Uma retrospectiva dos "jogos mais aguardados de 2019"

Vamos relembrar os resultados dos lançamentos desses títulos que foram esperados no ano que passou.

Listas de “os jogos mais aguardados” são muito comuns no mundo dos games ao final de cada ano. Mas, assim como vestir roupas brancas e pular sete ondas, essa tradição nem sempre é garantia de sucesso. Nesta matéria especial, vamos revisitar um Top 10 lançado por mim aproximadamente um ano atrás, onde tentei criar uma ordem para os possíveis jogos mais esperados de 2019. Com vários erros e alguns acertos, vamos começar essa viagem no tempo!

Os aguardados que deram certo

Começamos a nossa matéria com os jogos que alcançaram o sucesso. Embora tenha ficado só em nono lugar no Top 10, Mortal Kombat 11 (Multi) foi sem dúvidas um dos melhores títulos de 2019. O violento game de luta foi muito bem recebido por fãs e pela crítica, alcançando um nível de sucesso alto, tal como visto nos primeiros títulos da franquia.
"Flawless Victory!"
Com gráficos de ponta, jogabilidade excelente, grande quantidade de conteúdo e ótima história, o game hoje mostra que deveria ter sido mais aguardado do que outros. Logo depois dele, tivemos Crash Team Racing Nitro-Fueled (Multi), que igualmente mostrou uma produção caprichada e uma grande quantidade de conteúdo. Assim como na sua versão original, o game é divertido e desafiador na medida certa.
Mais um sucesso do marsupial mais famoso dos games
Trazendo de volta vários personagens e ideias clássicas da franquia, incluindo o visual do protagonista Dante, Devil May Cry 5 (Multi) foi reconhecido como um ótimo jogo de ação hack and slash. Seus maiores triunfos foram a boa quantidade e qualidade de combos e técnicas especiais para utilizar em ferozes combates, além de uma história interessante. Um quinto lugar no Top 10 que realmente valeu a pena.
Devil May Cry 5 trouxe a franquia para os holofotes novamente
Vencedor do The Game Awards como melhor jogo do ano, Sekiro: Shadows Die Twice (Multi) ficou em terceiro lugar na lista dos aguardados de 2019. E o seu sucesso foi mais do que merecido, pois o game tem gráficos belíssimos em uma ambientação japonesa feudal e ótimos desafios com lutas cheias de técnica e movimentos com espadas e lanças.
Combates de tirar o fôlego em Shadows Die Twice
Já em segundo lugar ficou Star Wars Jedi: Fallen Order (Multi). E ele realmente mostrou valer a pena por toda a espera ao contar a ótima história de Cal Kestis, um do Padawan tentando sobreviver em um perigoso universo que surgiu depois da fatídica Ordem 66. Apesar de alguns problemas técnicos, lutar com um sabre de luz e as habilidades Jedi nunca foi tão divertido.
Um jogo que fez jus a famosa franquia de filmes

Os aguardados que ficaram devendo

A retrospectiva passa agora para os jogos que pareciam merecer (e muito) a nossa paciência, mas que se mostraram fracos ou até mesmo decepcionantes. Days Gone (PS4) foi uma delas: sua proposta pós-apocalíptica, embora já bastante explorada, prometia muito. Somente após alguns adiamentos ele foi lançado, deixando claras as suas deficiências.
Days Gone foi uma das decepções de 2019
A história considerada rasa e o desempenho técnico pobre, entre outros pontos, levaram o título que ficou em sexto lugar no Top 10 de 2019 a ter pouco sucesso na prática. Já Anthem (Multi), que ficou em quarto lugar, teve uma trajetória mais conturbada. Também sofrendo adiamento, o game foi finalmente lançado com uma série de problemas.
Até hoje o game tenta decolar
A campanha foi considerada muito curta e o game ofereceu poucas opções para os jogadores continuarem engajados. Mesmo sendo divertido, os diversos problemas técnicos, como telas de carregamento longas e travamentos dos consoles, minaram ainda mais as chances do título.
Apesar dos resultados, ainda existe uma chance de vermos Shenmue IV no futuro
Em décimo lugar no Top 10, Shenmue III (PC/PS4) trouxe a continuação de uma história com hiato de 18 anos. E parece que, justamente por tentar ser a sequência de um predecessor tão “antigo”, o título foi criticado por ter mecânicas de jogo datadas e muitos elementos que mereceriam mais polimento.

Os aguardados que passaram na média

Começando os jogos “medianos”, temos o título que ficou em primeiro lugar dos mais aguardados de 2019. Pokémon Sword/Shield (Switch) tinha, assim como os demais jogos da série, uma expectativa altíssima, principalmente por ser o primeiro para um console principal da Nintendo. Afinal, ter todo o poder de processamento e a memória de um videogame mais avançado seria a oportunidade para o melhor game de Pokémon de todos.
Os dois títulos mais polêmicos da franquia principal de Pokémon
Infelizmente, o título, embora interessante, ficou longe da sua expectativa. Muitas polêmicas cercaram o lançamento e o início da vida do game, e as avaliações finais, tanto por parte da crítica quanto dos jogadores, foram de que Sword/Shield é um bom game de Pokémon. Entretanto, ele ficou devendo maiores aperfeiçoamentos técnicos, incluindo gráficos mais caprichados e campanha maior e mais envolvente.

Outro jogo que ficou na média foi Far Cry New Dawn (Multi), que ficou em sétimo no Top 10. O game foi uma espécie de continuação de Far Cry 5 (Multi) e, justamente por ser muito semelhante ao seu predecessor, acabou ficando devendo à franquia. Os tiroteios emocionantes e a exploração de belos cenários estão lá, mas sem um enredo interessante e com pouca inovação.
Ainda que um bom jogo, Far Cry New Dawn não trouxe nada de novo

Sucessos que não foram previstos

Por fim, chegamos à seção dos games que foram grandes destaques no ano de 2019, mas que não eram aguardados (na minha matéria, pelo menos). Para não exagerar na autocrítica, vamos nos limitar a cinco grandes títulos. Começamos com um battle royale que pegou muita gente de surpresa: Apex Legends (Multi). Com seus personagens carismáticos e mecânicas bem implementadas, o game até hoje se mantém entre os mais jogados do gênero.
Apex Legends recebe muitas atualizações e eventos
E tudo isso de forma gratuita e sem (muita) exploração para obter cosméticos e novidade. Astral Chain (Switch), exclusivo do console da Nintendo, também foi muito bem recebido. A história da força policial que combate inimigos interdimensionais é recheada de criaturas fantásticas e combates cheios de estilo. Ainda no temática de outras dimensões, tivemos Control (Multi).
Um dos sucessos do Nintendo Switch
Nele, acompanhamos a líder de uma divisão de investigação de crimes fora das “leis físicas”. Sua tarefa é derrotar um perigoso inimigo, utilizando várias habilidades especiais como telecinesia e levitação, além de uma arma com poderes sobrenaturais. Com um sistema de progressão não linear, o título recebeu diversos prêmios de game do ano.
Uma das maiores polêmicas do ano no mundo dos games
Death Stranding (PC/PS4) recebeu um destaque significativo principalmente ao longo de 2019, mas seu lançamento teve opiniões divididas. Enquanto alguns elogiaram as mecânicas e a história, outros criticaram a progressão lenta e o enredo confuso. Seja como for, o título é inegavelmente um dos pontos principais do ano. Para terminar, temos Borderlands 3 (Multi), que, apesar de não ter reinventado a roda criada pelo seu predecessor, tornou-a mais bonita, rápida e grandiosa.

Que venha 2020!

Realmente 2019 foi um ano interessante para o mundo dos videogames. Vários títulos corresponderam às devidas expectativas, enquanto outros nem tanto. Além disso, boas surpresas apareceram para a alegria dos jogadores. Agora é esperar que 2020 seja ainda melhor e que os jogos que aguardamos, e os que surgirão sem aviso, possam oferecer experiências divertidas e desafiadoras no mundo dos games.
2020 promete ser um ano de grandes jogos
E você, leitor? Suas expectativas dos games de 2019 foram satisfeitas? Ou aconteceu alguma surpresa nas suas expectativas? Deixe a sua opinião.

Revisão: Ives Boitano

é redator do site GameBlast desde maio de 2018 e um grande fã da décima arte, embora não tenha muito tempo disponível para ela. Seus games favoritos (que formam uma longa lista) incluem: Kingdom Hearts, Guitar Hero, Zelda, Crash, FIFA, COD, Pokémon, MvC, Yu-Gi-Oh, Resident Evil, Bayonetta, Persona, Burnout e Ratchet & Clank.

Comentários

Google
Disqus
Facebook