fogo no parquinho. @XelaoHerege


Disqus
Facebook
Google