Top 10

Top 10 atletas que merecem ter suas carreiras contadas em jogos

E se pudéssemos reviver grandes momentos da história das lendas esportivas, ou até mesmo mudar o destino deles, só por diversão?

Ter alguns jogos carregando o nome de astros famosos do esporte não é nenhuma novidade. Joe Montana, Ayrton Senna, Andre Agassi, entre outros, já batizaram diversos títulos desde muitas décadas passadas. Às vezes apenas para alavancar as vendas ou tornar a modalidade mais popular entre os gamers.

A ideia para este texto nasceu depois da minha “bronca” de PGA Tour 2K23 ter o Tiger Woods na capa sem  sequer trazer um modo especial para os grandes momentos de sua carreira . Era obrigatório? Não, mas WWE 2K22 fez isso com Rey Mysterio e NBA 2K23 com Michael Jordan, com direito a reprodução de momentos épicos, transições elaboradas e até depoimentos. Logo, não custava nada dar o mesmo tratamento para a lenda do golfe, né?

Agora, independente de quem produz ou publica, entrando no enorme mundo do “e se…”, listarei 10 atletas que acredito que sejam  muito bacanas para seguir  essa premissa. Para não ser injusto, escolherei um por esporte e sintam-se sempre  à vontade para deixar seus favoritos e suas opiniões  nos comentários. Bora lá!

10 - Michael Phelps

Talvez a natação não tenha um apelo tão grande assim para render um jogo só sobre a modalidade, mas não dá para ignorar que Michael Phelps é um nome interessante para protagonizar uma série de desafios temáticos. O cara é o maior medalhista de todos os tempos da história dos Jogos Olímpicos, e já quebrou 39 recordes. Há conteúdo para pelo menos algumas missões em um título sobre a história das Olimpíadas, tem de sobra!

9 - The Undertaker

OK, a luta livre da WWE é coreografada e cenográfica para propósitos de entretenimento, mas não dá para não levar em consideração quantos highlights podem ser aproveitados. 2K22 mostrou isso muito bem.

The Undertaker se aposentou em 2020, sem uma cerimônia devida por causa da pandemia, que na época estava em seu ápice e interrompeu a celebração de sua trajetória de três décadas. Logo, seria muito justo reviver as grandes lutas de sua carreira, com oponentes como Shawn Michaels, Yokozuna, Big Show, a parceria/Rivalidade com Kane e a derrota infame para Brock Lesnar, que marcou o fim de sua sequência de 21 vitórias consecutivas.

8 - Mike Tyson

Mike Tyson dá as caras em jogos desde o saudoso Punch-Out, de 1987, sem contar as inúmeras vezes que esteve nos elencos de séries como Fight Night e UFC. Então seria bem bacana reviver algumas de suas 50 vitórias, que incluem nocautes viscerais e surras bem servidas. Também seria bem interessante reviver o incidente com Evander Holyfield…

7- Tony Hawk

Dá para acreditar que mesmo com uma franquia tão extensa, Tony Hawk não teve nenhuma reprodução de seus recordes além da lendária manobra 900? O “homem-pássaro” tem uma boa coleção de medalhas em X Games, sendo 10 delas de ouro em competições de skate vertical. Ter a época noventista do skate como pano de fundo para conhecer a carreira dele seria um belo documento histórico para o esporte, os fãs e a história dos games. 

6 - Roger Federer

Roger Federer é um expoente não só dentro do mundo do tênis, mas também no mundo esportivo como um todo. Por mais que ele tenha sido ultrapassado em alguns números por outros colegas, como Rafael Nadal e Novak Djokovic, Federer é reverenciado continuamente por outras lendas e aspirantes das raquetes.

5 - Ayrton Senna

Eu só não coloquei o Ayrton Senna no topo da lista para tentar ser mais justo, já que ele tem vários jogos e menções em sua homenagem, a mais recente sendo em uma DLC em Horizon Chase Turbo. Ainda assim, não tem como passar pela história do automobilismo sem mencionar a carreira de um dos melhores que já guiou um Fórmula 1.

A oportunidade de reviver corridas célebres em Mônaco, Estoril, Suzuka e até a prova de Interlagos  de 1991, a qual Senna ganhou apenas usando a sexta marcha, com a tecnologia de simulação atual seria algo que realmente colocaria os corredores virtuais à prova.

4 - Tom Brady

Com a popularização mundial do futebol americano, é impossível não conhecer os feitos de Tom Brady. Há uma discussão sobre como contabilizar os títulos de campeonato dos times da NFL, já que houve uma mudança na configuração do torneio. Mas, se contarmos somente a era do Super Bowl, que se iniciou a partir de 1966, Brady tem mais anéis sozinho do que qualquer outra equipe, o que é uma marca surreal.

Como ele jogou a maior parte da sua carreira no New England Patriots, muitas das partidas envolveriam grandes trunfos pelo time de Foxborough. Entre elas estariam o Super Bowl XXXVI contra o St. Louis Rams, no qual uma partida praticamente ganha quase foi para a prorrogação, e o Super Bowl LI contra o Atlanta Falcons, no qual Brady e cia. reverteram uma desvantagem de 18 pontos e se consagraram  campeões.

3 - Anderson Silva

O Spider pode ter tido um final de carreira meio melancólico no UFC, mas quando estava em seu auge era imbatível. Foram 10 defesas de cinturão, o recorde do peso meio-médio e o terceiro entre todas as categorias.

Além disso, seria muito legal reviver as duas lutas contra Chael Sonnen, o chute icônico em Vítor Belfort, o nocaute relâmpago em Chris Leben e a conquista do cinturão em cima de Rich Franklin. Momentos marcantes não faltam na carreira de Anderson Silva para fazer um modo de missões inteiramente dedicado a ele.

2 - Kobe Bryant

Existe uma lista de jogadores que marcaram época, seja pré ou pós Michael Jordan. Daria para fazer um top 30 sobre isso facilmente. Entretanto, o impacto que Kobe Bryant teve no basquete e na cultura em torno dele será para sempre absurdo. Sua ética de trabalho, treinos e o famoso “Mamba Mentality” são reverenciados e citados até hoje por ex-companheiros, rivais e até por quem nunca quicou uma bola laranja em uma quadra, mas levou esses ensinamento para outras áreas da vida.

Desde sua estreia na NBA em 1996, passando pelas finais que o renderam seus cinco anéis de campeão pelos Lakers, as medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de 2008 e 2012, indo até seus 60 pontos sobre o Utah Jazz em seu jogo de despedida. O legado de Kobe Bryant é notável o bastante para ganhar esse tipo de homenagem.

1 - Ronaldo

Eu não vi o Pelé jogar. Só sabia dele pelas histórias que meu avô contava. Como não poderia faltar alguém do nosso esporte bretão, escolhi o Ronaldo pois assim como Kobe, seu impacto  para o esporte é algo assombroso. Já faz mais de uma década que ele se aposentou, e ainda continua influenciando milhares de futebolistas ao redor do globo. Está aí o Karim Benzema, que faturou a Bola de Ouro e fez questão de citar o Fenômeno.

Ele justificava com primor o apelido. Seja jogando na Espanha, na Itália, na Holanda ou no meu Corinthians, reviver os grandes gols de Ronaldo seria uma homenagem muito justa e devida para um dos maiores atacantes que o mundo da bola já conheceu.

E aí, caro leitor, qual a carreira que vocês gostariam de vivenciar nos jogos? Deixem seus favoritos aqui nos comentários, e quem sabe eu não faça uma segunda lista? Até a próxima!

Revisão: Juliana Piombo dos Santos

é amante de joguinhos de luta, corrida, plataforma e "navinha". Também não resiste se pintar um indie de gosto duvidoso ou proposta estranha. Pode ser encontrado falando groselhas no seu twitter @carlos_duskman
Este texto não representa a opinião do GameBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google