Análise DLC

Análise: Hot Wheels Unleashed - Monster Trucks Expansion (Multi) tem potência, criatividade e curvas bem fechadas

O pacote traz adições com feras automotivas, pistas novas e mais um leque de possibilidades de criação.

Hot Wheels Unleashed conseguiu trazer para os consoles a mesma diversão da vida real de brincar com carrinhos em miniatura em pistas malucas construídas pela casa. Logo, assim como no nosso mundinho de verdade, já era de se esperar novas expansões com veículos, pistas, armadilhas e temas.

Se no primeiro grande pacote a aposta foi na segurança que o universo do Batman oferece, o segundo foi um pouco mais ousado. Monster Trucks Expansion adiciona cinco monstros automobilísticos que ampliam ainda mais os horizontes do título.

Bruto, rústico e sistemático

Como o nome já denunciou, essa expansão traz os seguintes veículos: Race Ace, Bone Shaker, Tiger Shark, HW Demo Derby e 5 Alarm. Todos eles são monster trucks, com rodas largas e muito mais proeminentes que as dos demais carangos que já estavam disponíveis.

Apesar de uma levíssima diferença na frenagem e aceleração entre eles, todos se portam da mesma maneira, o que tem suas vantagens e desvantagens. Como já é de se esperar, é muito mais difícil fazer curvas com eles do que com os bólidos convencionais, mas isso é compensado pela capacidade deles de passar tranquilamente pelas armadilhas, como teias de aranha e barreiras, sem sofrer desaceleração, o que dá uma vantagem considerável nas retas.

Entretanto, não dá para deixar de sentir falta de usar esse peso todo nos adversários, pois as colisões com carros menores têm resultados como se ambos tivessem o mesmo tamanho. Nem parece que estamos no volante de um caminhão monstro. Outra desvantagem é que a aterrissagem deles após longos saltos é bastante esquisita, quase sempre resultando em uma derrapada fora de hora.

Um último detalhe, até que bastante divertido, é que cada um dos caminhões tem um efeito sonoro ao utilizar o turbo. O Bone Shaker, por exemplo, emite um forte acorde distorcido de guitarra, e o 5 Alarm dispara sons de sirene, já que é um caminhão de bombeiro. É algo sutil, mas que torna o uso deles mais interessante.

Luzes, câmera… olha a pedrada!

Além dos novos carros, a Monster Trucks Expansion traz mais alguns itens, como visuais para decoração da garagem, um cenário novo para montagem de circuitos e novas pistas no inédito Stop Motion Studio. Esses novos circuitos abrem uma série de desafios no modo City Rumble, além de estarem disponíveis para ser escolhidos nas corridas rápidas e online.

A questão é que os cinco trajetos adicionais possuem um desenho que pode ser confuso para quem pegou o jogo agora e ainda não se acostumou com o fato de que algumas fusões entre pista e ambiente podem embaralhar um pouco nosso senso de direção. Outro fator que precisa ser salientado é que essas etapas trazem justamente o calcanhar de Aquiles dos monster trucks, que são as curvas acentuadas.

Fatalmente, é muito mais provável escolher para as corridas os carros que já usamos em outras provas e estamos acostumados com seus pontos de frenagem e quantidade de turbo. Isso não chega a ser um erro ou defeito, mas também não dá para ignorar que faria mais sentido construir circuitos que conversassem mais com a dirigibilidade dos caminhões.

Fora esse ponto específico, as cinco pistas adicionais são bastante desafiadoras e sempre vai bem uma variada no layout depois de ter decorado as outras 50 disponíveis (eu mesmo garanto que memorizei pelo menos metade).

O destaque delas fica por conta do obstáculo que foi introduzido para atrapalhar a vida dos pilotos de miniaturas. Se os caminhões passam por cima de barreiras e teias de aranha, então por que não jogar uma pedra neles?  As rochas presas em cordas, como se fossem pêndulos, são uma adição bem-vinda à extensa galeria de armadilhas e fazem qualquer um pensar duas vezes antes de sair acelerando em uma reta, pois nem sempre dá para desviar.

A única reclamação que eu mantenho é que as expansões também poderiam trazer algumas músicas novas, que acompanhassem a temática. A trilha sonora ainda é repetitiva demais.

A coleção nunca acaba

Monster Trucks Expansion consegue adicionar ainda mais diversão à experiência-base de Hot Wheels Unleashed por ampliar a capacidade de criação do jogador e o rol de miniaturas famosas, com um pouco mais de personalidade que o pacote anterior. Entretanto, também é um tanto quanto esquisito o fato de que é mais satisfatório jogar com os carros novos nas pistas antigas e com os carros antigos nas pistas novas.

Prós

  • Os monster trucks conseguem renovar bem a garagem, que só contava com veículos esportivos;
  • Os novos circuitos são bonitos e criativos;
  • Novas missões no modo City Rumble;
  • A armadilha de pedra é bem pentelha, o que mostra que ela cumpre bem o seu papel;
  • Mais uma versão do Bone Shaker nunca é demais.

Contras

  • Parece que o tema das pistas não combina com as características dos caminhões;
  • A pilotagem dos novos carros é um pouco estranha em alguns momentos;
  • Os caminhões não têm vantagem de peso e tamanho em relação aos veículos comuns;
  • A trilha sonora ainda é repetitiva e não recebeu nenhuma atenção.
Hot Wheels Unleashed - Monster Trucks Expansion — PC/PS4/PS5/Switch/XBO/XSX — Nota: 7.5
Versão utilizada para análise: PS4
Revisão: Davi Sousa
Análise feita com código cedido pela Milestone

é amante de joguinhos de luta, corrida, plataforma e "navinha". Também não resiste se pintar um indie de gosto duvidoso ou proposta estranha.


Disqus
Facebook
Google