Pieces Interactive, estúdio de Alone in the Dark, é encerrado

Propriedade da Embracer Group desde que foi comprada em 2017, o reboot da saga de survival horror foi o último projeto da desenvolvedora.


A Pieces Interactive publicou uma nota em seu site anunciando o seu encerramento. Fundada em 2007, o estúdio trabalhou em mais de dez jogos durante a sua trajetória, com alguns dos seus projetos sendo o action-adventure Magicka 2 e as DLCs Atlantis e Ragnarök para o RPG de ação Titan Quest.

Propriedade da Embracer Group desde que foi adquirido em 2017, o mais recente título criado pela desenvolvedora foi o reboot de Alone in the Dark, que não foi bem recebido pela crítica — contando com uma nota 64 no agregador de análises OpenCritic —, tampouco pelo público, ficando abaixo da expectativa de venda da Embracer.

Nenhuma informação sobre como a desenvolvedora pretende ajudar os seus colaboradores nesse momento delicado foi divulgada. Cenário que, infelizmente, não é exclusivo da Pieces Interactive, visto que, desde o início de 2024, analistas de mercado apontam que mais de 10.000 profissionais perderam seus empregos devido a fechamentos ou reestruturações dos seus estúdios.


Apaixonado por games e tudo que envolva cultura pop.