Electronic Arts deve demitir cerca de 5% de sua força de trabalho nos próximos dias

O número corresponde a, aproximadamente, 670 pessoas que serão demitidas da empresa, além do cancelamento de projetos licenciados.

A onda de demissões na indústria de games continua forte. Desta vez mais uma gigante do segmento anunciou que fechará postos de trabalho nos próximos dias. Por meio de uma nota publicada em seu site, a Electronic Arts revelou que fechará postos de trabalho que afetarão cerca de 5% do seu quadro total de funcionários, algo em torno de 670 pessoas, de acordo com o total de 13.400 empregados divulgado em seu último relatório anual.

A nota é assinada por Andrew Wilson, CEO da EA, que lamenta que esta decisão seja tomada, mas que é estrategicamente importante para manter a empresa neste momento de transformação do mercado. Além do fechamento dos postos, Wilson afirma na nota que o desenvolvimento de futuras propriedades intelectuais licenciadas, para então manter o foco nas franquias que já pertencem à empresa. Confira a íntegra da nota a seguir.
Equipe,

Estamos entretendo, inspirando e conectando mais pessoas com mais conteúdo e experiências mais profundas do que nunca. Ao longo do último ano, organizamos a nossa empresa para capacitar ainda mais os nossos líderes criativos para cumprir as nossas prioridades estratégicas de entreter grandes comunidades online, contar histórias de grande sucesso e aproveitar o poder da comunidade dentro e em torno dos nossos jogos. Essas ações nos posicionaram para construir experiências maiores e mais ousadas para centenas de milhões de jogadores e fãs ao redor do mundo.

Também estamos liderando uma transformação acelerada do setor, onde as necessidades e motivações dos jogadores mudaram significativamente. Os fãs estão cada vez mais envolvidos com IPs maiores e nos procuram em busca de experiências mais amplas onde possam jogar, assistir, criar conteúdo e estabelecer conexões mais profundas. A nossa indústria existe na vanguarda do entretenimento e, no ambiente dinâmico de hoje, estamos a melhorar a forma como trabalhamos e a continuar a desenvolver o nosso negócio.

Como uma empresa repleta de criadores e contadores de histórias, acreditamos no valor das equipes inovando em conjunto e continuamos a aprender e a adotar novas formas de colaboração para crescer e servir as nossas comunidades globais. Tendo em conta como e onde trabalhamos, continuamos a otimizar a nossa presença imobiliária global para melhor apoiar o nosso negócio. Também estamos encerrando os jogos e nos afastando do desenvolvimento de futuras IPs licenciadas que não acreditamos que terão sucesso em nossa indústria em constante mudança. Esse foco maior nos permite impulsionar a criatividade, acelerar a inovação e duplicar nossas maiores oportunidades – incluindo nossa propriedade intelectual própria, esportes e comunidades on-line – para oferecer o entretenimento que os jogadores desejam hoje e amanhã. Por fim, estamos simplificando as operações da nossa empresa para oferecer experiências mais profundas e conectadas aos fãs de todos os lugares, que constroem comunidades, moldam a cultura e aumentam o fandom.

Neste momento de mudança, esperamos que estas decisões afetem aproximadamente 5% da nossa força de trabalho. Entendo que isso criará incerteza e será um desafio para muitos que trabalharam com tanta dedicação e paixão e fizeram contribuições importantes para a nossa empresa. Embora nem todas as equipes sejam afetadas, esta é a parte mais difícil dessas mudanças, e consideramos profundamente todas as opções para tentar limitar os impactos às nossas equipes. Nosso principal objetivo é fornecer aos membros da equipe oportunidades para encontrar novas funções e caminhos para a transição para outros projetos. Quando isso não for possível, apoiaremos e trabalharemos com cada colega com a máxima atenção, cuidado e respeito. A comunicação destes impactos já começou e estará praticamente concluída no início do próximo trimestre.

Quero estender meu agradecimento a todos que ajudaram a contribuir para a história contínua da EA. Somos uma equipe que se apoia em nossos valores para liderar o futuro do entretenimento e estou ansioso para ver o que criaremos juntos. Obrigado por tudo que você faz.

Andrew
Seguindo a tendência, a EA se junta a outros estúdios que estão fechando postos de trabalho. O caso mais recente foi o da PlayStation, que desligará 900 funcionários de seus principais estúdios como Naughty Dog, Guerrilla e Insomniac Games, além do encerramento das atividades da PlayStation London Studio, na Inglaterra.

Fonte: EA

Fã de Castlevania, Tetris e jogos de tabuleiro. Entusiasta da era 16-bit e joga PlayStation 2 até hoje. Jogador casual de muitos e hardcore em poucos. Nas redes sociais é conhecido como @XelaoHerege


Disqus
Facebook
Google