Vice-primeiro ministro da Ucrânia pede que empresas e entidades de games suspendam suporte à Russia

O parlamentar ainda pede diretamente para Xbox e PlayStation que saiam do mercado russo.

Mykhailo Fedorov, vice-primeiro ministro e ministro da transformação digital da Ucrânia, publicou uma carta aberta "convocando" todas as empresas de games, entidades e plataformas de eSports para que suspendam temporariamente o suporte para a Rússia. Hoje completa uma semana da invasão militar russa na região da Ucrânia, o que já gerou uma fuga em massa de pessoas para países vizinhos, como a Polônia e Romênia, e diversas vítimas civis de bombardeios diários.

No documento Fedorov pede que as empresas façam o bloqueio temporário de todas as contas russas e bielorrussas, interrompam temporariamente a participação de equipes e jogadores dos dois países em todos os eventos internacionais de eSports e cancelem todos os eventos internacionais realizados nos territórios russo e bielorrusso.

Fedorov ainda endereçou um trecho da carta diretamente para as marcas Xbox e PlayStation, onde diz: "Vocês estão definitivamente cientes do que está acontecendo na Ucrânia agora. A Rússia declara guerra não só à Ucrânia, mas a todo o mundo civilizado. Se você apoia os valores humanos, deve deixar o mercado russo!"
Fonte: IGN

Fã de Castlevania, Tetris e jogos de tabuleiro. Entusiasta da era 16-bit e joga PlayStation 2 até hoje. Jogador casual de muitos e hardcore em poucos. Adora quando as partidas acabam em discórdia e fogo no parquinho. Nas redes sociais é conhecido como @XelaoHerege


Disqus
Facebook
Google