Perfil

Conheça The Clown, o mais novo assassino de Dead by Daylight (Multi)

Depois de especulações sobre um palhaço como assassino, é lançado um assassino original para causar terror nos jogadores.




Com as novas atualizações saindo no mês de junho, hoje – dia 12 de junho – sai oficialmente a DLC Chapter VIII: Curtain Call, introduzindo Kenneth “Jeffrey Hawk” Chase, também conhecido como The Clown, o palhaço assassino.


Já era esperado um palhaço como novo killer, mas os fãs acreditavam que seria o famoso “It, A Coisa”, do filme de mesmo nome, inspirado no livro de Stephen King. Entretanto, finalmente foi revelado há pouco tempo, no anúncio da nova DLC, o assassino originalmente criado para o jogo, com mecânicas únicas e uma aparência bizarra e assustadora. E agora você já pode jogar com ou contra ele sem precisar ser pelo beta!

História


Kenneth Chase nasceu em 1932 e teve uma vida conturbada. Sua mãe morreu no parto e seu pai se distanciou do filho, como se o culpasse, e caiu na bebida.

Em sua vida solitária, começou a colecionar penas de aves e resolveu capturar uma para sentir a leveza. Quando conseguiu, se encantou pela sensação de ter alguém à sua mercê e estrangulou a pobre ave. Ao longo dos anos, Kenneth Chase foi aprimorando suas técnicas de anestésicos para capturar animais e passou a capturar cachorros, guaxinins, esquilos e outros.

Em 1954, um jovem em sua cidade foi dado como desaparecido. Meses depois, o pai de Chase estava trabalhando em um espaço embaixo da casa e encontrou uma caixa de cigarros com a coleção do seu filho – penas, patas de animais, garras etc. – incluindo um dedo decepado. Chase viu seu pai saindo do espaço com o maço de cigarro na mão, deu meia volta e nunca mais retornou.

Tempos depois, ele assumiu uma nova identidade – Jeffrey Hawk – e passou a trabalhar em um circo, nas cordas. Por um tempo ele se manteve bem, mas logo começou a beber, comer junk food e usar drogas, até voltar aos seus hábitos assassinos.

Não sei para vocês, mas esse visual é para sair correndo chamando a mamãe.


Adotando uma nova personalidade para se aproximar de suas vítimas, o mais novo palhaço ficou cada vez mais desleixado. Em uma de suas típicas torturas, ele adormeceu depois de beber e a vítima conseguiu escapar, alarmando todo o circo com o qual ele viajava. Ele acordou no desespero, montou em seu cavalo e saiu em disparada para longe.

Depois de todos esses episódios, ele saiu das estradas dos Estados Unidos e entrou em um novo reino, trabalhando com a Entidade. Lá, montou acampamento e ficou à espreita de sua primeira vítima.

CUIDADO COM A FUMAÇA!


O que diferencia The Clown dos demais assassinos é sua habilidade de jogar frascos que criam nuvens de fumaça tóxica em uma região por um curto período de tempo. Se o sobrevivente for atingido pela fumaça, ele tem sua velocidade de movimento reduzida, fica tossindo alto entregando a sua posição e fica com a visão turva.

Sim, a tela fica assim mesmo quando você é intoxicado.

The Clown usa um canivete butterfly como seu ataque principal e o frasco como secundário, o que o torna bastante versátil em perseguições. O jogador que deseja usar esse killer deve aprender a usar seu ataque secundário de forma precisa, pois caso acabem as poções, é necessário recarregar, o que demora um pouco e ainda diminui sua velocidade.

Além disso, seu canivete permite se recuperar de ataques errados mais rapidamente, bem como acertar o alvo rapidamente. Com isso, The Clown é um killer forte e versátil com uma mecânica totalmente nova e diferenciada dos seus pares.

Vantagens


Como todo assassino, The Clown tem suas vantagens únicas junto das vantagens compartilhadas. São elas:

Bamboozle: única a ele até o nível 30, quando pode aparecer nas teias de sangue dos demais killers, essa habilidade permite acelerar o tempo de pulo de janelas em 5/10/15%, alterando a cada nível de poder. Ele também chama a Entidade para bloquear a janela que pulou por 8/12/16 segundos.

Coulrophobia: única a ele até o nível 35, essa vantagem faz com que sobreviventes dentro de seu raio de terror sofram 30/40/50% de penalidade na progressão em ações de cura.

Pop Goes the Weasel: única até o nível 40, The Clown cria um laço com a Entidade que lhe dá muito poder; após colocar um sobrevivente no gancho, o próximo gerador que ele danificar diminui o seu progresso total em 15/20/25% (a regressão do progresso normal ainda é aplicada, ou seja, o gerador continua a perder força até que seja consertado).

Balanço final


É interessante notar que a vantagem Bamboozle consegue quebrar os loops de janela que alguns sobreviventes fazem quando fogem do assassino, o que facilita muito a sua captura.

Coulrophobia pode ser usada junto com A Nurse’s Calling (que permite ver a aura de sobreviventes se curando ou sendo curados) para diminuir consideravelmente a velocidade de cura dos sobreviventes e ainda encontrá-los rapidamente.

Por fim, Pop Goes the Weasel usada junto com Hex: Ruin (feitiço aplicado a um totem que dificulta o reparo de geradores) vai tornar quase impossível que os sobreviventes façam geradores rapidamente, prolongando bastante o jogo.

The Clown ainda vai ter problema com loops de palas de madeira, mas sua fumaça tóxica pode ajudar a desacelerar e confundir sobreviventes.


Como sobrevivente, uma boa estratégia é tentar desviar dos frascos para que ele perca tempo recarregando e evitando pular várias vezes na mesma janela. As palas de madeira ainda funcionam bem e, evitando os frascos, dá para fugir e até fazê-lo perder tempo perseguindo.

Os complementos do palhaço não são muito diferentes dos outros assassinos: alguns diminui o tempo de recarga, o tempo de lançamento do frasco, coisas desse tipo. Os mais interessantes são os ultra raros “Tattoo’s Middle Finger” e “Redhead’s Pinky Finger”, o primeiro permite ver por 6 segundos a aura de sobreviventes atingidos pela fumaça tóxica e o segundo inflige o estado “exposto” (ou seja, um ataque primário já derruba) no sobrevivente atingido diretamente pelo frasco.

Com o tempo vamos ver como o novo killer se sai nos campos da Entidade.

E você, gostou do Clown? Preferia outro, talvez o It? Deixe um comentário abaixo!


Revisão: Ludmila Ribeiro
Júlio César escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook