Jogar videogame é uma arte? Saiba o que rolou no debate promovido pelo GameBlast no youPIX 2013 e confira a opinião de vlogueiros famosos sobre o assunto

Na última semana, entre os dias 5 e 6 de julho, aconteceu o youPIX 2013 , um evento sobre cultura na internet que contava com palcos div... (por Vinícius Muza em 13/07/2013, via GameBlast)



Na última semana, entre os dias 5 e 6 de julho, aconteceu o youPIX 2013, um evento sobre cultura na internet que contava com palcos divididos em categorias, como, por exemplo, "Esse hub sou eu", voltado para games e cultura nerd . Foi nesse palco que o GameBlast realizou um debate na sexta-feira com o tema "Jogar videogame é uma arte?", discutindo a recepção dos games como arte na atualidade. O evento também contava com uma área exclusiva para jogos, onde títulos como Just Dance e uma versão "da vida real" de Angry Birds (sim, tinha um estilingue gigante e pelúcias dos personagens do game) poderiam ser jogados.

No debate que realizamos, apresentamos como argumentos a repercussão da exposição de games do Museum of Modern Art, se jogos são ou não são cultura e a exposição com games do Museu de Arte Moderna de NY, e respondemos perguntas da galera que estava assistindo. Foram apresentados os maiores conflitos sobre a categorização de games com arte, como, por exemplo, o fator mercadológico e competitivo que existem nos games, mal vistos por alguns jornalistas que não são a favor da classificação de games como arte.


Opinião de vlogueiro

Após o termino do debate, entrevistamos alguns dos maiores nomes da cena atual da internet pra dar uma opinião sobre o tema. Você pode conferir abaixo o que cada um falou:

Luisa Classen (@lullylucky - canal Lully de Verdade)
"Os games podem ser considerados arte, por serem semelhantes ao cinema na característica de ter ou não o apelo artístico. Mas mesmo os jogos que não são feitos para ser obras de arte acabam por causar um impacto cultural na sociedade que pode ser notado através das gerações"

Bruno Felix (@obrunofelix - canal Duka7)
"A arte é feita para entreter, então não tem como não considerar os games como arte. Também precisam de ser feitos com arte na sua composição, desde a música até os gráficos. Jogos são arte sim!"

Felipe Castanhari (@fecastanhari - canal Nostalgia)
"Desconsiderar os games como arte, porque possuem um objetivo comercial não é algo válido. Eles se encaixam na arte que é feita para as massas. Também tem o fato de possuírem uma equipe artística por detrás de toda a produção de qualquer jogo, então, mesmo que o jogo seja muito comercial ou voltado pra competição, não tira a arte usada no seu desenvolvimento"

Ana Maria de Cesaro (@anadecesaro - site "Tá e Daí?!")
"Os jogos são 100% arte. Mesmo que a recepção não seja tão artística, temos que lembrar que alguém teve que criar todos os conceitos pra que aquele jogo estivesse ali. O processo de criação de um jogo é arte pura!"


Alexandre Ottoni (@jovemnerd - podcast Jovem Nerd)
"O MoMa (Museu da arte moderna) não me deixa mentir, games são arte sim. A arte também tem seus produtos, o comercio é uma coisa do dia-a-dia. Podemos citar o jogo Myst, que foi feito de uma
forma tão artística que foi criticado, como jogo que não venderia muito por fugir dos padrões da indústria. O criador decidiu não alterar o game, independente das suas vendas, e eis que o jogo vendeu muito devido ao valor artístico que ele tinha."

Pablo Peixoto (@Pablo_Peixoto - canal Qu4tro Coisas)
"Atualmente seguimos o conceito da escola de Frankfurt ao máximo, então não há mais padrões de arte, e ela é totalmente feita para as massas. Os games são mais do que arte, te tornam artista fazendo com que você faça parte de cada pedaço da história, e altere a obra. Eles tem uma capacidade imersiva enorme, ficando a frente de outras formas de arte por sua imersividade, e ainda possui a capacidade de se misturar com o público até mais que o cinema, pela sua forma de distribuição e aceitação. "

E para você, games são arte ou não?

Revisão: Rafael Neves

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook