GameDev

Aprendendo a programar jogos em Unity: o peculiar consultório do Dr. Tratanildo

Vamos contextualizar o enredo de nosso próximo jogo tridimensional, ambientado em um consultório médico bem diferente.

Seja bem-vindo(a) ao GameDev: Aprendendo a programar jogos em Unity de hoje! Dando andamento ao nosso processo de aprendizado, iremos iniciar a elaboração de nosso próximo game, ambientado e desenvolvido em terceira dimensão.

Caso esta seja a primeira vez que você acessa nossa série, sinta-se à vontade para juntar-se a nós nesta divertida trilha de aprendizagem. A partir do primeiro tópico, por meio do desenvolvimento de projetos práticos de codificação de jogos, vamos conhecer mais sobre o funcionamento da ferramenta Unity, suas características e como utilizá-la de forma satisfatória para criar games de diversos gêneros.

No tópico anterior da série, concluímos a contextualização de aspectos importantes do desenvolvimento de jogos em ambientes tridimensionais. A partir de agora, iremos desenvolver um novo projeto, utilizando conceitos que já aplicamos ao desenvolver Forest Ping Pong e Motorista da Pesada, além dos novos conhecimentos que iremos obter por meio da criação de cenas tridimensionais, animação de personagens, dentre outros. 

Venha conosco e vamos juntos nesta caminhada rumo a novos conhecimentos!

Inspirações

Embora jogos tridimensionais tenham se popularizado fortemente a partir dos anos 1990, nada nos impede de utilizar como fonte de inspiração conceitos desenvolvidos anteriormente, em jogos de diferentes estilos, para compor novas ideias para nossas aventuras.

Dessa vez, iremos utilizar como fonte de inspiração três títulos de diferentes gerações, mas que, com suas peculiaridades, poderão nos auxiliar na composição de mais um projeto de sucesso em nossa empreitada.

Os três ilustres títulos que nos serão bastante úteis nessa etapa de nossa caminhada de aprendizado são Dr. Mario (Nintendo, 1990), Pac-Man (Namco, 1980) e Tama (Time Warner Interactive, 1994).

Um clássico da medicina virtual

Um dos primeiros jogos que envolveu em seu enredo aspectos médicos de uma forma lúdica e divertida é Dr. Mario. Jogo clássico da Nintendo, lançado em 1990 para NES e Game Boy, trata-se de um game em estilo puzzle em que o objetivo principal é eliminar vírus que são apresentados na tela utilizando cápsulas de vitaminas coloridas, receitas pelo conceituado Dr. Mario.


As cápsulas de vitaminas apresentam duas cores em cada extremidade. Para conseguir que os vírus sejam extirpados, o jogador deverá alinhar essas cores com os vírus de mesma cor.

Enquanto o gamer não conseguir realizar o objetivo a tempo, as cápsulas e vírus vão se acumulando dentro do frasco virtual. Caso a pilha de elementos alcance o topo da tela, é game over na certa.

Referência em games dos anos 1980

Desde que foi lançado para arcades nos anos 1980, Pac-Man é um dos jogos que mais influenciou o mundo dos videogames em diversos aspectos.

Para quem nunca ouviu falar (será que existe alguém que ainda não o conhece?), trata-se de um jogo de ação ambientado em um labirinto fechado, protagonizado por um personagem redondo, amarelo e comilão chamado Pac-Man.

Em seu jogo homônimo, Pac-Man tem como objetivo comer todas as bolinhas coloridas de cada labirinto, evitando encontrar-se com os fantasmas amarelos que habitam o cenário. Assim que Pan-Man come todas as bolinhas, a fase é encerrada e novo desafio é exibido na tela.


Em determinadas posições de cada fase, são disponibilizadas para Pac-Man “super-bolinhas” (power pellets) que concedem ao protagonista dessa aventura o poder de eliminar os fantasmas por um curto período de tempo. Nesse momento, os fantasmas trocam de coloração, ficando todos azuis e fugindo a todo custo de Pac-Man.

Desde a década de 1980, o game já foi portado para inúmeras plataformas, desde as versões para consoles de segunda geração, como a de Atari 2600, até as mais recentes entradas da série, como PAC-MAN Mega Tunnel Battle: Chomp Champs.

Um puzzle diferente

Embora bem menos conhecido do que os últimos dois títulos apresentados, Tama: Adventurous Ball in Giddy Labyrinth também será um dos títulos que nos influenciam no desenvolvimento de nosso mais novo game.


Esse jogo, desenvolvido pela Time Warner Interactive para PlayStation e Saturn em 1994, apareceu na line-up inicial de ambos os consoles no Japão. Trata-se de um game em estilo puzzle em que o objetivo do gamer é levar uma bolinha azul do início ao fim de um labirinto tridimensional.

O diferencial de Tama é que, diferentemente de outros títulos de temática semelhante como Marble Madness, não controlamos diretamente a movimentação da bolinha, mas sim a inclinação do cenário como um todo, fazendo com que a ação da gravidade movimente o personagem pelos caminhos de cada fase.

Enredo

A partir da análise de cada um dos títulos apresentados, você pode estar se perguntando sobre quais aspectos de cada um dos jogos irão ser aproveitados no desenvolvimento de nosso próximo game, certo? Pois bem, vamos começar pelo enredo de nosso game.

Doutor Tratanildo Doencita, um famoso e excêntrico médico do mundo virtual, descobriu um novo tratamento que poderá revolucionar a medicina: são as pílulas da saúde, medicamentos especiais que, ao entrarem em contato com os agentes das doenças, destroem-nas imediatamente.

Porém, para que esses “remédios miraculosos” possam agir, temos que levar o medicamento até a doença de forma efetiva e em pouco tempo.

Para isso, Dr. Tratanildo elaborou uma máquina especial, acoplada a uma cama de hospital, que, ao movimentar o corpo dos enfermos, fará com que o medicamento chegue ao local correto do corpo e resolva o problema de uma vez por todas.

Cada uma das pílulas da saúde apresenta uma coloração diferente, e consegue combater apenas um tipo de doença cada. Caso uma pílula entre em contato com um agente de doença que não seja o que consegue tratar, acaba sendo “vencida” e perde sua eficácia.

O gamer, então, deverá auxiliar Dr. Tratanildo nessa empreitada, ajudando os medicamentos a chegarem aos agentes de doenças corretos e em pouco tempo, para que os pacientes fiquem curados o mais rápido possível.

Características do game

Pela leitura do enredo, já dá para termos uma boa ideia das influências de cada um dos games que nos servirão de inspiração.

A temática do jogo e o próprio conceito de medicamentos específicos para tratar doenças diferentes vieram diretamente de Dr. Mario. Internamente, no corpo do paciente, os caminhos para que as pílulas da saúde cheguem aos agentes de doenças será semelhante aos labirintos de Pac-Man. Por fim, o método para fazer com que o fármaco chegue ao agente de doença será semelhante ao adotado em Tama, inclinando o “corpo todo” do paciente por meio da máquina acoplada à cama hospitalar.

Próximos passos

Em nosso próximo encontro, iremos começar a implementar essa louca ideia para transformá-la, de fato, num divertido jogo tridimensional. Para isso, iremos disponibilizar um projeto no GitHub do GameBlast, assim como fizemos com os outros jogos criados até então. Assim, você poderá nos acompanhar passo a passo no desenvolvimento de Consultório do Dr. Tratanildo.

Nosso próximo texto já encontra-se disponível, continue conosco nessa jornada de conhecimento e fique ligado sempre aqui no GameBlast!

Revisão: Ives Boitano

Entendo videogames como sendo uma expressão de arte e lazer e, também, como uma impactante ferramenta de educação. No momento, doutorando em Sistemas da Informação pela EACH-USP, desenvolvendo jogos e sistemas desde 2020. Se quiser bater um papo comigo, nas redes sociais procure por @RodrigoGPontes.
Este texto não representa a opinião do GameBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google