Blast from the Past

Star Wars: Episode III – Revenge of the Sith (PS2/Xbox) é o fim de uma trilogia no cinema e nos games

Relembre um dos últimos jogos diretamente baseados nos filmes da famosa ópera espacial criada por George Lucas neste Star Wars Day. #Maythe4th

Em 2005 o cinema recebia a conclusão da, até então, nova trilogia de Star Wars. Episódio III – A Vingança dos Sith se tornou o elo que conecta a trilogia clássica (1977 a 1983) com as prequelas, que começaram a ser lançadas em 1999. Também foi a última vez em que George Lucas trabalhou no cinema com Star Wars antes da aquisição da propriedade intelectual pela Disney em 2012.




Naquela época, ainda era comum recebermos jogos diretamente baseados nos principais filmes do cinema, e com Star Wars não poderia ser diferente. Com o lançamento no mesmo ano de Star Wars: Episode III – Revenge of the Sith para PlayStation 2 e Xbox, receberíamos também o último jogo adaptado de um filme da mundialmente famosa saga espacial.

Não muito tempo atrás, nesta mesma galáxia…

Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith foi lançado mundialmente nos cinemas em 19 de maio de 2005. No terceiro filme da agora chamada trilogia das prequelas, a trama mostra como Anakin Skywalker mergulhou no lado sombrio da Força, acarretando em sua derradeira transformação no icônico vilão Darth Vader. O filme era esperadíssimo pela comunidade fã da franquia por ser o elo com a trilogia clássica, o que foi percebido na louvável bilheteria de abertura nos cinemas, arrecadando mais de 100 milhões de dólares só no primeiro fim de semana nos Estados Unidos.


Mundialmente, o filme faturou quase US$ 870 milhões e foi a segunda maior bilheteria do ano, ficando atrás, apenas, da adaptação para o cinema de Harry Potter e o Cálice de Fogo.

Se você tem cerca de 30 anos de idade, deve se lembrar que era bem comum, desde o saudoso Atari, o lançamento de jogos diretamente baseados nos filmes da época, e com um dos grandes lançamentos do ano não poderia ser diferente. O engraçado é que muitos desses jogos eram lançados antes da estreia dos filmes no cinema, e com Episódio III não foi diferente. Em 5 de maio de 2005, foram lançadas as versões para Game Boy Advance, Nintendo DS, PlayStation 2 e Xbox de Star Wars: Episode III – Revenge of the Sith.


As versões para os portáteis da Nintendo foram distribuídas pela Ubisoft e eram bem semelhantes, com a versão para DS tendo como atrativo uma melhor qualidade nas músicas e fases adicionais totalmente em 3D. As versões para PlayStation 2 e Xbox eram idênticas e é sobre estas que vamos falar hoje.

Trocando a pipoca pelo controle

Star Wars: Episode III – Revenge of the Sith (PS2/Xbox) é um jogo de ação em 3D com uma jogabilidade estilo hack ‘n’ slash – mas não tão frenético como Devil May Cry 3, lançado no mesmo ano – distribuído e desenvolvido pela LucasArts em parceria com um estúdio chamado The Collective. Com 17 níveis jogáveis no modo single player, o jogador alterna entre Anakin Skywalker e Obi-Wan Kenobi, revivendo todos principais momentos exibidos no filme, desde o resgate do Chanceler Palpatine pelos Separatistas, passando pelos conflitos das Guerras Clônicas em Kashyyyk, e o fatídico “duelo dos destinos”, em Mustafar, entre Vader e Obi-Wan.


Uma das coisas mais legais do game são as cenas do filme exibidas durante as fases, mesclando-se com cenas do próprio jogo para adaptar a ação da película com a dinâmica do game. Numa época em que ninguém ligava muito pra spoilers, isso era um prato cheio para quem estava sucumbindo ao lado sombrio da ansiedade querendo assistir logo ao filme nos cinemas.



Durante os intervalos entre as fases, o jogador utiliza pontos de experiência acumulados durante o jogo para aprimorar técnicas ofensivas, defensivas e habilidades com a Força, aumentando a versatilidade dos heróis no combate. O desempenho do jogador durante as fases, como realizar combos mais longos, determina uma quantidade maior de pontos que podem ser obtidos.


Cada fase conta com alguns objetivos específicos que também premiam o jogador com pontos de experiência adicionais e o desbloqueio de itens de galeria e missões extras para jogar com outros personagens, como Mestre Yoda, General Grievous e até Darth Vader.


Essas versões do game contam ainda com modos multiplayer cooperativo e competitivo, com missões específicas para dois jogadores e um modo duelo com vários personagens jogáveis para escolher e jogar contra um amigo ou mesmo o computador.

E se…

Mas uma coisa interessante que a LucasArts fez no game foi a adição de um nível adicional após a última fase da campanha, fazendo com que o game tivesse dois finais. Depois do nível da batalha final, que segue o mesmo roteiro do filme, com Obi-Wan vencendo o duelo contra Vader, um nível adicional é liberado para jogar a mesma batalha, mas desta vez na pele do corrompido Anakin Skywalker.


Ao escolher jogar como Vader, o duelo é vencido pelo Sith, que executa Kenobi na famosa cena em que o mestre Jedi salta para terra firme e diz: “It’s over, Anakin! I have the high ground!”. Após vencer, Vader parte para se encontrar com seu novo mestre. O agora Imperador congratula seu aprendiz pelo feito e o presenteia com o característico sabre de luz vermelho do vilão. Vader então assassina friamente seu novo mestre e assume seu lugar na instauração do novo Império.


O fim de uma era nos games

Star Wars: Episode III – Revenge of the Sith marcou o fim dos jogos diretamente baseados em filmes da franquia. Antes do fechamento da LucasArts, ainda tivemos os jogos da série The Force Unleashed, que até antes da aquisição de Star Wars pela Disney eram canônicos. Desde então, Star Wars passou a ser licenciado para uso por outros estúdios, como nos jogos da série LEGO, que até são baseados diretamente, mas se permitem adaptar muita coisa para se adequar à dinâmica e linguagem que passam, e os títulos lançados pela EA, como a série Battlefront e o mais recente Star Wars Jedi: Fallen Order (Multi).


Você jogou A Vingança dos Sith? Conhecia esse game? Deixe sua opinião nos comentários sobre este ou outros de seus jogos favoritos de Star Wars. Que a Força esteja com você e um feliz #StarWarsDay.

Revisão: Ives Boitano

Tecnólogo em Gestão Ambiental, produtor do BlastCast e sincero até demais. Jogador casual de muitos e hardcore em poucos. Adora jogos multiplayer que causam discórdia e fogo no parquinho. @XelaoHerege

Comentários

Google
Disqus
Facebook