CBLoL 2020: Flamengo e Vivo Keyd imparáveis, primeiro Pentakill e muito mais na semana 04

Alguém consegue segurar Flamengo e Vivo Keyd?

Após a pausa forçada pelas fortes chuvas que atingiram a cidade de São Paulo no início de fevereiro e o feriado de Carnaval, a Primeira Etapa do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) 2020 voltou neste final de semana. Além de marcar o retorno do campeonato, as partidas de sábado também fecharam o turno inicial da competição, com isso, as equipes começaram o domingo reencontrando os mesmos adversários da rodada de estreia. Os resultados até agora já criaram alguns blocos na tabela de classificação: enquanto Flamengo, Vivo Keyd e Prodigy se destacam na ponta de cima, INTZ, Redemption e KaBuM! correm para escapar do rebaixamento.

Confira, logo abaixo, o resumo de todos os jogos que acontecerem neste final de semana.



Fim da maldição do sábado

A paiN encarou a FURIA Uppercut para tentar acabar com a "maldição do sábado", já que, até então, a equipe havia perdido todas as partidas que aconteceram no primeiro dia dos finais de semana anteriores e vencido as realizadas nos domingos. O confronto começou com pouquíssimos abates e os dois times mais interessados nos objetivos, campo em que a paiN se saiu melhor, garantindo o primeiro Arauto e três dragões (Infernal, Oceano e Nuvens) contra apenas o segundo Arauto que acabou nas mãos dos Panteras.

Sem muitas lutas, aos 30 minutos o placar de abates marcava duas execuções a favor da paiN e apenas uma para a FURIA. A partida começou a se definir em uma escolha questionável dos Panteras, que focaram em derrubar a T2 do topo enquanto os adversários garantiam a alma do Dragão das Nuvens. Fortalecida pelo buff, a paiN derrotou o Barão e marchou para demolir os inibidores do meio e da rota inferior.

A FURIA tentou se defender, mas foi encaixotada dentro de uma boa luta que terminou com quatro de seus integrantes eliminados. Já dentro da base inimiga e com superioridade numérica, a paiN focou o Nexus, garantiu a vitória e deu fim ao tabu.



paiN — lado azul

Yang (Gangplank) — 0/0/4
SeongHwan (Sejuani) — 4/0/3
tinowns (Zoe) — 1/0/5
brTT (Kalista) — 2/1/3
Key (Taric) — 0/0/7

FURIA Uppercut — lado vermelho

Tyrin (Aatrox) — 0/1/1
Minerva (Jarvan IV) — 0/3/0
Anyyy (Diana) — 0/1/0
Alternative (Varus) — 1/1/0
Damage (Braum) — 0/1/1

Bans

paiN: Elise / Lucian / Senna / Azir / Vladimir
FURIA Uppercut: Le Blanc / Orn / Sett / Alistar / Yuumi
MVP: tinowns

Vivo Keyd implacável

A KaBuM! tinha a difícil missão de acabar com o bom momento da Vivo Keyd e os dois times começaram a partida trocando abates e objetivos pelo mapa. Enquanto os Ninjas ficaram com o Dragão Infernal, os Guerreiros levaram o Arauto. A primeira grande luta estourou quando a Keyd iniciou o segundo Arauto com os cinco jogadores, toda KaBuM! também partiu para o covil e o embate terminou com três eliminações para cada lado.

Outra team fight explodiu alguns minutos mais tarde, na rota do meio, e deixou os Ninjas com pouca vida. Aproveitando essa vitória, a Keyd foi atrás do buff da Montanha e a KaBuM!, ao invés de retornar para fonte e se recuperar, decidiu tentar contestar o objetivo. O resultado não poderia ter sido mais desastroso: um Ace para os Guerreiros, com um Quadra Kill do atirador Klaus, o dragão e caminho aberto para o Barão.

Com o Na’Shor, a Keyd derrubou as T2 do topo e meio, mas a KaBuM! se defendeu bem e afastou os invasores de perto da base. Esse pequeno triunfo dos Ninjas apenas adiou o inevitável, pois em uma luta confusa no meio, a Keyd aplicou outro Ace e garantiu mais um Barão. Era o empurrão que faltava para os Guerreiros se aproximarem do Nexus adversário, castigar a KaBuM! com mais um Ace e aumentar a sequência de vitórias.



Vivo Keyd — lado azul

Robo (Poppy) — 6/4/15
Grell (Karthus) — 6/3/10
NOsFerus (Syndra) — 4/3/9
Klaus (Ezreal) — 8/3/8
Professor (Yuumi) — 1/0/22

KaBuM! — lado vermelho

Parang (Sett) — 6/4/3
Wiz (Elise) — 1/6/10
Tutsz (Le Blanc) — 3/6/5
Disave (Aphelios) — 3/4/4
Ceos (Nautilus) — 0/5/4

Bans

Vivo Keyd: Senna / Thresh / Jayce / Kalista / Rakan
KaBuM!: Zoe / Orn / Lucian / Olaf / Ekko
MVP: Robo

Rivalidade em momentos distintos

Flamengo e INTZ fizeram as finais das duas etapas do CBLoL de 2019, com uma vitória para cada lado. Neste sábado, a rivalidade ganhou mais um capítulo, mas com os times em momentos completamente distintos. Enquanto o Fla é o líder isolado, a INTZ briga para escapar das últimas posições. O início da partida mostrou uma equipe Rubro-Negra dominante, garantindo o buff Infernal sem qualquer tipo de contestação e ainda roubando o Arauto que havia sido iniciado pelos Intrépidos.

A INTZ somente acordou depois de uma boa iniciação na rota do meio, que liberou o caminho para que iniciassem o Dragão da Montanha. O Flamengo acreditou que seria possível contestar o objetivo, mesmo tendo que encarar uma luta de 3x5, e acabou derrotado na team fight que terminou com um Triple Kill para o meio Envy. A jogada recolocou de vez a INTZ na partida, que passou a ditar o ritmo, colecionar abates pelo mapa e ainda levou o seu segundo dragão, um das Nuvens.

Apesar da vantagem, os Intrépidos não foram capazes de sufocar os adversários e, aos poucos, o Flamengo ia conseguindo se reorganizar. Quando se sentiram preparados, os Rubro-Negros partiram para o covil do Barão e conquistaram o buff, que ajudou na demolição do inibidor da rota inferior e na conquista da alma do Dragão das Nuvens. Muito mais forte, bastou o Flamengo encaixar uma ótima luta no topo para invadir a base inimiga, aplicar um Ace e destruir o Nexus.



Flamengo — lado azul

WooFe (Sett) — 4/4/5
Ranger (Rek’Sai) — 3/3/12
Goku (Syndra) — 8/3/10
Absolut (Ashe) — 5/2/10
Luci (Thresh) — 1/3/16

INTZ — lado vermelho

Tianci (Aatrox) — 1/5/7
Shini (Lee Sin) — 2/3/12
Envy (Zoe) — 6/4/6
Mills (Aphelios) — 4/1/8
Jockster (Blitzcrank) — 2/8/7

Bans

Flamengo: Gragas / Senna / Yuumi / Renekton / Nautilus
INTZ: Elise / Orn / Lucian / Varus / Xayah
MVP: Goku

Pentakill!

Prodigy e Redemption se enfrentaram na partida que marcou o primeiro Pentakill do CBLoL 2020. A PRG abusou de suas tradicionais rotações muito bem organizadas para criar vantagem no início, sendo dominante em relação aos objetivos. No entanto, mesmo estando na frente, a Prodigy não acelerava e mantinha a temperatura morna. A situação começou a esquentar em uma luta no rio, em que o topo fNb acertou um belíssimo ultimate com o seu Sett e abriu caminho para que a PRG aplicasse um Ace, com um Double Kill para o atirador Garo.

A vitória também garantiu o Barão e o terceiro dragão para a Prodigy. O buff do Na'Shor foi usado para ampliar o domínio da PRG no mapa, inclusive, liberando os Super Minions no topo. A RDP estava de costas para a parede e não tinha recursos suficientes para montar uma defesa sólida. Livre em Summoner's Rift para fazer o que bem entendesse, a Prodigy garantiu a alma do Dragão das Nuvens e o seu segundo Barão.

Sem ter como ser parada, a PRG invadiu a base da Redemption e em uma luta ao redor do Nexus o atirador Garo aplicou um impiedoso Pentakill, indo buscar o suporte Scuro já dentro da fonte. Depois bastou focar o Nexus e garantir a vitória.

Prodigy — lado azul

fNb (Sett) — 3/4/9
Yampi (Elise) — 5/4/11
Aloned (Orn) — 4/1/11
Garo (Aphelios) — 7/2/6
Wos (Rakan) — 0/1/15

Redemption — lado vermelho

Nyu (Gnar) — 1/3/4
BalKhan (Karthus) — 3/5/5
Krastyel (Sylas) — 3/6/3
Patrick (Ezreal) — 3/3/2
Scuro (Yuumi) — 1/2/8

Bans

Prodigy: Yasuo / Rumble / Zoe / Mordekaiser / Renekton
Redemption: Pantheon / Senna / Lucian / Nautilus / Thresh
MVP: Aloned

Outro patamar

Flamengo e paiN abriram o segundo turno da Primeira Etapa do CBLoL 2020, com os Rubro-Negros pisando no acelerador logo no início da partida. Além de um abate no topo, a equipe garantiu o Arauto e o Dragão das Nuvens. Quando o segundo Arauto surgiu, a paiN foi com os seus cinco jogadores para o covil. O Flamengo adotou a mesma estratégia e partiu completo para contestar o objetivo, a paiN sem saber se lutava ou fugia, foi fechada em uma luta desastrosa e sofreu três eliminações.

A vitória na team fight também garantiu o terceiro dragão para o Flamengo e a demolição da T1 do meio. A alma do Dragão Infernal veio depois de outra luta bastante demorada em torno do covil, em que a paiN, mais uma vez, se mostrou desorganizada e sem decidir se focava no objetivo ou perseguia os jogadores Rubro-Negros pelo mapa. Depois de um pick off sobre o caçador Ranger, a paiN tentou aproveitar a ausência do jogador adversário para iniciar o Barão. Mas, o Flamengo executou uma contestação perfeita dentro do covil, com quatro abates, sendo um Triple Kill do topo WooFe.

Com muita vantagem, o Flamengo invadiu a base da paiN e levou os três inibidores. Mas, ao invés de pressionar o Nexus, os Rubro-Negros optaram por fazer o Dragão Ancião e garantir 100% dos objetivos da partida. Sem muito o que fazer para se defender, a paiN apenas observou a avalanche Rubro-Negro destruir a base.



Flamengo — lado azul

WooFe (Sett) — 3/2/7
Ranger (Elise) — 3/2/7
Goku (Ekko) — 6/0/8
Absolut (Kalista) — 3/1/10
Luci (Volibear) — 3/3/10

paiN — lado vermelho

Yang (Gnar) — 4/5/2
SeongHwan (Jarvan IV) — 1/3/5
tinowns (Syndra) — 3/2/2
brTT (Ezreal) — 0/4/5
Key (Braum) — 0/4/5

Bans

Flamengo: Le Blanc / Zoe / Sejuani / Nautilus / Varus
paiN: Lucian / Orn / Senna / Ashe / Thresh
MVP: Goku

Briga dos desesperados

O sinal de alerta contra o rebaixamento já está ligado para Redemption e INTZ, que começaram a partida trocando eliminações pelo mapa. A vantagem inicial acabou pendendo para o lado dos Intrépidos graças ao maior foco nos objetivos — a equipe conquistou o primeiro Arauto e os dragões do Oceano e das Nuvens. No entanto, aproveitando um pick off sobre o caçador Shini, a RDP equilibrou o confronto ao levar o segundo Arauto e o seu primeiro dragão, um da Montanha. Depois de largar na frente, a INTZ foi perdendo força e entregando abates pelo mapa.

A Redemption não soube aproveitar o seu bom momento e foi permitindo que os Intrépidos voltassem para o jogo, principalmente, o topo Tianci e o meio Envy. Depois de uma boa luta por parte da INTZ na rota central, o caminho para o Barão ficou aberto. Com o buff nas mãos adversárias, a RDP fez o possível para se defender, mas viu os inibidores das rotas inferior e meio serem destruídos. A Redemption procurava uma boa team fight para tentar ganhar tempo, porém a INTZ não cometeu um segundo deslize na partida.

Os Intrépidos se organizaram em bloco, somente com Tianci no split push, e invadiram a base adversária. Após derrubar um a um os jogadores da RDP, a INTZ focou o Nexus e garantiu a vitória para continuar respirando no CBLoL.

Redemption — lado azul

Glowcore (Sett) — 0/6/5
BalKhan (Taliyah) — 9/7/4
Krastyel (Nautilus) — 3/2/6
Patrick (Miss Fortune) — 5/3/4
Scuro (Braum) — 1/3/9

INTZ — lado vermelho

Tianci (Camille) — 7/6/3
Shini (Rek’Sai) — 1/6/11
Envy (Zoe) — 10/1/2
Mills (Aphelios) — 3/0/6
Jockster (Thresh) — 0/5/9

Bans

Redemption: Gragas / Senna / Olaf / Aatrox / Mordekaiser
INTZ: Lucian / Yasuo / Orn / Pantheon / Syndra
MVP: Tianci

Caçando o líder

Empatadas no número de pontos, Vivo Keyd e Prodigy se enfrentaram para decidir quem terminaria o final de semana na segunda posição. Com suas rotações, a PRG conseguiu o primeiro Arauto e o usou no topo. Porém, a Keyd soube responder bem e aproveitou a brecha para que o atirador Klaus, sozinho na rota inferior, derrubasse a T1 e enchesse o bolso de ouro. Pouco depois, uma team fight estourou ao redor do dragão, quando a PRG iniciou o objetivo e foi pressionada pelos Guerreiros. A Keyd venceu a luta com quatro abates, sendo um Double Kill para Klaus. A situação só não foi pior para a Prodigy porque o caçador Yampi invadiu o covil e levou o buff da Montanha.

Enquanto o topo Robo estava no split push, atraindo a atenção dos adversários para a rota inferior, o restante da Keyd iniciou o Barão no escuro. Quando a Prodigy percebeu que o buff estava sendo executado, já era tarde demais. A Keyd ficou com o Na’Shor, coletou alguns abates nos arredores do covil e ainda derrubou o inibidor do meio.

Robo brilhou novamente minutos depois, quando quatro jogadores da PRG tentaram um pick off na parte superior do mapa. O topo da Keyd desviou de tudo e ficou vivo tempo suficiente para que seus companheiros chegassem, dando início a uma luta que terminou com um Quadra Kill para Klaus. Com o segundo Barão já presente em Summoner's Rift, a Keyd começou a enfrentá-lo e a PRG veio inteira para tentar parar. Porém, a chamada foi apenas uma armadilha e a dupla Robo e Klaus usou o teleporte para dentro da base adversária, focou o Nexus e conquistou a vitória.



Vivo Keyd — lado azul

Robo (Camille) — 7/3/2
Grell (Sejuani) — 0/1/9
NOsFerus (Zoe) — 3/1/13
Klaus (Aphelios) — 7/0/5
Professor (Tahm Kench) — 1/3/6

Prodigy — lado vermelho

fNb (Aatrox) — 1/5/3
Yampi (Lee Sin) — 0/5/7
Aloned (Syndra) — 4/1/3
Garo (Ezreal) — 3/4/4
Wos (Bardo) — 0/3/6

Bans

Vivo Keyd: Pantheon / Senna / Elise / Rakan / Thresh
Prodigy: Orn / Yuumi / Sett / Renekton / Poppy
MVP: Klaus

Orn imortal

A KaBuM! começou sendo pressionada pela FURIA Uppercut na última partida do final de semana. Os Panteras conquistaram abates e objetivos no início, fazendo com que a vantagem pendesse completamente para o seu lado. A situação começou a mudar com uma team fight que estourou na rota inferior. Depois de dar o engage e se organizar melhor, a KaBuM! garantiu três eliminações, sendo um Triple Kill para o atirador Disave. Os Ninjas centralizaram a atenção nos dragões e conquistaram dois buffs da Montanha, contra um Infernal e outro das Nuvens do lado adversário.

Quando a KaBuM! partiu para o seu terceiro Dragão da Montanha, a FURIA tentou responder no Barão. No entanto, os Panteras não tiveram força suficiente para conquistar o buff do Na'Shor e foram expulsos do covil pelos Ninjas. Momentos depois, a KaBuM! adquiriu a alma do Dragão da Montanha e mais três abates ao redor do covil. A team fight também abriu o caminho do Barão para os Ninjas. A FURIA não conseguia ultrapassar a barreira criada pelo topo Parang e seu Orn na linha de frente, com isso, acabava sempre na desvantagem em grande parte das lutas.

Com o Barão, a KaBuM! levou os inibidores do meio e topo, empurrando os adversários para dentro da base e ficando tranquila para iniciar o Dragão Ancião. A FURIA também partiu em direção ao covil para tentar evitar o pior, mas, aproveitando que a base inimiga estava desprotegida, Parang usou seu teleporte e começou a demolir as torres do Nexus. Dividida entre tentar o Ancião ou voltar para proteger o Nexus, a FURIA acabou sendo derrotada, jogador por jogador, e a KaBuM! garantiu a vitória.



KaBuM! — lado azul

Parang (Orn) — 0/1/8
Wiz (Kha'Zix) — 2/2/6
Tutsz (Zoe) — 2/3/6
Disave (Ezreal) — 9/1/3
Ceos (Braum) — 0/0/8

FURIA Uppercut — lado vermelho

Fitz (Sett) — 1/3/1
Sting (Lee Sin) — 3/2/3
Anyyy (Syndra) — 2/3/3
Alternative (Xayah) — 1/2/1
Damage (Nautilus) — 0/3/5

Bans

KaBuM!: Vladimir / Lucian / Senna / Aphelios / Kassadin
FURIA Uppercut: Elise / Thresh / Yuumi / Rek’Sai / Jarvan IV
MVP: Parang

É jornalista e obcecado por games (não necessariamente nessa ordem). Seu vício começou com uma primeira dose de Super Mario World e, desde então, não consegue mais ficar muito tempo sem se aventurar em um bom jogo. Diretor de Redação do Nintendo Blast.

Comentários

Google
Disqus
Facebook