Blast Log

O dia das conferências pré-E3 2013: as aventuras e tudo o que vimos nas primeiras apresentações

em 11/06/2013

Hoje contaremos um pouco do dia das conferências pré-E3. Podemos sentir na pele o que é estar presente e contaremos nestas linhas, também ... (por Jaime Ninice em 11/06/2013, via GameBlast)

Hoje contaremos um pouco do dia das conferências pré-E3. Podemos sentir na pele o que é estar presente e contaremos nestas linhas, também através de imagens, as aventuras que passamos neste dia corrido. Shows, jogos, anúncios e cutucadas foram mostrados o tempo todo e isto representa apenas o começo do que está por vir nessa grande feira. Prontos para acompanhar o resumo das conferências? Então aproveitem a leitura desta segunda parte do Blast Log da nossa aventura pela E3!

A conferência da Microsoft

Começamos o dia assistindo bem cedo a conferência da Microsoft. Títulos como Metal Gear V: The Phantom Pain, que mostrou gráficos dignos da nova geração, além de muitas CGs de fazer cair o queixo, abriu bem a apresentação deste game. Logo mais, o tão aguardado título da Rare que seria revivido finalmente foi anunciado: Killer Instinct apareceu nas telonas e muitos fãs vibraram com o anúncio deste jogo de luta tão popular nas épocas do SNES e N64.
Jago e Sabrewulf se enfrentam em alta definição no Xbox One
A seguir, Forza Motorsport 5, Quantum Breake e Project Spark foram mostrados. Este último contou com a utilização do SmartGlass para criação de cenário, aplicativo que foi usado no Surface para controlar títulos como Killer Instinct. Crimsom Dragon foi apresentado em um vídeo, com dragões e bolas de fogo pela tela. Dead Rising 3 mostrou muitos zumbis em um cenário apocalíptico; agora você poderá dirigir pela cidade e matar muitos zumbis ao estilo GTA e uma novidade, este será exclusivo do Xbox One! The Witcher 3: Wild Hunt e Battlefield 4 mostraram bastante na apresentação, este último contando com muitas batalhas em campos de guerra. Também foi anunciado um novo Halo para saciar a sede de muitos jogadores caixistas ou não.

Computação na nuvem, servidor dedicado, 60 fps e muitos shooters, esta foi a proposta do novo console da Microsotf. O preço anunciado foi um pouco salgado: US$499 em seu lançamento.

PS4 e Xbox One na mira da EA

Rafael Neves e Michael Patcher se encontram
A conferência da EA foi bem próxima do lugar  onde se realizou a apresentação da Microsoft um pouco mais cedo. Por conta disso, a maioria dos espectadores da Microsoft migrou para a EA em questão de segundos, lotando rapidamente o auditório. Dentre esses tantos visitantes encontramos Michael Patcher, analista de mercado famoso por suas previsões mirabolantes, que beiram a comicidade. Não pudemos trocar uma palavrinha com ele, mas garantimos uma foto histórica para o GameBlast.

Quando a conferência começou, ficou claro o investimento da EA em um auditório equipado com telões móveis e um sistema de som estupendo. Games como Plant vs Zombies: Garden Warfare e Battlefield 4 tiveram uma apresentação pra lá de imersiva graças à qualidade do espaço - ainda mais para nós, que garantimos a primeira fileira. A EA nos impressionou com o realismo de sua nova temporada de games esportivos, além do anúncio do retorno de Star Wars: Battlefront e Mirror Edge. Infelizmente, tudo se restringia ao PS4 e Xbox One, com raras ressalvas para PC e nem mesmo uma migalha para o Wii U.

Arte oficial de Plant vs. Zombies: Garden Warfare na conferência da EA

Ubisoft e seus títulosde destaque no Los Angeles Theatre

Chegamos no local para a conferência da Ubisoft por volta de uma hora antes do início da apresentação e, depois de muito esperar, eis que as portas foram abertas e pudemos ver um belo show. Splinter Cell: Blacklist iniciou a apresentação com muitas cenas de gameplay em
 diversas fases do game para os consoles da nova geração.


The Crew, um jogo de corrida com muitos recursos fez todos abrirem a boca e sentirem na pele muita emoção. Rabbids Invasion foi outro que nos pegou de surpresa, mas também nos deixou com muitas esperanças quanto às novas possibilidades de jogatina, envolvendo o uso de smarthphones. O brilho ficou por conta de Watch Dogs, com muitos detalhes e sequências de gameplay, entre outras coisas em muitas horas de vídeo, mas com muita emoção. Assasin's Creed: Black Flag foi outro que  mostrou bastante neste evento e deixou um gostinho de quero mais. Agora é esperar para testar todas estas maravilhas na feira.
The Crew fez o público se animar com suas corridas espetaculares!
Já Watch Dogs mostrou ainda mais do que virá em uma cidade totalmente aberta e controlável
Ao final da conferência, um estouro e muitas notas de 51 dólares caíram do teto. Todas com direções para o estande da empresa, além de uma mensagem convidando os jogadores para visitarem-na o mais rápido possível. Ainda ganhamos cases de Watch Dogs para IPhone 5, broches e chaves de acesso ao game The Might Quest for Epic Loot.

A caminhada para a conferência da Sony e os destaques da apresentação

Após sair da conferência da Ubisoft, tomamos um dos ônibus estacionados em frente ao local onde ela foi apresentada e partimos para o Los Angeles Memorial Sports Arena, local onde aconteceria a tão aguardada  apresentação da Sony, com a apresentação do seu novo console e muitos títulos de peso para fazer todos se entusiasmarem de vez.

Grandes filas e público sedento por novidades no Los Angeles Memorial Sports Arena
Sony mostra o poder da família PlayStation... E ainda trolla a concorrência. Assistir à conferência da Sony foi um sufoco. Apesar das filas colossais e da incerteza se entraríamos mesmo lá, conseguimos adentrar o exuberante auditório da Sony - de longe o maior e mais bem equipado. A apresentação foi extonteante. Pudemos assistir à franquias renomadas como inFamous e Killzone mostrarem o quão intensas estarão no PS4 e ainda tivemos oportunidade de conferir pérolas do PS3 e PS Vita, como os aguardados Batman: Arkham Origins, Watchdogs e Assassin's Creed IV.


A Square Enix nos impressionou, confirmando jogos que viviam em nossos sonhos, a exemplo do recém-renomeado Final Fantasy XV e Kingdom Hearts III. Games indies também tiveram seu merecido espaço e impressionaram pela simplicidade e originalidade, além de conceitos utilizados em outros jogos maiores da Sony, como no título Rain. Ah, e não poderia faltar um bom "tapa na cara" da Microsoft. A Sony se mostrou a favor de jogos usados, contra conexão constante e obrigatória à internet e disposta a vender o PS4 a U$399,00. Provavelmente quem compareceu a uma certa conferência e viu um console anti-jogos usados, always-on e custando 499 dólares sabe com quem a Sony trocava indiretas em sua apresentação. Pois bem, estaremos na E3 para conferir o quão fulminante estarão os stands da Microsoft e Sony para ver se sobra um espaço para a Nintendo brilhar.

Resumindo, este foi o local mais lotado que vimos até agora pelas andanças pré-E3. Muitos jornalistas de outros sites, repórteres de TV, pessoas envolvidas com a indústria dos negócios e desenvolvimento, além de extensas filas para a entrada puderam ser vistos. Um momento para aproveitar e fazer novos contatos, conferir entrevistas e apresentações de jornalistas, entre outras agitações do meio. Uma apresentação e tanto para fechar o dia das conferências pré-E3 2013.

Equipe de jornalistas indo conferir a apresentação da Sony
Fechamos o dia passando, já de noite, pelo local que acontecerá a E3, o Los Angeles Convention Center. Uma cortesia do serviço de transporte da E3 que nos trouxe gratuitamente até a linha do metrô. Lá pudemos ver a estande do Ouya, novo console com uma proposta "steam", que rodará jogos da Play Store e estará disponível para testes em frente ao LA Convention Center. Até lá, vamos aguardar por mais novidades no próximo Blast Log, agora por dentro da E3 propriamente dita. Até mais!


Colaboração: Rafael Neves
Revisão: José Carlos Alves

Jaime Ninice é cravista, formado pela UFRJ, e mestre em música na mesma instituição. Sua paixão por games, eventos e revistas o levou a escrever e revisar artigos desde 2010 no @Blast. Hoje é redator das publicações impressas sobre retrogames WarpZone.me
Este texto não representa a opinião do GameBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.