Jogamos

Análise: Hot Wheels Unleashed (Multi) — A brincadeira com carrinhos evoluiu

Escolha sua miniatura favorita, deixe ela com a sua cara e se aventure nos circuitos mais absurdos possíveis.

Existem hobbies que começam como uma diversão na nossa infância e que acabamos levando para a vida adulta, como o colecionismo. Dentre diversos itens que são alvo dessa paixão, um dos mais notórios são as miniaturas de metal da Hot Wheels. Nas mais diversas cores e formatos, os carrinhos se tornaram mais que meros brinquedos, marcando seu nome na cultura pop. Logo, não seria incomum que a linha de produtos migrasse para outras mídias, como os jogos.

Hot Wheels Unleashed (Multi) é um tiro certeiro no coração dos entusiastas tanto das miniaturas quanto dos jogos de corrida. Não achem que por se tratar de uma linha de produtos focadas em crianças Unleashed é algo mais tranquilo ou até “bobo”. Aqui a brincadeira é para gente grande.

Engenharia de plástico

Por mais que os pequenos bólidos sempre sejam o foco de tudo, em Unleashed temos que dar o devido valor para a construção das pistas também. Ao todo existem 45 circuitos, divididos em cinco áreas diferentes: Porão, Garagem, Pista de Skate, Campus Universitário e Arranha-céus. Essas áreas se referem ao ambiente onde os trajetos são construídos e isso influencia diretamente no meio da corrida. Inclusive, é possível customizar o Porão do jeito que quisermos, para passar a impressão de que fizemos essas obras de arte em plástico e metal em um cômodo da nossa casa.

Agora, imagine que você ficou sem peças para terminar de construir seu percurso dos sonhos. Sem problemas! A ação continua por debaixo da mesa, em cima do sofá, dentro da tubulação ou no meio de uma construção. Toda a loucura das curvas fechadas, loopings insanos e armadilhas é justificada com muita criatividade. Sim, eu disse armadilhas.

Não seria uma pista Hot Wheels sem alguns entreveros para dificultar a vida do piloto. Irão aparecer no meio do seu caminho coisas simples, como barreiras para diminuírem sua velocidade e ventiladores laterais que te jogarão para uma extremidade sem borda da pista. Entretanto, existem aparatos mais sofisticados que te darão uma bela dor de cabeça, como separadores de trajeto, cabeças de cobra que tentam impedir que você prossiga e aranhas que cospem teias para retardar seu carro. E por mais que dê para escapar, elas quase sempre acertam, então prepare-se para se irritar muito.

Além disso, existem dois tipos de percurso. A maioria deles é o que encontramos tradicionalmente, com três voltas. Alguns outros, mais extensos, apenas possuem um ponto de partida, que varia entre um grid normal e a cabeça de um tiranossauro rex, e uma linha de chegada, que pode ser tanto a tradicional faixa quadriculada quanto uma espiral ascendente dentro de um vulcão.

Um detalhe um tanto quanto perceptível é que alguns percursos têm trechos bem parecidos, principalmente os mais longos. Como eles tentam ser extremamente variados em questão de dimensão e proporção, é até normal que exista um pouco dessa sensação de repetição de padrões, principalmente nos trechos com muitas curvas consecutivas ou com rotas alternadas por espaços no ambiente.

Se mesmo com toda essa variedade de pistas você não se der por satisfeito, é possível criar seu próprio trajeto, o que é praticamente um sonho de criança. Escolha o ambiente e deixe a imaginação fluir até onde der. Entretanto, a parte de customização é um pouco confusa, principalmente no que diz respeito à colocação de loopings, que nem sempre é possível, independente da orientação que a construção siga. Apenas é mostrado que não dá para colocar a parte ali por causa do tamanho, mesmo que não tenha nada no caminho.

Completando a coleção

O que seria de um jogo de Hot Wheels sem ter uma larga variedade de carrinhos para aproveitarmos, não é mesmo? São mais de 70 veículos diferentes, divididos por raridades: comum, raro, lendário, Super Treasure Hunt e secreto. Estão disponíveis máquinas reais como Camaro, El Camino, Mini Cooper, Mustang e Dodge Ram; designs originais e únicos já consagrados da marca, como Bone Shaker, Sharkcruiser, Street Wiener e Buns of Steel; e até aqueles que são inspirados em personagens famosos, como o Batmóvel, a van das Tartarugas Ninja e o DeLorean modificado de De Volta para o Futuro. Todos os integrantes da garagem já foram lançados em coleções reais, alguns inclusive são parte de catálogos antigos, da década de 1970.

Entretanto, para consegui-los é necessário abrir caixas-surpresa, e ganhar itens baseados na aleatoriedade é tão frustrante quanto ir até o shopping e só encontrar miniaturas repetidas na gôndola. Cada caixa custa uma quantia de moedas e, mesmo com poucos carros no inventário, as chances de virem repetições são muito grandes, o que é um pouco frustrante. Também é possível comprar alguns específicos em ofertas limitadas, que são renovadas de tempos em tempos, porém nelas só podem ser encontrados carros comuns e raros. Os Super Treasure Hunts, assim como na vida real, só podem ser conseguidos na base da sorte e são dificílimos de serem obtidos. Já os secretos podem ser adquiridos como prêmios após completarmos algumas missões. 

A raridade de cada veículo influencia em seus atributos, como velocidade, aceleração, poder de frenagem, manobrabilidade e até na quantidade de turbo que ele possuirá. Cada um pode ser evoluído com engrenagens, o que faz sua raridade subir. Porém, só pode ser feito até o escolhido atingir o status de lendário e, caso nós tiremos uma duplicata do carro evoluído, ele virá com a raridade base.

Podemos derreter as miniaturas que não queremos, ou que estejam duplicadas, para conseguir engrenagens ou dinheiro. É uma maneira de não ter tantos nomes repetidos, mas talvez fosse mais útil se pudéssemos fundir o que já temos de igual para obtermos uma evolução mais direta e rápida, mas ainda assim é um esquema que funciona para usarmos os veículos mais lentos.

Agora, se maximizar os atributos do seu favorito não é o bastante, prepare-se para realizar o desejo de muitos colecionadores por aí: é possível personalizar a sua caranga e deixá-la com a sua cara. Assim que acessamos a opção de customização, temos plena liberdade de escolher as cores do chassi, do interior, da parte de baixo, do interior, do vidro, das rodas e dos pneus. Também é possível escolher o material de cada parte, o que incide diretamente na pintura, dando aspecto metalizado, esmaltado ou plástico, e colocar diferentes adesivos, assim como as diversas variantes que encontramos de um mesmo item nas lojas. As criações podem ser compartilhadas com diversos usuários em rede, assim como também é possível baixar as ideias de outros jogadores.

Quanto à jogabilidade, os controles de Unleashed conseguem mostrar a diferença entre os mais rápidos e os mais lentos de maneiras bastante convincentes. Lembrando que se trata de carrinhos de brinquedo. Algumas coisas inaceitáveis em jogos de corrida mais tradicionais aqui se encaixam perfeitamente. 

Alguns exemplos: se um carro estiver muito lento em um looping, ele irá cair se o turbo não for acionado; veículos maiores e mais pesados, como ônibus e tanques, podem tombar facilmente dependendo do ângulo da curva; quando pulamos de uma rampa e erramos o ângulo, capotamos apoteoticamente, a ponto de ir parar em algum canto do cômodo, bem longe da pista; e, o meu favorito, se estamos mais rápido que o adversário a nossa frente, simplesmente empurramos ele, fazendo com que o coitado saia voando e fique para trás.

O agito da cidade

Hot Wheels Unleashed conta com opções de partidas rápidas locais, tanto para disputa solo quanto para um clássico multiplayer de tela dividida. Para quem quiser se aventurar em rede, é possível criar lobbies que suportam até 12 pilotos no grid. Como recebemos a cópia para análise antes do lançamento do jogo, não pudemos testar corridas online para saber quão bem os servidores suportariam as salas em sua capacidade máxima.

No entanto, o prato principal é o modo de missões, chamado de City Rumble. Nele, nós percorremos um mapa com 98 eventos, que se resumem basicamente a corridas normais e disputas contra o relógio. Existem também as plataformas secretas, que só são liberadas ao completarmos alguma prova com um veículo específico, e as corridas contra os chefes, que são etapas em pistas com condições especiais. Cada uma delas possui um objetivo primário e o objetivo Unleashed, que é um pouco mais difícil de ser alcançado, mas nada de outro mundo. 

Parece meio maçante, mas essas provas conseguem trazer um bom nível de desafio. A inteligência artificial não te dará trégua, mesmo na dificuldade mais baixa, e te obrigar a correr com um veículo determinado é interessante, pois ele geralmente é mais lento que os demais.

Outro destaque positivo são as provas específicas dos chefes. Ao todo são cinco e, por mais que sejam corridas tradicionais, elas possuem um tipo de armadilha específica que realmente colocará a pilotagem dos jogadores à prova. São as seguintes:
  • Nitro Bot: a pista está repleta de aceleradores que mudam de direção, inclusive dentro dos loopings. Após alguns segundos, elas irão se alternar, podendo causar um belo atraso na sua corrida;
  • Escorpião: diversas nuvens de veneno estarão pelo caminho e passar por elas irá drenar todo o seu turbo;
  • Iéti: O trajeto estará com algumas poças de gelo que sujarão os pneus e isso resultará em perda da direção por um instante;
  • Terrordáctilo: furacões ficam rodeando o percurso e, se você for pego por eles, sairá voando. Com sorte ainda ficará na pista, mas, no pior dos casos, será arremessado para fora dela;
  • Casa mal-assombrada: diversos fantasminhas aparecerão na sua frente e, caso encoste neles, manchas surgirão na tela, dificultando sua visão.
As situações das corridas dos chefes não são replicadas em nenhuma outra prova, o que faz delas desafios únicos e muito satisfatórios de serem vencidos. Mesmo com as metas simples impostas, o modo é divertido e, como ele sempre traz recompensas significativas, vale a pena jogá-lo totalmente.

A cada etapa vencida em City Rumble, ganhamos prêmios que variam entre itens de customização para pistas ou para o nosso porão, novos trajetos (pois a maioria está bloqueada de início) e carros específicos para liberarmos as plataformas secretas, o que ajuda muito para não depender da aleatoriedade das caixas-surpresa, além dos veículos secretos, como já citado. Também conseguimos moedas e as tais engrenagens após as provas.

A parte estranha desse modo está no menu de seleção de carros. Especificamente aqui, não é possível escolher a pintura desejada para colorir seu favorito. É necessário ir até o menu, entrar na coleção, fazer a alteração e aí retornar ao City Rumble. Não faz sentido, porque isso pode ser feito antes de uma partida rápida a qualquer momento.

Outra coisa um pouco incômoda são as telas de loading. Temos que passar por duas antes de cada corrida, entre a seleção do carro e a contagem inicial. É até um pouco demorado em alguns momentos, dependendo do tanto de elementos que a pista tenha.

Por fim, mais um contra é a trilha sonora. Algumas músicas tocam durante a corrida, mas são um tanto quanto genéricas e repetitivas. Elas são alternadas com alguns efeitos, como se estivéssemos trocando de rádio, mas às vezes acontece de tocar a mesma que acabou há pouco, parecendo que a canção não acaba nunca. 

Largada perfeita e chegada dominante

Hot Wheels Unleashed veio combinando perfeitamente um jogo de corrida desafiador e bem estruturado com o visual colorido e chamativo do universo já consolidado dos brinquedos. Colecionar as lendárias miniaturas, podendo inclusive customizá-las, e criar nossos próprios circuitos, sem nos preocupar em comprar infinitas expansões ou perder peças, é um deleite para quem sempre quis colocar sua criatividade para funcionar. Os defeitos existem, mas nem de longe impedem Unleashed de ser um título excelente.

Prós

  • Grande número de veículos;
  • Pistas criativas, bem variadas e com belos visuais;
  • Inteligência artificial bastante desafiadora sem ser injusta;
  • Corridas contra os chefes são bem trabalhosas e empolgantes;
  • Jogabilidade bastante distinta entre cada carrinho;
  • Diversas opções de customização.

Contras

  • Muitas telas de loading;
  • Músicas genéricas;
  • Falta de atalhos em alguns menus;
  • Dificuldade na customização de pistas;
  • É muito fácil conseguir carrinhos repetidos.
Hot Wheels Unleashed — PC/PS4/PS5/Switch/XBO/XSX — Nota: 9.0
Versão utilizada para análise: PS4
Revisão: Ives Boitano
Análise feita com cópia digital cedida pela Milestone


é amante de joguinhos de luta, corrida, plataforma e "navinha". Também não resiste se pintar um indie de gosto duvidoso ou proposta estranha.


Disqus
Facebook
Google