Jogatina de FDS

O que estamos jogando: Pillars of Eternity II, Far Cry 4, A plague Tale: Innocence e muito mais!

Sem saber o que jogar no final de semana? Confira os jogos que a equipe do GameBlast jogará neste final de semana.


Olá, meu queridos leitores! Sejam todos bem-vindos a mais uma Jogatina de FDS. Os jovens de hoje tem tudo o que eu sempre sonhei no meu período de férias escolares: um mês de janeiro com 365 dias! Agora entramos no mês do Carnaval o que continua sendo sinônimo de férias para muitos sortudos. Uma ótima oportunidade para limpar aquela lista de jogos pendentes. Motivados por isso, perguntamos aos nossos redatores quais serão os títulos para o final de semana.

Mário Carvalho


Rolando dados em uma bela aventura D&D

Meu final de semana será tomado por explorações em densas florestas, misteriosas cavernas, pilhagens em alto-mar, combates tensos e dados! Pillars of Eternity II: Deadfire (Multi) é o jogo da vez. O título resgata diversas características do saudoso RPG de mesa com enredos participativos, muita interpretação e o bom e velho sistema baseado em acertos e erros. Após muitas horas decidindo apenas o nome do meu personagem, montar e administrar meu grupo está se mostrando algo divertido e que me lembra dos meus tempos jogando Baldur’s Gate e Neverwinter Nights.



A aventura intercala com partidas rápidas de Teppen (iOS/Android) a fim de aproveitar os últimos dias da temporada rankeada do Dante e das premiações envolvendo o novo sistema que veio através das cartas da coleção The Force Seekers e o temido herói: Akuma. Que os meus inimigos tremam perante o Mestre do Punho...Messatsu!

Matheus Senna de Oliveira


Terminando aventuras para começar novas

Neste fim de semana, tentarei concluir Deus Ex: Mankind Divided (Multi). Comecei há algum tempo, mas não consegui me dedicar plenamente ao game. Por isso, espero terminar a emocionante aventura de Adam Jensen em um futuro altamente tecnológico, com direito a supercomputadores e implantes cibernéticos incríveis. A história é envolvente e a jogabilidade variada e instigante, sendo uma ótima sugestão para quem não conhece a série.



E com o término de uma aventura, outra vai se iniciar. Far Cry 4 (Multi) é a continuação de um dos meus jogos favoritos da geração passada, sendo que a sua franquia é uma das mais premiadas no seu gênero. Misto de ação, exploração e tiro, o game tem um mapa gigantesco e proporciona muita liberdade para o jogador progredir. Ambientado na região do Himalaia, o game promete ser uma experiência incrível e cheia de surpresas.



Lucas Fábio Rodrigues


Enfrentando uma praga desconhecida

2020 chegou e nesse início de ano acabei não me rendendo a dois títulos que joguei. Testei Outer Worlds (Multi), pois assinei o Xbox Game Pass Ultimate, o jogo foi bem comentado no ano passado e por se tratar de um RPG de mundo aberto decidi me aventurar nele, joguei o início, mas não me prendeu.

A segunda tentativa foi Dragon Age Inquisition (Multi), jogo da extinta BioWare e outro título aclamado pela crítica e bem recebido pelos fãs da franquia, gostei do combate, a história que não me cativou tanto, pode ser que conforme vou jogando ela se torne mais interessante.



E eis que nesta semana decidi instalar A Plague Tale: Innocence (Multi) e me surpreendi com um título de gráficos belíssimos, uma narrativa cinematográfica e personagens interessantes. Na história controlamos Amicia que após ter seus pais mortos pela inquisição terá de tomar conta de seu irmão pequeno chamado Hugo e protegê-lo de uma praga que está assolando o lugar aonde vivem. O jogo é de ação-aventura e stealth e eu gosto muito dos dois gêneros, estou no capítulo 3 e pretendo finalizar antes da minha assinatura do Xbox Game Pass acabar, inclusive já vale a recomendação para quem tiver.



Ivanir Ignacchitti


Menina-veneno e o mar de areia

Este fim de semana tenho encontro marcado com dois jogos em particular. O primeiro deles é Atelier Shallie DX (Multi). Terminando a trilogia Dusk, o RPG conta a história de duas garotas chamadas Shallie que se encontram em uma região litorânea que se tornou um deserto devido a um fenômeno conhecido como “Dusk Sea” e que reflete novamente os problemas ambientais discutidos em Ayesha e Escha & Logy. A ausência de um limite de tempo realmente torna a experiência bem mais agradável do que os seus antecessores e gosto bastante da Shalotte, que é uma garota simples tentando se descobrir através da alquimia.



O outro jogo é Code:Realize ~Guardian of Rebirth~. A visual novel faz parte do gênero otome (em que a protagonista é uma garota e tem a oportunidade de se relacionar com vários rapazes em suas rotas de história) e havia sido lançada anteriormente para PS Vita e PS4. Com sua chegada ao Switch na semana que vem, terei a oportunidade de explorar o jogo um pouco antes do seu lançamento e conhecer a história da jovem Cardia, uma garota que possui em seu corpo um veneno que corrói tudo o que encosta.



Caso ainda sobre um tempinho, devo continuar jogando Trails of Cold Steel no PS Vita. Estou explorando o RPG e pretendo jogá-lo e a sequência antes do lançamento do terceiro jogo no PC. A jornada por Erebonia tem sido agradável, apesar da versão de Vita ter seus problemas. Gosto de ver como os personagens estão amadurecendo levemente com as dificuldades que têm passado e fico investido no que está por vir na história.

Alexandre Galvão


Depois do final, conhecendo o início.

Como mencionei na edição passada da coluna, no fim de semana passado eu joguei o DLC Re Mind de Kingdom Hearts III. A análise sai na próxima semana e vocês poderão saber em detalhes sobre o conteúdo. Só adianto duas coisas: é bom e recomendo esperar uma promoção.

Acho que umas duas edições passadas desta mesma coluna também mencionei que eu havia adquirido a coleção completa de Kingdom Hearts em uma oferta de fim de ano. E agora estou dando ênfase no primeiro dos dois jogos da série que não tive a oportunidade de jogar na época, Birth By Sleep. Neste fim de semana terminarei a campanha do Ventus e fazer a da Aqua. A do Terra eu finalizei durante a semana e estou gostando muito de finalmente, em detalhes, a história destes três. E bonita e triste. Tem horas que bate uma bad pesada, mas temos que seguir firmes e fortes.



Hadan F.


Cartinhas blábláblá, além de aventuras que continuam e outras que se iniciam

Magic: The Gathering Arena é a pedida de sempre para os finais de semana, algo que todos já estão fartos de saber. Embora haja nada especialmente desenvolvido pela Wizards para os jogadores, hoje recomeça a temporada para o nível Mítico no jogo.

É claro que Uncharted The Lost Legacy continua firme e forte. Além disso, fico muito contente que a dubladora de Cloe, Claudia Black, permanece no papel com sua voz grave e impactante. Nessa semana também adquiri Slain Back From Hell — que espero mesmo tenha suas falhas de jogabilidade corrigidas desde a versão original. Vamos que vamos!



Pedro Pinto Albuquerque.



Impedindo o apocalipse maia enquanto ajudo coelhos fazendo cosplay da Nintendo.

Fechando alguns jogos que eu adquiri a duas promoções atrás no steam, Shadow of the Tomb Raider vai ser meu principal jogo nesse fim de semana. Já estou bem avançado, porém a forma como o jogo incentiva a exploração, com suas tumbas, criptas e muito conteúdo em texto para criar ambientação, me prendem de uma maneira que dificilmente irei conseguir progredir muito na história principal.



E para acompanhar a aventura da Lara Croft, vou prosseguir pelo reino dos cogumelos no Mario + Rabbids: Kingdom Battle. Mesmo não sendo desenvolvido pela Nintendo, estou impressionado em como o jogo consegue capturar o mesmo espírito dos jogos first party da Big N. Os combates me surpreenderam, de início eram bem fáceis, mas no primeiro boss que enfrentei tive que de fato usar bem todas as mecânicas que o jogo havia mostrado até então.



Depois de uma lista recheada e de muita qualidade, gostaríamos de saber de vocês: quais jogos estarão em sua lista? Não deixem de conferir nosso site, pois ele está repleto de excelente publicações: começando com a edição 53 que traz muita informação sobre o universo Final Fantasy e muito mais. Na sequência temos nosso momento descontraído e informativo em nosso BlastCast #188 contando mais sobre a importância da franquia Half Life e por último, mas não menos importante, temos a segunda edição do nosso especial sobre o lore riquíssimo do universo Halo.

Nos despedimos aqui e espero vocês no próximo Jogatina de FDS! Tenham todos um incrível final de semana!

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook