Blast Log

Dia final de E3: Fomos conferir as novidades que faltavam e contamos tudo, e um pouco mais

em 14/06/2013

Dia de encerramento, sentimento de despedida, mas aquela satisfação de ter cobrido a feira mais importante do mundo dos games. Jogos e mai... (por Jaime Ninice em 14/06/2013, via GameBlast)

Dia de encerramento, sentimento de despedida, mas aquela satisfação de ter cobrido a feira mais importante do mundo dos games. Jogos e mais jogos, entrevistas, novidades, lançamentos e muita agitação tomaram conta deste último dia de feira. Como todos estavam há horas de se ver praticamente expulsos do Los Angeles Convention Center, aproveitamos para fazer tudo o que a correria dos dias anteriores não permitiu. O dia resumiu-se a uma luta contra o relógio para não sair do evento com o gostinho de "podia ter jogado mais". E adivinha? Estamos super satisfeitos e realizados... Embora não possamos mentir: alguns dias a mais de E3 cairiam muito bem!

Títulos e mais títulos para testar

De início, começamos conferindo os games mais importantes que ainda não havíamos jogado. Passamos no estande da Sony e pudemos testar jogos de calibre como Beyond: Two Souls, jogo que desenvolve um novo tipo de jogabilidade, com eliminações de inimigos a partir de movimentos de controle abstratos. Final Fantasy XIII - Lightning Returns, Puppeteer, Watch Dogs, Assasin's Creed IV: Black Flag e Driver também foram testados. Todos estão incríveis, mas, como sempre, há aquele detalhe que não achamos tão bom assim, mas isso fica para uma análise mais profunda dos testes que fizemos. Fiquem ligados nos nossos hands-on em breve!



Nos outros estandes, experimentamos Need for Speed: Rivals e Comand & Conquer na EA e Hometown Story na Natsume, além de Wii U Party, que também estava no estande da Nintendo. E finalmente conferimos um gameplay do South Park: Stick of Truth! Após os problemas com a THQ, a Ubisoft assumiu o game e ele parece tudo o que qualquer fã da série sempre quis: uma aventura repleta de palavrões, sangue, nojeiras e todos os esquisitos elementos do universo do programa. É um RPG com mecânicas bem semelhantes às de Paper Mario, no qual as decisões feitas pelo jogador poderão ou não levá-lo a alcançar popularidade entre as outras crianças.

Não pudemos deixar de nos despedir do PS4 e Xbox One da melhor maneira possível: jogando-os. Já falamos um pouco da experiência de empunhar o Dual Shock 4 e de como é experimentar o controle do novo Xbox com a versão aprimorada do Kinect, mas traremos maiores detalhes em breve.

Atrações artísticas à parte no evento gamer

Fomos também a uma exposição de obras de arte inspiradas na série Punch Out, do artista Michael Edward Miller, e também entrevistamos um dos idealizadores da Loot Crate, empresa especializada em itens geeks. Foi uma experiência interessante, pois a E3 não se resume a jogar os games que nem viram a luz do dia ainda, mas também traz essas oportunidades de explorar a cultura gamer, sobretudo a retrô. Também tínhamos um museu de videogames antigos à disposição na feira, o que nos rendeu momentos de nostalgia diante de periféricos jurássicos e games pré-históricos. A exposição foi a mesma do ano passado, mas, ainda assim, impressionou os veteranos da equipe no evento.
Algumas das artes presentes na exposição de Edward Miller
Era impressionante esperar na fila para jogar o The Legend of Zelda: A Link Between Worlds e ver passar na sua frente personalidades como Reggie Fils-Aime, Eiji Aonuma, Charles Martinet e até o próprio Satoru Iwata da forma mais natural e plausível entre os estandes. É claro que se aproximar deles e lutar por um autógrafo não era tão fácil assim, mas, cá entre nós, só de vê-los já nos sentíamos realizados.


Itens do mundo gamer para nenhum colecionador botar defeito estavam reunidos em um museu na E3

Um Street Pass muito divertido ao final do evento

De certo, não só nós brasileiros temos os eventos de Meet Up como os da Liga Street Blast. Os angelinos também possuem uma comunidade de 3DS e costumam realizar com frequência seus encontros. O que conferimos ao fim da feira foi bem divertido e contou com sorteios, distribuição de brindes, entre outras regalias que os Meet Up proporcionam.


Seja no Meet Up, seja dentro da E3, o LED verde do StreetPass simplesmente não parava quieto
Como era o último dia de E3, todo mundo aproveitou para caçar os brindes dados nos estandes. Muitos eram objetos de colecionador exclusivos do evento, enquanto outros também eram bem úteis, como pendrives e camisas. Uma atividade que envolvia testar games de 3DS e receber um presente aleatório, por exemplo, rendeu um fila quilométrica, que cortava todo o estande da Nintendo e se dividia em pelo menos três partes. Um de nossos Blasters teve a (inacreditável) sorte de receber um 3DS XL novinho em folha!... enquanto outros de nós só ganharam uma camisa do Bayonetta 2.

Por fim, e como última parte deste Blast Log, deixamos nossos comentários através de um vídeo que gravamos assim que saímos do evento. Esperamos suas conclusões através dos comentários abaixo. Aguardem também por matérias e vídeos especiais sobre a E3 2013 ao longo do ano e até a próxima!


Colaboração e revisão: Rafael Neves
Edição de vídeo: Pablo Montenegro
Capa: Ítalo Lourenço

Todas as partes deste Blast Log especial de E3 2013 podem ser conferidos, em ordem, através dos links abaixo. Aproveitem a leitura!

Blast Log 1: Os preparativos para a E3 2013: credenciais, compras e reunião de abertura
Blast Log 2: O dia das conferências pré-E3 2013: as aventuras e tudo o que vimos nas primeiras apresentações
Blast Log 3: Nintendo Direct e o primeiro dia da E3: colocando as mãos nas novidades da feira
Blast Log 4: PS4, Wii U e Xbox One em mãos: conheça nossa jornada no segundo dia de E3!

Jaime Ninice é cravista, formado pela UFRJ, e mestre em música na mesma instituição. Sua paixão por games, eventos e revistas o levou a escrever e revisar artigos desde 2010 no @Blast. Hoje é redator das publicações impressas sobre retrogames WarpZone.me
Este texto não representa a opinião do GameBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.