Rockstar Games tem interesse absoluto em continuar desenvolvendo jogos singleplayer, diz diretor de design

Mesmo com o sucesso do modelo online, estúdio não vai abandonar a abordagem singleplayer que consagrou as séries GTA e Red Dead Redemption.

Enquanto algumas empresas acreditam que o modelo de jogos multiplayer vai acabar dominando o mercado nos próximos anos e extinguindo de vez os singleplayer, outras corporações, dizem o contrário, e continuam comprometidas em apoiar tais experiências. As discussões envolvendo essas abordagens já são antigas e com a evolução tecnológica isso acabou ganhando mais força de 2017 pra cá. 

Em uma entrevista recente com a GQ Magazine sobre o novo conteúdo de GTA Online, o diretor de design da Rockstar Games North, Tarek Hamad revelou que embora o modelo multiplayer têm sido um sucesso contínuo e extremamente satisfatório para o estúdio, a Rockstar ainda tem interesse absoluto em continuar desenvolvendo jogos singleplayer, podendo integrar experiências solos e conjuntas como estão fazendo agora. O diretor cita o novo conteúdo de GTA Online que oferece uma mistura de conteúdos singleplayer e multiplayer.
"Com GTA Online: Heist, queremos respeitar as equipes e os jogadores que querem jogar em cooperação. Mas, ao mesmo tempo, também queremos permitir que somente um jogador tenha uma experiência válida. Há vantagens em ambos os modelos. Se você jogar sozinho, é mais fácil agir furtivamente. Já com vários jogadores, você pode dividir as tarefas. Acho que daqui pra frente vamos injetar mais elementos singleplayer em GTA Online".

Quando questionado se a Rockstar continuaria a contar histórias singleplayer exclusivas como foi GTA V e Red Dead Redemption 2, Hamad respondeu que "com certeza", enfatizando que o estúdio não deve abandonar a abordagem.

Recentemente, um documento interno da Sony revelou que os donos de consoles da marca PlayStation passam mais tempo em títulos de um jogador do que no online e completa que o modelo está prosperando positivamente.

Fonte: GQ Magazine


é entusiasta e apreciador de jogos mobile e de plataforma 3D com conceito artístico minimalista e narrativas de significado profundo. No GameBlast escreve notícias, análises, crônicas e especiais; no tempo livre produz roteiros autorais de séries e filmes. Também está aprendendo mais sobre Realidade Virtual, Computação Gráfica, Bioinformática, Psicologia Positiva e Neurociência, enquanto espera por Rayman 4.


Disqus
Facebook
Google