Jogatina de FDS

O que estamos jogando: Devil May Cry 4, The Alliance Alive, Wreckfest e muito mais!

Sem saber o que jogar no final de semana? Confira os jogos que a equipe do GameBlast jogará neste final de semana.


Sejam bem-vindos a mais uma jogatina de FDS! Nada melhor que um final de semana repleto de excelentes jogos para relaxar da correria da semana. A nível de curiosidade ou para pegar boas dicas do que jogar, nossos redatores se reúnem para comentar sobre os títulos que estarão jogando durante o final de semana.

Mário Carvalho


Mais demônios e um sósia esquentado

A maratona na coletânea de títulos do famoso caçador de demônios, Dante, continua firme. Após acabar com a raça do Arkham e mostrar para o Vergil quem é que manda em Devil May Cry 3, agora é hora de desmascarar uma seita de adoradores de Sparda para lá de suspeita em Devil May Cry 4. A contragosto de muitos, Dante assume um papel secundário na trama, passando a luz dos holofotes do protagonismo para Nero. Apesar de ser outro personagem, o jovem espadachim tem uma aparência semelhante a de Dante, mas com um temperamento mais explosivo e agressivo, o que trouxe muito carisma e personalidade para o novo caçador. O mais importante é que a proposta da franquia continua sólida e incrementada, trazendo intensos combates contra diversos tipos de criaturas para atiçar nossa criatividade ao executar os combos mais insanos possíveis. Com o sangue fervendo pela adrenalina e o coração pulsando de raiva devido a alguns trechos em plataforma, não vai faltar ação no meu final de semana!



Ivanir Ignacchitti

Reimaginando clássicos e retomando o controle do mundo

Agora que terminei Baldr Sky (PC), devo dedicar meu fim de semana a dois jogos: Disc Creatures (PC) e The Alliance Alive HD Remastered (Multi). O primeiro é um clássico clone de Pokémon que imita até mesmo o estilo gráfico dos jogos originais. O mais interessante é que ao invés de ter apenas um bicho por vez em combate, você controla três criaturas. O processo de captura também é automático e baseado apenas em encontrar e derrotar o mesmo bicho várias vezes ao invés de gastar itens. Em ambos os aspectos talvez o jogo até esteja mais próximo da série Digimon Story, que foi iniciada no DS como Digimon World DS e teve como seu último exemplar Digimon Story: CyberSleuth - Hacker’s Memory.



Já The Alliance Alive é um jogo inspirado na série SaGa. Eu já tinha jogado seu antecessor espiritual no 3DS, The Legend of Legacy, e gostado bastante da experiência, então fiquei empolgado quando a NIS America anunciou uma versão remasterizada do segundo jogo. Bom, dá para ver claramente que é um título “esticado” de 3DS pela aparência borrada dos modelos dos cenários. Ainda estou no início do jogo, então devo gastar boa parte do fim de semana nele, mas teve um começo interessante tanto em termos de história quanto do gameplay de RPG em turnos tradicional (mas sem level e com os tradicionais “insights” da série SaGa).


Matheus Senna de Oliveira


Muita destruição e visitando a biblioteca

Neste fim de semana tenho dois títulos em mente para jogar. O primeiro será Wreckfest (Multi), que, na minha opinião, foi um dos melhores jogos do ano de 2019. Do tipo corrida de demolição, quero aproveitar o modo multiplayer do game e liberar mais alguns veículos insanos para a garagem. Com gráficos belíssimos e jogabilidade refinada, o jogo é uma ótima opção para correr e destruir carros sozinho ou com os amigos.



O segundo jogo do final de semana será Deus Ex: Mankind Divided (Multi). Um dos primeiros títulos que adquiri no meu PS4, acabei deixando ele meio esquecido no meio de outros que surgiram pelo caminho. Para quem não conhece, ele é um jogo de ação RPG que se passa em futuro altamente tecnológico. Uma das fontes de inspiração de Cyberpunk 2077 (Multi), espero começar mais uma grande aventura nesse clássico.



Hadan F.


Otimizações horrorosas e histórias sem fim

Lamento eventuais decepções, mas God of War (2018) prossegue, ainda que a passos lentos, em meu console. As missões secundárias tomam muito de meu “tempo prático” no jogo, mas se provam muito eficientes para o aprimoramento de Kratos e Atreus. Por outro lado, tentarei encerrá-lo o quanto antes para ter algo novo para recomendar para vocês.



A grande decepção no “setor de portáteis”, no entanto, se refere a Dex: Enhanced Edition (Multi) que, embora seja um ótimo jogo, recebeu um dos piores e mais preguiçosos ports que já tive o desprazer de experimentar. Para o Vita, o título não possui localização brasileira e, ainda por cima, possui loadings dignos dos primeiros jogos lançados em CD — neste caso, me refiro mais ao 3DO do que ao PlayStation. Muito pouco provável que me empolgue nas aventuras de Dex no portátil — o que é uma tremenda perda.


E aqui encerramos nossa lista com a pedida da nossa redação. Já jogou alguns desses jogos? Não deixem de conferir a matéria incrível que elaboramos sobre a duração dos jogos e o quanto ela interfere em nossa experiência, além disso, tivemos a análise do fofinho Wattam (PC/PS4). Nos vemos na próxima edição do nosso Jogatina de FDS, tenham todo um final de semana fantástico!

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook