Jogatina de FDS

O que estamos jogando: Ganbare! Super Strikers, A Plague Tale, Castlevania e muito mais!

Sem saber o que jogar no final de semana? Confira os jogos que a equipe do GameBlast jogará neste final de semana.


Olá, queridos leitores! Sejam bem-vindos a nossa Jogatina de FDS. Depois de toda a correria ao longo da semana, nada como dar uma pausa momentânea e relaxar ao aproveitar aquele título pendente em nossa lista. Não importa a plataforma ou gênero, a única regra é curtir esse hobby que tanto amamos da melhor maneira possível. Motivados a isso, pedimos ao nosso time de redatores para compartilhar com vocês os jogos para esse final de semana.

Mário Carvalho


Aquecimento para o GOTY

O lançamento de The Last of Us Parte II (PS4) se aproxima e é impossível conter a empolgação com um dos títulos mais aguardados de 2020. Aqui no GameBlast estamos preparando uma série de publicações especiais para muní-los de informação e curiosidades sobre esse incrível universo criado pela Naughty Dog. No final de semana explorei mais do passado de Ellie através da HQ The Last of Us: Sonhos Americanos (New Pop) e o DLC The Last of Us: Left Behind (PS3/PS4). A ideia agora é aproveitar o embalo e reviver a jornada de Joel e Ellie remaster lançado para o PlayStation 4.



A jogatina no modo difícil de Final Fantasy VII Remake (PS4) continua, intercalando com minha corrida em Epic Seven (iOS/Android) para conseguir seis personagens completamente evoluídos. Estou em uma guilda bem poderosa e preciso estar apto o quanto antes a fim de contribuir nos eventos de guerra contra grupos rivais.



Michele Pandini


Em tempos de coronavírus, me aventurei nos contos da praga.

Eu estava interessada em jogar A Plage Tale: Innocence  (Multi) desde o lançamento. Muitas coisas tinham me chamado a atenção na época, como os gráficos bonitos, o estilo de jogatina furtivo com quebra-cabeça para passar de certas áreas… Mas o que me vendeu foi que todo mundo falou que a história do jogo era sensacional.
Sim, isso são ratos no chão




E se você está buscando um jogo de como lidar com uma das piores fases da humanidade, com certeza esse é o jogo certo para ir. Não recomendo nessa época, porque muitas coisas que são apresentadas, estamos vivenciando agora. Mas eu engoli o choro, peguei o controle e estou sendo corajosa como Amicia. E não me arrependo. Os controles são bem gostosinho, tem muitos momentos de pensar como agir e melhorar o equipamento e, sim, a história super entrega esse sentimento de desespero e coragem para entrentar o verdadeiro inimigo do período da peste.

 Ivanir Ignacchitti


Um pouco de futebol e de volta ao GBA

Neste fim de semana, tenho dois jogos em mente. O primeiro deles é Ganbare! Super Strikers (Multi), um RPG tático de futebol que é basicamente uma versão ultra simplificada de Inazuma Eleven (só que com gameplay de tactics). A ideia é muito boa e eu diria que o jogo é divertido, mas infelizmente estou passando por alguns bugs contra um inimigo específico e isso tem me deixado um tanto frustrado. Sem contar que as disputas maiores da segunda metade da história são mais cansativas e lentas do que precisava, graças à forma como a CPU demora a pensar as ações.



Também estou jogando algumas coisas de GBA em paralelo. A bola da vez é MegaMan Battle Network 3: White. Estou mais ou menos na metade do jogo e tem sido bem divertido. Gosto bastante da franquia como um todo e eu ainda não tinha jogado ele. Quero tentar jogar os próximos também ainda este ano já que apenas conclui os dois primeiros.



Hadan F.


O card game nunca pára — e a tristeza também (mas essa é boa)

Finalmente pude retornar às minhas jogatinas em Magic: The Gathering Arena (PC) com uma conexão à Internet melhor do que a anterior. Isso significa que eventuais problemas no jogo oriundam apenas da Wizards, que ainda peca pela performance do jogo. Mais a mais, estou a experimentar uma série de decks para ver se há alguma chance para o The Arena Open, que promete ser um ótimo evento para os jogadores competitivos.



Além disso, estou na mesma vibe do Ivanir Ignacchitti em explorar os portáteis que possuo. Além de concluir Castlevania: Portrait of Ruin (DS) nessa semana — o único da trilogia no portátil da Nintendo que passou ileso por mim —, recomecei um novo save no já mais que debulhado Dawn of Sorrow (DS), que embora não seja melhor do que Aria of Sorrow (GBA), manteve muitas das mecânicas que adorei no jogo original.


E encerramos a nossa edição do Jogatina de FDS. Agora queremos saber de você, caro leitor: qual a sua pedida para o final de semana? Não deixe de conferir em nosso site a análise de Signs of the Sojourner (PC), um indie que aborda os dilemas da comunicação de uma forma inusitada. Torne-se o mestre fazendeiro através do nosso guia de conquistas/troféus para Farming Simulator 19 (Multi). Aproveitem o nosso mais recente episódio do BlastCast que traz uma mistura de culturas ao abordar os próximos lançamentos da atual geração: Ghost of Tsushima (PS4), Assassin’s Creed Valhalla (Multi) e o remake de Tony Hawk’s Pro Skater.

Ficamos por aqui, agradecemos a sua presença e nos vemos no próximo sábado. Tenham todos uma excelente semana!

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.


Disqus
Facebook
Google