O que esperar da Bethesda na E3 2018?

Com Fallout e Rage confirmados para o evento, como será que a Bethesda vai nos surpreender este ano?


A Bethesda está com tudo. Em 2017, a empresa não marcou bobeira e trouxe nada mais, nada menos do que quatro lançamentos de peso ao longo do ano, incluindo nomes como Wolfenstein II: The New Colossus (Multi) e Prey (Multi). A empresa também mostrou que está disposta a apostar na Nintendo, trazendo ports de jogos populares como The Elder Scrolls V: Skyrim (Multi) e Doom (Multi) para o jovem Nintendo Switch.


Ainda assim, sabemos muito pouco dos planos da empresa para 2018 então as expectativas para essa E3 são altas, pois a Bethesda vai precisar arregaçar as mangas e mostrar mais uma vez que não está para brincadeira.

Uma novata no show business


Cheia de lançamentos assim fica difícil imaginar que quando o assunto é E3, a empresa não passa de uma novata. A pré-conferência deste ano será a quarta da história da Bethesda e seu desempenho até agora não tem sido nada constante.

Tivemos anos como 2015, onde eles anunciaram Fallout 4 no evento já com data de lançamento marcada para cinco meses depois. Por outro lado, o evento do ano passado apesar de trazer alguns anúncios relevantes, focou muito mais no espetáculo do que no conteúdo, decepcionando muitos fãs. É difícil saber a direção que a apresentação deste ano vai tomar, mas com os poucos jogos já confirmados é difícil não ficar ansioso.

Anúncio de Fallout 4 começou uma tradição de anunciar grandes jogos perto do lançamento


Quake Champions


Apesar de já estar disponível em acesso antecipado há algum tempo, Quake Champions (PC) que foi anunciado na E3 2016 nunca chegou a ser lançado de fato. Com a falta de divulgação, os servidores do jogo tem estado praticamente mortos e é hora da Bethesda mudar esta situação. Anunciar um lançamento completo para o fim deste ano com certeza traria mais jogadores para o game e colocaria Quake mais uma vez no lugar de destaque que ele tanto merece.


Rage 2


É fato que o jogo acabou vazando bem antes da E3 em uma lista do Walmart canadense, mas a Bethesda já deu a volta por cima com um anúncio oficial empolgante. Pelo trailer, o jogo promete ser bastante violento e colorido. Além da promessa, nós queremos conteúdos. Já prometeram que será um grande mundo aberto com veículos, armas gigantes e caos, agora é a hora de mostrar. Muito provavelmente veremos algum trecho do jogo, sem edição ou cortes. Nada além de puro gameplay.

Fallout 76


Não é fácil ser fã de Fallout e a Bethesda maltrata. Só os fãs mais dedicados para ficarem de olho em uma livestream por horas a fio apenas com uma mensagem de "Please Stand By" e uma promessa de novidades. A espera foi recompensada com uma espiadinha no próximo jogo da franquia, o enigmático Fallout 76. Acho que já está claro para todos que se trata de mais um spin-off da franquia, como Fallout New Vegas (Multi). Diferente de New Vegas, o novo jogo pode ser focado no multiplayer e quebrar com diversas tradições da série. Para descobrir qual é a de Fallout 76, só mesmo vendo a conferência que vai contar com um trailer trazendo os primeiros detalhes do game.


Novo The Elder Scrolls

É mais que certo que algum tempinho da apresentação vai ser reservado para The Elder Scrolls Online. O jogo tem sido uma grande aposta da empresa, com atualizações constantes e parece estar indo bem com o público. Ele pode até ser legal, mas ainda não substitui um novo capítulo na saga de The Elder Scrolls. Afinal, já fazem quase 7 anos que Skyrim lançou ainda na geração passada e já passou da hora de descobrir como The Elder Scrolls VI pode revolucionar esta geração.


Nova franquia

Nos últimos anos a Bethesda não tem pensado duas vezes quando o assunto é novas franquias. Além de se aventurar em novos gêneros, como fez com The Evil Within, ela também tem revivido diversas franquias, como foi o caso do reboot de Prey. Sendo assim, podemos esperar mais novidades também este ano. Pode ser o ilusório Starfield, jogo aos moldes de The Elder Scrolls num cenário espacial que vira rumor todo ano, ou algo completamente novo. O que importa é nos surpreender completamente.

Jogos para o Switch


Também podemos esperar novidades para o console da Nintendo. A Bethesda tem sido uma das maiores parceiras do Nintendo Switch, trazendo seus maiores jogos já no ano de estreia do console híbrido. Este ano, temos anunciado Wolfenstein II: The New Colossus que chega ainda este mês e pode dar as caras na conferência. Outra aposta é um port de Fallout 4, outro grande nome da empresa. Se seguir o ritmo do ano passado, um possível port de Fallout deve chegar ainda esse ano deixando os donos do Switch bem felizes.


O que não deve rolar


Falamos sobre o que vai estar na conferência e o que pode estar, mas não podemos esquecer do que não esperar da Bethesda para este ano. Dishonored é uma das franquias que não devem dar as caras. Com Dishonored 2 (Multi) ainda bem recente e sua expansão Death of the Outsider tendo lançado no fim do ano passado, ainda vai demorar um tempo para alguma novidade da série.

Prey 2 ou algum The Evil Within 3 também não vão rolar, mas ainda é possível o anúncio de algum DLC para essas franquias, já que tiveram lançamentos ano passado. Os produtores de Prey, inclusive, tem sugerido que uma expansão pode estar a caminho levando os jogadores para a Lua. Será?
Prey só aparece em forma de alguma DLC


Para mais informações sobre Fallout 76, Rage 2 e o que mais a Bethesda inventar este ano, fiquem ligados na cobertura completa da conferência dia 10 de junho, próximo domingo, às 22h30, aqui no Gameblast.

Gabriel Mattos faz joguinhos na UFRJ, quando deveria estar estudando Computação. Estuda computação, quando deveria estar escrevendo. Escreve, quando deveria estar dormindo e não dorme, porque fica sempre no Twitter. Também pode ser encontrado noInstagram.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook