JogamosAnálise DLC

Análise: Total War: WARHAMMER III - Shadows of Change (PC) não é uma mudança radical, para melhor ou pior

Este novo DLC é divertido, mas não oferece mudanças tão significativas para quem deseja revoluções em seu modo de guerrear.

Seguindo os passos de Forge of the Chaos Dwarfs, que foi lançado em abril, Shadows of Change é o mais novo pacote adicional para Total War: WARHAMMER III, título que, como destacamos em nossa análise original, continua a ser um dos melhores jogos de estratégia em tempo real da atualidade.


Introduzindo três novos Senhores Lendários — Transmorfo, Yuan Bo e a Mãe Ostankya —, além de um novo herói e mais doze unidades gerais, esta expansão promete (e entrega) ainda mais possibilidades para a já ampla caixa de areia do jogo. O problema é que ela provavelmente não será a mudança radical que alguns jogadores possivelmente esperavam a essa altura da vida útil do título.

Ventos de mudança

Falando primeiramente do conteúdo, como mencionado acima, Shadows of Change nos apresenta a três novos Senhores Lendários, detalhados a seguir: 

O transmorfo: um ser cuja verdadeira identidade é desconhecida a praticamente todos, o transmorfo entende o mundo de WARHAMMER como um grande teatro do caos. Seu modo de agir, repleto de trapaças e ilusões, frequentemente resulta em povoados sendo destruídos por dentro e inimigos confusos com mudanças surpresas no campo de batalha. 

Yuan Bo, o dragão de Jade: líder da corte dos feiticeiros celestiais, Yuan Bo alterna entre suas formas humana e dracônica conforme a necessidade da vez. Liderando nos campos de batalha ou protagonizando mudanças no cenário político, a certeza é que este estadista prefere criar regras a segui-las.

Mãe Ostankya: Guardiã fiel à sua terra, a Mãe Ostankya é uma poderosa feiticeira, capaz de interferir nos campos de batalha e também no mapa ao longo de sua campanha. Sua missão é assegurar a santidade das terras kislevitas, e suas magias certamente estão à altura da tarefa.

Como esperado, a simples chegada de cada um dos novos Senhores Lendários traz mais variedade às suas respectivas facções, beneficiando tanto os jogadores que possuem apreço por Cathay, Kislev e Tzeentch quanto aqueles que simplesmente se animam com novos oponentes a serem enfrentados no mapa do título. 

Como já é costume, os novos personagens podem ser usados tanto na campanha O Reino do Caos quanto em Impérios Imortais, seguindo seus próprios objetivos. Yuan Bo, por exemplo, deverá construir um Fulcro Astromântico em quatro locais distintos do mapa, energizando a Bússola Wu Xing e fortalecendo o domínio de Cathay na campanha. 

Já o Transmorfo precisa semear a discórdia por meio de tramas, pequenos objetivos individuais que podem variar desde destruir algumas facções até estabelecer alianças estratégicas ou infiltrar-se em capitais inimigas; e Ostankya precisa encontrar seis pragas proibidas para desencadear sobre o mundo. A localização dessas maldições é revelada conforme se acumula mais Essência Espiritual, seja ao vencer batalhas ou realizar outros feitos consideráveis.

Adições significativas, mas nem tanto assim

Das três novas grandes adições que Shadows of Change traz, de longe a mais divertida de se controlar é a Mãe Ostankya. Ao verdadeiro estilo Baba Yaga, ao longo dos turnos a bruxa vai acumulando novos conhecimentos e se tornando capaz de realizar ações mágicas para afetar exércitos e regiões, beneficiando o jogador em sua campanha. 

O Transmorfo também é uma adição significativa, que deverá agradar aos jogadores mais experientes e que estejam em busca de novas mecânicas. Sua habilidade especial, chamada de Horror Disforme, o torna capaz de se transformar em outros Senhores Lendários e Heróis, inclusive tomando posse de seus poderes no campo de batalha. 

O único requisito para dominar uma transformação é que o Transmorfo deve primeiro derrotar os oponentes, formar uma aliança com suas facções ou concluir determinadas tramas para assumir formas distintas, aumentando consideravelmente o fator replay de uma campanha para outra. 

Quem destoa um pouco nesse cenário acaba sendo Yuan Bo. Na ausência de uma característica realmente marcante para o personagem, fiquei com a impressão que ele é a mais comum ou, devo dizer, rasa das novas adições. Pelo menos as novas unidades de seu exército são interessantes.

O elefante (ou dragão) na sala

Falando nas unidades em si, doze novas chegam a Total War: WARHAMMER III com este pacote adicional, aumentando as possibilidades de composição de exércitos para as facções Grande Cathay, Tzeentch e Kislev. Os destaques, para mim, foram os Leões de Jade e os Homens-Corvo de Ônix, pertencentes à frota inicial de Yuan Bo. Ambos se destacam no campo de batalha e podem ser usados em táticas defensivas e ofensivas.

Agora, creio ser necessário comentar sobre o elefante (ou dragão, aproveitando a temática do jogo) na sala. Nas últimas semanas, muitos jogadores criticaram o aumento de preço dos DLCs de Total War: WARHAMMER III, inclusive iniciando no Steam a prática conhecida como review-bombing

Aqui no GameBlast, não discutimos precificação em nossas análises, até porque essa é uma questão que envolve inúmeros fatores, mas convém ressaltar que, com base em minhas impressões durante o período que possuí para análise, Shadows of Change é o menos impressionante de todos os DLCs do game até agora.

A Forja dos Anões do Caos, por exemplo, adicionou uma nova facção, repleta de novas mecânicas, e 26 novas unidades; e o pacote Campeões do Caos também introduziu 4 Senhores Lendários e mais de 50 combatentes. Por mais que a Mãe Ostankya e o Transmorfo sejam divertidos, fica a impressão que este conteúdo poderia sim ter ido um pouco além.

No fundo, Shadows of Change ainda é mais de Total War: WARHAMMER III, e qualquer motivo para voltar a jogar um dos melhores títulos de estratégia no mercado já é válido, especialmente quando uma única campanha de Impérios Imortais pode oferecer mais horas de duração que muitos outros jogos inteiros. Mas, frente às controvérsias, é preciso deixar claro que aqueles que esperavam uma verdadeira revolução na gameplay não a encontrarão aqui. Quem sabe na próxima?

De volta ao Velho Mundo, sem muitas mudanças

Se o que você deseja são mais peças para o tabuleiro de suas campanhas em Total War: WARHAMMER III, Shadows of Change entrega isso com louvor, com novos Senhores Lendários que se encaixam perfeitamente no mapa do jogo e promovem horas de diversão tanto no Reino do Caos quanto em Impérios Imortais, lembrando constantemente que o terceiro e definitivo título deste crossover ainda continua perfeitamente viciante. 

Para um conteúdo que conta com a palavra “mudança” em seu nome, porém, convém temperar as expectativas. Mais que revolução, aqui temos adição, e a verdade é que já vimos melhores desde o lançamento do título.

Prós

  • A Mãe Ostankya e o Transmorfo são personagens interessantes e divertidos de se jogar, representando boas adições ao largo elenco do título;
  • As doze novas unidades apresentadas com o DLC são úteis e devem diversificar a composição dos exércitos de suas respectivas facções;
  • Como é padrão da série, oferece grande fator replay.

Contras

  • Considerando a quantidade de conteúdo, é o menos impressionante DLC do jogo até o momento;
  • Provavelmente não irá agradar a quem desejava novidades mais significativas ou abundantes.
Total War: WARHAMMER III - Shadows of Change — PC — Nota: 7.5
Revisão: Davi Sousa
Análise produzida com cópia digital cedida pela SEGA

é bacharel em Produção Cultural pela UFF e estudante de Comunicação Social pela FSMA. Na infância, ganhou um Super Nintendo dos pais e, desde então, nunca mais deixou o mundo dos games. Ainda sonha em ser um Mestre Pokémon.
Este texto não representa a opinião do GameBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.