As maiores rivalidades em lançamento de consoles - Parte IV: “A Revolução dos Controles”

Os consoles da sétima geração trouxeram para os jogadores experiências inovadoras com partidas online, captura de movimentos e versões mais compactas de hardware.


O novo capítulo da série “As maiores rivalidades em lançamento de consoles” vai apresentar como os videogames mudaram sua forma de interação com os jogadores. Controles que respondiam ao movimento, partidas online e franquias de peso foram fatores que marcaram essa geração.

Microsoft, Sony e Nintendo lançaram consoles de mesa que foram concorrentes entre os anos de 2007 e 2014, quando a geração seguinte iniciou. Foi nesse momento que a Nintendo voltou a ser protagonista com seu console, seguida por Sony e Microsoft em uma disputa acirrada. As três empresas investiram alto para atrair mais jogadores para suas plataformas por meio de conteúdo online, bons jogos e interatividade.

Essa geração se inicia com o lançamento do Xbox 360, da Microsoft, um ano antes dos concorrentes. Em seguida, a Sony lançou o Playstation 3 e alguns dias depois o Wii, da Nintendo, chegou ao mercado. E assim começou a disputa que rendeu novas tecnologias e muita diversão para os jogadores.


Microsoft Xbox 360 - Conectividade acima de tudo

A Microsoft lançou o Xbox 360 em 16 de novembro de 2005 nos Estados Unidos e, em dezembro do mesmo ano, no Japão. O novo console vinha com muitas inovações, mas a que mais se destacou foi a presença dos serviços online. O videogame trouxe uma série de aplicações que não eram comuns em consoles como, download de jogos, atualizações frequentes de sistema e serviços de streaming.

Esse conjunto de serviços fazia parte da Xbox Live, serviço que foi lançado na geração anterior e que foi aprimorada para o novo sistema. A plataforma também popularizou o sistema de conquistas nos jogos, que permanece até hoje. Nele, os títulos contam com tarefas opcionais, às vezes não relacionadas diretamente ao progresso principal, e a cada meta atingida o jogador recebe uma pontuação que fica registrada no seu perfil. Por conta do serviço online, os usuários podiam jogar à distância, o que fez com que a comunidade aumentasse.

Apesar das inovações, a Microsoft teve alguns entraves logo no lançamento do console. As três luzes vermelhas que acendiam no botão de liga/desliga - também conhecidas como luzes da morte - eram geradas por uma falha geral do hardware, o que fez com que muitos aparelhos parassem de funcionar. Por isso, a empresa teve que estender a garantia de muitos consoles para três anos e fazer reformulações no hardware para corrigir o defeito.

O Xbox 360 também ficou conhecido pelos seus periféricos. Controles diferentes, hard disks mais robustos e o Kinect foram alguns deles. Esse último merece destaque por ter sido notável na época em que foi lançado.

O Kinect era um sistema de câmeras que capturava os movimentos do jogador e era capaz de reconhecer comandos por voz. Estas informações eram utilizadas de diversas maneiras pelas aplicações: dançar, cantar, lutar, jogar boliche e até mesmo malhar era possível com o dispositivo. O equipamento foi uma resposta da Microsoft ao Nintendo Wii, que também respondia aos movimentos dos jogadores.

A produção do console foi descontinuada em novembro de 2016, contudo a Microsoft continuou dando suporte ao console. No Brasil, ele foi lançado e produzido oficialmente pela empresa. Garantia, assistência técnica autorizada e venda em grandes varejistas fizeram com que o Xbox 360 se tornasse um grande sucesso no país.


Sony PlayStation 3 - Da incerteza a jogos inesquecíveis

O sucessor do PlayStation 2 foi lançado em 11 de novembro de 2006 no Japão, e no dia 17 do mesmo mês nos Estados Unidos. A expectativa para a chegada do console era grande por causa do grande sucesso do PS2. Contudo, o lançamento do PlayStation 3 não foi o que a empresa japonesa estava esperando: o aparelho sofreu duras críticas quanto ao seu preço e a falta de títulos de peso em seu lançamento.

O videogame era vendido em duas versões, uma com 20GB de armazenamento e outra com 60GB. Ambas as versões era mais caras que os consoles concorrentes. Apesar do valor elevado, o PS3 trouxe inovações que foram bem vistas pelo mercado, como a implementação de Blu-Ray, retrocompatibilidade com o sistema anterior e a conexão com os portáteis PSP e PS Vita, lançados pela Sony.

O hardware do PS3 era complexo e robusto, o que gerou dois problemas: preço alto e dificuldade de programação. No primeiros anos da plataforma, a empresa tinha prejuízo de $ 306,85 dólares a cada unidade vendida. Levando em consideração que o valor no varejo era $499,00, esse era um montante alto, mesmo para uma empresa grande como a Sony.

Devido a esse prejuízo, foram lançadas duas versões mais simplificadas do sistema. O Playstation 3 Slim chegou em 2009, sendo uma versão menor, com menos consumo de energia e mais silencioso. Em 2012, foi a vez da versão Super Slim, que tinha melhorias no hardware, armazenamento maior e um pacote de jogos. Essas mudanças fizeram com que o console vendesse mais, chegando a superar as vendas do Xbox 360 no final da geração.

O PS3 também ficou conhecido pelas novas franquias de jogos como Uncharted e The Last of Us. Além disso, foi nessa geração que surgiram os serviços online Playstation Network, PS Plus e PS Store, ambientes que permanecem até hoje com partidas online, venda de jogos e conteúdos exclusivos. A plataforma também foi bem sucedida em dar continuidade a jogos de sucesso como God of War e Gran Turismo. A boa safra de jogos aliada às versões slim do console fizeram com que o sistema chegasse com uma boa avaliação quando foi descontinuado em 2017.


Nintendo Wii - Uma experiência divertida e inovadora

A Nintendo lançou, em 19 de novembro de 2006, o Wii, console que vinha com uma proposta bem diferente de seu antecessor GameCube e dos concorrentes da época. O videogame tinha a proposta de ser um aparelho com interação por meio do movimento do controle, tecnologia semelhante a dos SmartPhones de hoje. Com isso, a empresa japonesa não queria competir com Sony e Microsoft em configuração de hardware, mas sim em atrair um público maior. Ela foi bem sucedida com essa postura, pois o Wii se tornou um sucesso de vendas.

Juntamente a essa nova proposta de jogos, a Nintendo lançou o serviço online para o console, seguindo a tendência da época. O Virtual Console, que fazia parte dos serviços digitais, continha jogos de plataformas antigas como NES e Super NES. Dessa maneira, a empresa conseguiu atrair tanto jogadores antigos quanto novos para sua plataforma.

Os jogos também foram destaque no Wii, com versões de Mario, Pokémon e Metroid. O maior sucesso do console foi o Wii Sports, que vendeu 82,86 milhões de cópias ao redor do mundo. Super Mario Bros. e Mario Kart Wii também obtiveram grande êxito comercial. Portanto, a Nintendo conseguiu entregar ao público um console com um novo conceito e jogos de qualidade, mesmo com as inúmeras críticas sobre as capacidades técnicas limitadas do console.

No lançamento, o Wii tinha vinte e um jogos disponíveis e o valor dos jogos era inferior ao dos concorrentes. Esses foram outros fatores que atraíram uma diversidade maior de jogadores para a plataforma. Dessa maneira, percebe-se que o movimento da Nintendo para lançar o console foi bem planejado, uma vez que focou em aspectos que nenhum dos concorrentes possuíam na época. O Kinect do Xbox 360 surgiu para concorrer com Wii, contudo era um periférico que deveria ser adquirido à parte, o que diminuiu sua abrangência.

Unidades vendidas:

Xbox 360: 85,56 milhões
Playstation 3: 86,57 milhões
Wii: 101,18 milhões

A sétima geração trouxe para os jogadores experiências jamais vistas em larga escala, como a captura de movimentos e o acesso online. Contudo, o que se percebe é que a qualidade dos jogos foi fundamental para o sucesso de cada plataforma.

As evoluções trazidas pelos consoles dessa geração foram incorporadas e melhoradas na geração seguinte. Algumas ideias sobreviveram, outras foram abandonadas, mas essa é uma história para o capítulo final dessa série de matérias. Não percam a última parte de “As maiores rivalidades no lançamento de consoles” 

Revisão: Farley Santos

Confiram as matérias anteriores da série:

Referências:

A BRIEF history of: Nintendo Wii. Fun Stock Retro, 2018. Disponível em: <https://bit.ly/3dvYEYS>. Acesso em: 26 de mar. de 2020

WHAT is Playstation3 (PS3): History and Specs. Lifewire, 2019. Disponível em: <https://bit.ly/3dBMqhx>. Acesso em: 26 de mar. de 2020

THE HISTORY of the Xbox / Release. Digital Trends, 2020. Disponível em: <http://bit.ly/2Qppx6E>. Acesso em: 25 de mar. de 2020

Jornalista amante de games campanha com uma boa história e saudosista dos 16bits (especialmente da Sega). Curte uma jogatina degustando um bom achocolatado!
Este texto não representa a opinião do GameBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.


Disqus
Facebook
Google