Top 10

Dez jogos que nos conectam com a natureza

Embora há quem diga que videogames nos desconectam da realidade, os jogos podem nos aproximar da natureza quando isso se torna inviável na vida real.

Firewatch



Há quem acredite que jogar videogames aliena as pessoas do mundo à sua volta. O julgamento precipitado se dá, muitas vezes, pelo estereótipo de jogadores trancados em seus quartos escuros trocando tiros com adversários, o que de fato não comporta toda a experiência de quem compartilha desse hobby. As múltiplas possibilidades de jogabilidade e temas abordados permitem que o jogador estabeleça uma relação mais íntima com o ambiente que o cerca, trazendo novos conhecimentos e um olhar mais atento sobre os fenômenos e seres que o cercam, além de proporcionarem experiências que muitas vezes não seriam viáveis na vida real.

Atualmente, estamos vivenciando uma das piores fases da pandemia que começou a se manifestar no Brasil no início de 2020 e até agora não permitiu que a vida voltasse ao normal, limitando nossos espaços de convivência majoritariamente aos nossos lares, a fim de evitarmos o aumento do contágio. Nesse contexto, os jogos assumiram papel fundamental no entretenimento dos gamers que estão confinados. Com as limitações de circulação, as pessoas passaram a sentir falta de frequentar espaços abertos para fugir da sensação de enclausuramento, mas em fases de restrições mais rígidas, nem mesmo caminhadas em parques são permitidas. Dessa forma, alguns jogos ambientados em cenários naturais acabam servindo como válvula de escape. Separamos 10 deles nesse texto.

Firewatch

Firewatch



No jogo Firewatch (Multi), por exemplo, você joga como Henry, um vigia de incêndios em uma região selvagem no estado de Wyoming, nos Estados Unidos. Embora a trama não esteja propriamente centrada em questões ecológicas, é possível desfrutar de um ambiente natural e agradável, iluminado pela luz dourada do sol e até dividir momentos com alguns animais encontrados pelo caminho, como um pequeno jabuti. Há também um modo desbloqueado depois que o jogo é terminado que permite que o jogador transite livremente pelo parque em um simulador de trilha. É uma ótima oportunidade para conhecer a natureza de um lugar distante, mesmo estando sentados em nossos sofás.

Abzu

Abzu



Já em Abzu (Multi) você tem a possibilidade de nadar em diversos ambientes diferentes no oceano seguindo um tubarão para tentar desvendar quem é você. À medida que o jogador avança em cada cenário, acaba libertando novas espécies marinhas que passam a circunvagar os corais que balançam lentamente com o movimento da água. O interessante desse jogo é, além da possibilidade de contato, ainda que virtual, com seres marinhos, poder conhecer cada uma dessas espécies, já que ao se aproximar de cada uma delas é possível ativar uma legenda que apresenta seus nomes científicos. O jogo conta com uma trilha sonora tranquila e momentos de tirar o fôlego, justamente pelo deslumbramento com a natureza e com o comportamento dos animais.

Animal Crossing: New Horizons

Animal Crossing: New Horizons



Em Animal Crossing: New Horizons (Switch), as atividades ao ar livre são a forma principal de recolher recursos, mas é a função de catalogação de animais no museu que chamou a minha atenção. Ao coletar peixes, criaturas aquáticas, insetos etc., o jogador pode levar cada um dos exemplares coletados para o museu. Lá, cada um dos animais recebe um viveiro específico, respeitando até mesmo o comportamento de cada um. Em cada visita, a depender do horário em que se acessa o jogo, podemos perceber que alguns animais estão escondidos ou dormindo. 

É possível saber mais sobre cada um dos animais levando um exemplar para Blathers, a coruja responsável pelo local. Embora pareça um recurso simples, percebi que após alguns meses jogando New Horizons, minha reação ao encontrar insetos que eu desconhecia mudou bastante. Observar em que lugar foi encontrado, como se comportava e até mesmo sua aparência foram coisas que comecei a fazer, sendo que antes esses bichinhos me causavam um certo desconforto. 

O jogo também encanta pela transformação do ambiente de acordo com as estações do ano e com o clima, afetando a aparência das plantas e os tipos de animais presentes em cada momento. Uma ótima opção para quem quer experimentar um pouco da leveza das atividades ao ar livre e quer desfrutar de uma tarde de pesca podendo sair com uma baleia nas mãos.

Alba: A Wildlife Adventure

Alba: A Wildlife Adventure



Assim como os outros jogos citados, Alba: A Wildlife Adventure (Multi) também traz não só a possibilidade de conhecer a natureza de uma ilha no mediterrâneo, como também permite que o jogador catalogue animais a partir de um celular. Para encontrá-los, Alba deve atentar aos lugares em que estão presentes, seus sons e seus esconderijos. Tirando fotos de todos os bichos encontrados, o jogador pode conhecer mais sobre a fauna local buscando informações no guia de turismo que recebe ao início do jogo. Embora essa seja a parte mais divertida de todas as atividades disponíveis, o indie se destaca por chamar a atenção para questões ambientais, como uso de pesticidas tóxicos, poluição das praias etc. 

É justamente a partir de preocupações com o meio ambiente que você deve cumprir diversas missões para convencer todos os moradores da ilha a assinarem uma petição que impeça a construção de um hotel na área em que fica uma reserva ambiental. Recomendo o jogo para todos que busquem uma aventura tranquila, mas também para aqueles que querem se divertir com as crianças em casa e aproveitar a oportunidade para conhecer animais diferentes e aprender sobre ecologia.

Viridi

Viridi



Cuidar de uma plantinha é extremamente prazeroso. Acompanhar seu desenvolvimento de perto e ver suas mudanças é, sem dúvida, uma das coisas mais mágicas que podemos presenciar. Viridi (Multi) é o tipo de jogo que cativa pela simplicidade, trazendo um simulador de suculentas. Você escolhe seu vaso inicial, o conjunto de plantas que quer plantar e dá um nome à nova companheira. Depois disso, é necessário regar os brotinhos uma vez por dia para testemunhar seu desenvolvimento. É possível cantar para cada um deles, retirar as mudas indesejadas, limpar os matinhos do vaso, plantar novas mudas e até mesmo interagir com um caracol que surge em seu vasinho. 

Um detalhe extremamente delicado do jogo é que é possível ver o estado de espírito das plantas e do caracol quando se canta para eles. Com uma trilha sonora relaxante e um ambiente que muda de cor com o clima (pode chover em Viridi!), a experiência quase meditativa do jogo é uma forma singela de se conectar a uma plantinha, até mesmo para quem tem dificuldade de cuidar de cactos.

Nuts

Nuts



Em um jogo de mistério, Nuts (Multi) convida o jogador a vigiar o comportamento de esquilos em uma floresta intocada. Você deve gravar e fotografar a movimentação das criaturas, relatar suas descobertas e investigar o segredo que esses bichinhos escondem. Com um visual chamativo por seu estilo próprio, Nuts traz cenas de coloração única, apenas com variações de tonalidade, mas sem prejudicar em nada a representação do meio à sua volta. Embora com alguns momentos de tensão, o jogo proporciona a oportunidade interessante de observar animais em seu habitat natural. A quem se interessa pela vida animal, com certeza o jogo trará boas surpresas.

Bee Simulator

Bee Simulator



Imagine observar o mundo a partir de uma perspectiva completamente diferente da que temos. Em Bee Simulator (Multi), você embarca em uma aventura no corpo de uma abelha. Imagine ver o mundo que geralmente não notamos, com pequenas criaturas vivendo em lugares escondidos. Neste simulador você deve salvar sua colmeia e explorar o ambiente de forma não convencional. Voando entre os obstáculos, é preciso lembrar que o que nos parece comum é algo totalmente diferente para essa criaturinha. Aproveite para experimentar também a visão única da abelha e descobrir a magia de um mundo que nos cerca, mas que muitas vezes não observamos com atenção.

Koral

Koral



Descrito pelos criadores como uma carta de amor para o oceano, Koral (Multi) encanta os amantes das criaturas marinhas. Mergulhe em diferentes ecossistemas em forma de corrente marítima para trazer vida a recifes de corais e gerar beleza ao seu redor. A jogabilidade intercala o contato com a natureza com um toque poético de sons e cores vibrantes, proporcionando a sensação de sermos testemunhas de um evento mágico. Resolva puzzles e encontre colecionáveis nesse jogo emocionante, aproveitando a chance de observar cantinhos dos mares que ainda são um mistério.

Feather

Koral



Quem nunca sonhou em poder voar? Em Feather (Multi), somos presenteados com esse dom ao assumirmos o papel de uma ave e explorarmos uma ilha com nossas próprias asas. O relaxante jogo de exploração conta com ambientes variados, bem representados com cores vivas e muita interação, fazendo com que o universo inteiro se mostre bastante vivo. Não há combate ou qualquer tipo de ameaça, apenas um passeio relaxante que permite ao jogador um respiro da correria da rotina e do peso do confinamento. Com músicas a serem descobertas por todo o cenário entre os dias e noites, Feather nos dá o gostinho de uma liberdade ainda não experimentada.

Shelter

Shelter



Poucas franquias apresentam uma proposta tão delicada como Shelter. Com diferentes jogos lançados no mesmo formato, os desenvolvedores criaram experiências que nos colocamos no lugar de animais com filhotes, e devemos sobreviver a qualquer custo aos perigos da natureza e à fome. No primeiro jogo lançado, você vive como uma mamãe texugo. No segundo, encarna uma lince que deve cuidar de seus filhotes. Já no terceiro, que será lançado dia 30 de março de 2021, você poderá viver como um elefante responsável pela sobrevivência de sua família. 

O design da franquia é bastante característico, com visuais que parecem pintados à mão. Além disso, os jogos mostram a sobrevivência animal com um olhar mais próximo, levando em conta os laços afetivos desenvolvidos entre eles. Embora desafiadores, os jogos de Shelter são tocantes e nos fazem perceber que talvez temos mais em comum com esses animais do que imaginamos.

Natureza dentro de casa

Com a evolução das tecnologias, hoje em dia podemos ter experiências fantásticas relacionadas à vida selvagem a partir de dispositivos de realidade virtual. Infelizmente eles ainda não são tão acessíveis nos consoles, mas jogos que permitem o contato simbólico com a natureza e com animais que dificilmente veríamos na vida real estão cada vez mais presentes, ainda mais em produções independentes. Vale a pena pesquisar para encontrar aqueles que nos proporcionem experiências marcantes e que nos transportem para lugares que sonhamos conhecer. Enquanto isso, vamos explorar nosso planeta diretamente de casa, na segurança de nossos lares até que essa pandemia finalmente acabe.

Revisão: José Carlos Alves


Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google