Vem aí

Prévia: Kingdom Hearts: Melody of Memory (Multi) será o primeiro jogo musical da famosa franquia de RPG

Sora, Pateta, Donald e companhia chegarão em um game rítmico que promete muito.

Spin-offs podem ser boas oportunidades para criar experiências totalmente novas com jogos já conhecidos. Entre muitos exemplos clássicos no mercado, temos um novo game desse tipo chegando em breve. Kingdom Hearts: Melody of Memory (Multi) será o primeiro título rítmico da famosa franquia de RPG de ação, trazendo desafios musicais que prometem muita diversão. Nesta prévia, vamos conferir um pouco sobre o que esperar desse jogo.

Nova abordagem para uma série clássica

A franquia que mistura elementos da Square Enix, sobretudo de Final Fantasy, com a Disney estreou no ano de 2002, no hoje saudoso PlayStation 2. Desde então, tivemos muitos títulos lançados para os mais diversos consoles, que acabaram construindo um extenso e rico universo. A cada novo game, novos e fantásticos elementos foram adicionados à história.
KH III foi um título bastante esperado
O último grande lançamento da série foi em 2019 com Kingdom Hearts III (PS4/XBO), que trouxe importantes conclusões para a convoluída história. A DLC Re Mind, lançada em 2020, amarrou algumas pontas que ainda tinham ficado soltas. Finalmente, chegamos a Kingdom Hearts: Melody of Memory, que chegará em 11 de novembro para PS4, Xbox One e Switch.
 
O novo título será uma experiência musical, contando com uma jogabilidade semelhante aos games rítmicos mais clássicos. A aventura será contada por Kairi, que além de recordar vários momentos marcantes da série, também terá a continuação da sua história vista em KH III e Re Mind. Ou seja, uma boa pedida para fãs mais antigos ou para jogadores mais casuais.
Re Mind deu destaque a outros aspectos de Kingdom Hearts
A produção de Melody of Memory foi dividida entre a Square Enix e a indieszero. Para quem não sabe, a segunda participou da produção de títulos da série Theatrhythm, que por sua vez trouxe games musicais baseados em RPGs como Final Fantasy e Dragon Quest. Logo, ela tem experiência em jogos rítmicos, sendo que os títulos já publicados foram bem recebidos.
 
Antes de avançarmos na prévia, vale lembrar que uma demonstração do game foi liberada em 15 de outubro. Ela traz uma boa amostra do que teremos na versão final do game, contendo quatro faixas na modalidade Field Battle e duas no modo cooperativo. Mesmo que o progresso na demo não possa ser aproveitado posteriormente, vale a pena para conhecer um pouco de Melody of Memory.

Uma série (que já era) musical

Kingdom Hearts é famosa por diversas razões: personagens carismáticos, ambientações fantásticas, boa jogabilidade, mecânicas divertidas e bem construídas... Quem já jogou um dos games, entretanto, sabe que a série também tem muita qualidade na sua trilha sonora. Logo, um spin-off musical realmente é uma possibilidade bastante natural.
Ação e ritmo em uma mistura muito especial
Embora a franquia tenha começado como um “mistura” dos universos Disney e Final Fantasy, a cada nova título tivemos um aumento considerável na quantidade e qualidade de conteúdo original. Essa variedade também se aplica as músicas, que puderam beber de três fontes ricas e diferentes.
 
Serão mais de 140 músicas diferentes e, mesmo que não haja nenhuma canção inédita, podemos esperar uma trilha sonora de peso. A jogabilidade promete ser igualmente boa, como pode ser conferido na demonstração. Para ter sucesso em cada partida e sua respectiva melodia, os comandos são relativamente simples: ao se aproximar dos inimigos, o jogador deverá apertar um (ou mais) botão(ões) no momento certo.
Conhecedores da franquia vão reconhecer canções famosas
Caso acerte, ele derrota o monstro (ou causa dano nos inimigos mais fortes) e aumenta o combo de pontos. As “batalhas” são travadas com três personagens simultaneamente, incluindo trios famosos da série como Sora, Pateta e Donald e Terra, Aqua e Ventus. A precisão no momento de apertar o botão pode garantir mais ou menos pontos, sendo que errar a nota faz o grupo perder vida.
Escolha seu trio favorito para partir para a ação
Certos tipos de inimigos irão exigir botões diferentes, incluindo apertos simultâneos ou enquanto um comando é mantido pressionado. O jogo promete ser bem acessível, contando com várias opções para tornar as partidas mais competitivas ou mais tranquilas, de acordo com o gosto do jogador. O modo cooperativo é mais um elemento bem-vindo, aumentando ainda mais as possibilidades de curtir Melody of Memory.

Produção de qualidade, mas sem maiores destaques

As imagens, os vídeos e a demonstração liberadas até agora apontam para visuais bonitos e cheios de carisma, marcas registradas da série. Entretanto, eles também deixam claro que não teremos um nível gráfico de ponta. Certamente a presença no Nintendo Switch, mais a proposta relativamente simples e voltada a uma jogabilidade mais concisa, acabaram limitando esse aspecto de Melody of Memory.
Algumas fases darão destaque a cutscenes de momentos da história da série
Não que os gráficos sejam de baixa qualidade; a questão é que eles visivelmente estão abaixo de Kingdom Hearts III, o título principal mais recente. Particularmente, os gráficos me passam a sensação de como seria um game da franquia produzido para PlayStation 3 ou Xbox 360 (com alguns toques das produções contemporâneas).
As partidas terão todo o charme da franquia
Seja como for, eles ainda atendem perfeitamente aos requisitos de um jogo musical e conseguem estar em um nível adequado de uma franquia tradicionalmente reconhecida pelo seus belos visuais. As cores, os efeitos luminosos e o simpático estilo KH irão permear cada partida, ficando pouco atrás da trilha sonora que promete muito.

Mais um capítulo de uma história complicada

Kingdom Hearts é conhecido, e eventualmente criticado ou até satirizado, pela sua história complexa. Embora o game prometa recontar a saga até aqui e ainda avançar um pouco mais, não creio Melody of Memory irá muito a fundo no enredo da franquia. Sendo um spin-off, acredito até que o “conteúdo inédito” irá ficar no campo da curiosidade, sem maiores reviravoltas.
A jovem protagonista será um dos destaques do game
Seja essa suposição verdadeira ou não, o fato é que ela pouco afetará o game. Afinal, a sua proposta musical é bem mais leve que os demais títulos, parecendo mais focada na jogabilidade do que na campanha em si. Como dito anteriormente, o modo história irá girar em torno de Kairi. Utilizando melodias especiais, a jovem irá revisitar memórias, que são ligadas a canções referentes aos títulos anteriores, utilizando a Gummi Ship.
Serão vários mundos para visitar
Cada música liberada poderá ser jogada livremente, sendo que elas virão de 47 mundos diferentes, incluindo vários originários do universo Disney. Além dos modos locais, que irão incluir batalhas especiais contra chefes, Melody of Memory trará opções online competitivas e cooperativas. Para um spin-off, realmente temos muito conteúdo e promessa de muita qualidade, mesmo que o impacto na história da série seja modesto.

Promessa de um game divertido e envolvente

Razões para que Kingdom Hearts: Melody of Memory (Multi) seja um ótimo título não faltam. O jogo rítmico tem a sua disposição trilhas sonoras de mais de 10 títulos diferentes, incluindo verdadeiros clássicos da indústria. Além disso, a franquia possui personagens e ambientações incríveis, perfeitos para ilustrar as mecânicas musicais que prometem ser divertidas e variadas. Seja você um fã da série ou um apreciador de um bom game do gênero, essa promete ser uma experiência obrigatória.
Kingdom Hearts: Melody of Memory – PS4/Switch/Xbox One
Desenvolvedor: Square Enix, indieszero
Gênero: Rítmico, Ação
Lançamento: 11 de novembro de 2020
Expectativa: 4/5
Revisão: Mariana Mussi S. Infanti

é redator de matérias sobre games desde julho de 2016 e um grande fã da décima arte, embora não tenha muito tempo disponível para ela. Seus games favoritos (que formam uma longa lista) incluem: Kingdom Hearts, Guitar Hero, Zelda, Crash, FIFA, COD, Pokémon, MvC, Yu-Gi-Oh, Resident Evil, Bayonetta, Persona, Burnout e Ratchet & Clank.


Disqus
Facebook
Google