Dicas e Truques

No Straight Roads (Multi) – Dicas para não desafinar e garantir um show de sucesso

Uma lista com conselhos e sugestões para curtir esse ótimo game musical.

Tal como conferimos na sua análise, No Straight Roads (Multi), ou NSR para encurtar, é um game divertido, que mistura os gêneros ação e musical. Mesmo tendo uma abordagem acessível, algumas mecânicas e recursos podem ser um pouco confusos e difíceis. Além disso, várias lutas podem ser desafiadoras se encaradas da forma errada. Logo, esta matéria especial irá trazer várias dicas para o jogador aproveitar o game ao máximo. Are you ready to rock?

Preste atenção nos ritmos das músicas

Mesmo que tu tenhas conferido a análise (caso não tenhas, por favor, faça isso agora), não custa lembrar uma das mecânicas mais importantes de NSR. As ações dos inimigos são (quase sempre) ditadas pelo ritmo das músicas que estão tocando. Ou seja, fique atento à batida para conseguir prever os movimentos e agir de forma mais precisa.

Dê atenção aos seus fãs

A quantidade de fãs da banda Bunk Bed Junction é muito importante, pois ela tem duas funções críticas: a primeira é liberar novas habilidades, que são divididas em árvores diferentes, e a segunda é possibilitar que essas habilidades possam ser compradas. Ou seja, procure sempre aumentar o número de apoiadores.
Existem várias formas de obter novos fãs. Elas incluem: consertar objetos quebrados utilizando recursos chamados qwasa, que são como pequenas baterias luminosas; vencer os chefes, procurando manter um bom desempenho no combate; conceder entrevistas na rádio localizada no esconderijo nos esgotos. Lembre-se que é possível enfrentar os vilões novamente para obter mais fãs.

Cole muitos adesivos

Conforme o jogador avança pela cidade de Vinyl City e explora suas áreas, ele irá encontrar adesivos de todos os tipos. No esconderijo da dupla nos esgotos, eles podem ser aplicados na guitarra de Mayday e nas baquetas de Zuke, concedendo reforços temporários como aumento de dano ou de defesa.
Eles também são divididos em níveis de intensidade, então procure sempre os mais poderosos. Adesivos podem ser encontrados escondidos nos cenários, como recompensas por consertar objetos e em máquinas de latas de refrigerante.

Pense bem ao escolher as habilidades

Tal como dito anteriormente, a quantidade de fãs permite a compra de várias habilidades. Dada a variedade disponível, a questão é qual delas escolher. Afinal, os recursos não são ilimitados e algumas opções podem ser bem caras. Como a decisão depende do estilo de cada um, deixo aqui sugestões que irão facilitar as primeiras escolhas.

Para Mayday, procure aumentar a quantidade de ataques a distância e o poder das transformações. Já para Zuke, sugiro as habilidades de parry e recuperação de vida. Finalmente, a banda Bunk Bed Junction (cujas modificações afetam a dupla) tem uma opção de pulo duplo e habilidades de recuperação de vida em caso de dano fatal.

Vasculhe cada cantinho dos cenários

Vinyl City e seus belos territórios estão repletos de cantinhos, passagens e coisas a descobrir. Logo, explore cada pedaço da cidade musical, sempre em busca de qwasas, objetos para consertar, adesivos e outras surpresas interessantes. Algumas áreas somente serão acessíveis com um determinado nível de transformação, então vasculhe tudo ao obter novos níveis.

Use o tempo a seu favor

As lutas contra os chefes não têm requisitos obrigatórios de tempo. Além disso, a barra de especial da dupla é recarregada conforme ele passa. Logo, esperar um pouco antes de sair lutando pode ser interessante para poder ativar habilidades poderosas, inclusive que possam recuperar a vida. Uma boa oportunidade é logo antes da luta, depois de passar pelas seções de plataforma.

Lembre-se, entretanto, que o tempo necessário para ganhar de um chefe afeta a nota ao final da fase. Embora isso vá diminuir um pouco os pontos, essa espera pode ser vital para estar bem preparado para as lutas. Ficar desviando durante as batalhas também pode ser uma boa alternativa para dar tempo de a barra de especial recuperar.

Não tenha medo de reiniciar as partidas

No Straight Roads é, basicamente, uma sequência de batalhas contra poderosos artistas da música, intercaladas por pequenas seções de plataforma. A dificuldade é bastante razoável mesmo no nível normal, sobretudo nos combates com os chefes. Por isso, caso o jogador cometa alguns erros e perca muita vida logo de cara, vale a pena reiniciar a partida.

Utilize o sistema de parry

Durante as lutas contra os inimigos, sejam eles chefes ou não, alguns ataques disparados contra Zuke e Mayday possuem a coloração roxa (dependendo da iluminação, o tom pode ficar mais próximo do rosa). Caso o jogador consiga acertar esse golpe no momento certo, ele realiza um parry, uma espécie de contra-ataque bastante poderoso.
Procure aproveitar cada uma dessas oportunidades, frisando que o baterista Zuke é o mais recomendado para esse tipo de movimento. Mas cuidado: aprenda o ritmo dos ataques passíveis de parry para evitar tentar rebater golpes normais e sofrer danos desnecessários.

Ative os equipamentos sempre que possível

Esta dica vale principalmente para as batalhas contra os chefes. Os cenários onde elas se desenrolam sempre irão contar com ferramentas e máquinas. É possível ativá-las com o poder de transformação da dupla, sendo que Mayday obtém itens de ataque e Zuke de defesa. Fique atento a qual for a melhor opção e utilize-os sempre que possível.

Equilibre ataque com defesa

Tal como esperado da sua proposta musical, No Straight Roads é um jogo rítmico. Logo, o jogador precisa saber ir com o fluxo, mantendo uma postura equilibrada de ataque e defesa. Não adianta tentar ir pra cima sem nenhum cuidado, assim como não é recomendado ficar só fugindo do combate. Analise os padrões de movimentos dos chefes e só ataque quando eles estiverem com a guarda aberta.

Caso contrário, foque nas esquivas, na recuperação da vida e nas transformações das ferramentas e máquinas. Nunca esqueça que é possível alternar livremente entre Mayday e Zuke (com um pequeno cooldown entre as trocas). Rolar e pular também são ótimos recursos para escapar de ataques inimigos e ficar livre para revidar.
E aí, leitor? Curtiu as dicas para No Straight Roads? Ou ficou faltando alguma? Deixe o seu comentário.

Revisão: Ives Boitano

é redator de matérias sobre games desde julho de 2016 e um grande fã da décima arte, embora não tenha muito tempo disponível para ela. Seus games favoritos (que formam uma longa lista) incluem: Kingdom Hearts, Guitar Hero, Zelda, Crash, FIFA, COD, Pokémon, MvC, Yu-Gi-Oh, Resident Evil, Bayonetta, Persona, Burnout e Ratchet & Clank.


Disqus
Facebook
Google