Assassin's Creed Shadows (Multi): produtor diz que Elon Musk alimentou ódio contra o game

Marc-Alexis Côté rebateu as falas do bilionário, afirmando que a inclusão de Yasuke é histórica e não "política".

Uma recente controvérsia em torno de Assassin's Creed Shadows intensificou após comentários de Elon Musk sobre o protagonista negro do jogo. Musk afirmou que a inclusão do personagem é parte de uma iniciativa que "mata a arte". O produtor executivo, Marc-Alexis Côté, respondeu que Musk está "alimentando o ódio".

O novo título da Ubisoft apresenta Yasuke, uma figura histórica do século XVI no Japão, como um dos dois protagonistas jogáveis. Yasuke, o primeiro africano registrado no Japão, era atendente de Oda Nobunaga. A escolha gerou críticas na internet, com alguns acusando a Ubisoft de promover uma agenda política. Côté destacou que a inclusão de Yasuke está profundamente enraizada na história e na narrativa da franquia, refutando as alegações de Musk. "O que Elon diz não é o jogo que estamos construindo. As pessoas precisam jogar para entender", afirmou Côté. Ele espera que os jogadores mantenham a mente aberta e vejam o game pelo que realmente é.

Apesar das controvérsias, a Ubisoft mantém-se firme em sua visão criativa. Côté concluiu que Assassin's Creed Shadows é um dos melhores jogos que a equipe já produziu, e que a história de Yasuke, com suas raízes profundas e intrigantes na história, enriquecerá a experiência dos jogadores, proporcionando uma narrativa única e envolvente.

Fonte: PC Gamer

Leo Lima é jornalista e publicitário com um vasto conhecimento sobre games. Sua jornada começou com um Mega Drive e inclui consoles como PS2, Xbox One e Nintendo Switch. Seus jogos favoritos são Dragon Ball Tenkaichi 3, GTA V, The Last of Us e Zelda: Tears of the Kingdom.