Top 10

Dez easter-eggs gamers do filme Jogador Nº 1

Um filme com referências da cultura pop, por toda a parte, tinha a obrigação de ter algumas sobre videogames.


Jogador Nº 1 (Ready Player One no original) é um livro de ficção criada por Ernest Cline em 2011. Ganhando uma adaptação para o cinema em 2018, por ninguém menos que Steven Spielberg. Ambas as obras de muito sucesso, mexendo com as emoções de qualquer nerd, já que é banhado por  inúmeras referências de filmes, séries e jogos para compor o mundo de OASIS. E hoje, vamos fazer um top 10 das homenagens gamers, em ordem decrescente.



Para começar, o enredo gira em torno de Wade Watts, uma das inúmeras pessoas que preferem o mundo virtual do jogo OASIS a sua realidade. Quando o criador do game, James Halliday, morre, ele deixa a missão de encontrar o easter-egg escondido para todos os jogadores. Para os vencedores, seria entregue todo o controle do OASIS e uma enorme fortuna. Assim, o protagonista e seus amigos, tem a difícil tarefa de conquistar três chaves de três desafios diferentes para vencer o vilão da trama. Depois de deixar tudo claro, vamos ao que interessa.

10 - Vida Extra



Em OASIS cada jogador tem uma vida, se morrer, terá que começar com seu avatar do zero, com exceção de Parzival. Explicando melhor, em uma cena no último ato, quando era para todos os jogadores estarem mortos por causa de um item, Wade ressurge vivo. Isso aconteceu por causa de um item que lhe concede vida extra. Sendo uma referência à mecânica em jogos como Mario Bros. (NES), Sonic the Hedgehog (MegaDrive), Crash Bandicoot (PS), entre outros, que permitem o player ter mais de uma chance para passar de um desafio.

9 - Saúde e Armadura


Essa é uma referência a jogos como Doom (Multi) ou Quake (Multi), onde o jogador gerencia duas barras durante a jogatina, de defesa e saúde. No filme, isso é mostrado em uma pequena cena no planeta Doom em que a câmera fica em primeira pessoa, na visão do Aech, as barras de “Health” e “Armor” aparecem na parte inferior da tela. Infelizmente, por todo o filme, não é desenvolvido elas funcionando na prática.

8 -  Ranking de combo



Esse também acontece no planeta Doom, inclusive com o Aech. O melhor amigo de Wade ajuda Daito e Shoto, atirando em um jogador, sendo posto em seu visor “Head Shot”, logo em seguida, nos próximos dois inimigos, as palavras “Awesome” e “Rampage”. As palavras em combos, ou nesse caso em mortes, é uma das mecânicas usadas em jogos como Devil May Cry (Multi), Bayonetta (Multi), ou mesmo os famosos “Double Kill” e “Triple Kill” do Counter-Strike (PC). Isso tudo para avaliar o desempenho do jogador ou até lhe dar vantagens na jogatina.

7 - Morte


Em jogos morrer é uma possibilidade constante, e a penalidade para isso varia de game para game, mas em alguns, significa perder tudo, equipamentos, experiências, pontos, entre outras coisas, exatamente como é em OASIS. Remetendo a games, como a série Souls (Multi), Ark: Survival Envolved (Multi) e até o antigo Tibia (PC).

Uma cena em especial, onde isso é muito bem explorado, acontece no terceiro ato. Após algumas lutas, I-R0k perde seu braço, e isso faz com que suas conquistas e riquezas escapem de dentro dele. O medo de perder tudo que tinha o toma, pois são anos coletando coins e itens. Essa parte deixa claro como a punição de morrer se aplica em OASIS.

6 - Escore


Esse talvez seja a referência mais simples, mas não deixando de ser ótima. Após se dar início a corrida pelo Easter-Egg, no salão comum de OASIS, aparece um enorme placar, que registra a pontuação dos jogadores, na tarefa das chaves. E isso remete também aos arcades, com o nome do jogador e sua pontuação. Parzival é o primeiro a entrar com 100.000  pontos, isso após vencer o primeiro desafio.

Muitos jogadores levam isso tão a sério, que sempre tentam bater seus próprios recordes em arcades, como no Pac-Man (Multi), ou o antigo Donkey Kong (Multi). O Livro dos Recordes (Guinness Book no original) tem uma seção só para esses feitos, em ambos os jogos citados, o detentor da maio
r pontuação era do Billy Mitchell, mas por causa de trapaças, o Guinness o desconsiderou como vencedor.

5 - Avatares


Existem muitas referências nos avatares em todo o longa, em OASIS você pode ser o Blanka, o comandante Shepard, ou Lara Croft, frequentando uma boate noturna. Também pode ser os Battletoads, Master Chiefs, Tracer, ou a Chun-Li, enfrentando inúmeros inimigos em uma guerra. Isso é usado com muita naturalidade pelo filme, fugindo da ideia que seria um longa só de referências.

Uma outra cena legal de se comentar é a presente no segundo ato, após Parzival vencer a corrida, um Goro, do Mortal Kombat (Multi), o resgata da multidão empolgada com a vitória, cheia de referências a cultura pop também. Ele o leva para dentro de uma parede, e depois que um bebê Alien sai do lutador é revelado que era uma piada da Art3mis. Esse é um dos muitos trechos divertidos do filme.

4 - Simulador de Vida



O jogo no filme é uma grande referência a ideia de simuladores de vida, uma evolução da ideia do Second Life (PC), pois nem todos os jogadores estão tentando se matar por aí em OASIS. Então a proposta de ambas se torna a mesma, fazer o jogador viver outra vida, com várias possibilidades e oportunidades, sem muita violência.

Claro, Second Life (PC) está longe de ter todas as mecânicas mostradas no filme, aliás, todos os jogos estão, mas a ideia crua está lá, e diverte muitas pessoas até hoje, lhes dando a oportunidade de voar, ser vampiro, ter casas, entre outras coisas.

3 - Coins



A moeda de OASIS se chama Coins, e não é por menos. Ela é uma grande associação as moedas, que gastamos nos arcades e para conquistá-las o longa demonstrou duas maneiras. No planeta Doom, Aech, o melhor amigo de Wade, ganha algumas matando os avatares de outros jogadores, também acontecendo quando Parzival às coleta na corrida, assim que os jogadores morrem no percurso. Outra forma é  ganhando nos desafios, quando Wade vence a corrida e recebe a chave, ele ganha 100.000 coins, e começa a gastar no mercado do jogo.

E para o filme isso faz muito sentido, já que o criador do jogo, James Donovan Halliday, é um excêntrico desenvolvedor e amante de jogos e consoles antigos, reforçar isso com essa referência foi uma ótima ideia.

2 - MMO


Além de um simulador de vida, como dito acima, OASIS é um enorme MMORPG, com níveis, e equipamentos, isso é uma clara referência a jogos do gênero como World of Warcraft (PC). O longa demonstra isso logo no começo, com Aech, Daito e Shoto, tentando conquistar o artefato Manopla Gregário 120, que concede a habilidade de se tornar um robô gigante, por 120 segundos. Outro exemplo é o Orb de Osuvox, que após ser ativado pelo I-R0k, gera uma barreira mágica ao redor do castelo de Anolak, isso no começo do terceiro ato do longa.

A fim de curiosidade, Parzival cita que existem níveis de personagem no começo do filme, mas isso não é demonstrado na prática. A maioria dos avatares morrem facilmente com um tiro ou golpe de espada.

1 - Atari



A Atari pode ser uma das maiores paixões do Halliday, já que por todo o longa vemos referência à marca, como na moto usada pela Art3mis nas corridas, mas as referências a essa velha empresa não ficam só nisso. Ao final do longa, para resolver o último desafio, é necessário jogar vários jogos no Atari 2600, e o principal deles foi o Adventure (Multi), que carrega a resposta para o enigma, que lhes concede a última chave.

Foi nesse jogo que o projetista, Warren Robinett, inseriu, que para muitos, foi o primeiro easter-eggs em jogos, onde o jogador poderia achar a frase “Created by… Warren Robinett” em uma sala escondida. Nos anos 80 os jogos não tinham telas creditando seus desenvolvedores, então Warren achou um jeito de colocar seu nome dentro de sua obra.

Revisor: Cainã Marques
Matheus Bigai Ferreira escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook