Sony considerou um PS5 de especificações inferiores, mas temeu que seria problemático, diz CEO

Versão mais barata tem todas as especificações do mais caro, com exceção do leitor de discos.

Em entrevista exclusiva ao site japonês AV Watch, o CEO e presidente da Sony Interactive Entertainment, Jim Ryan revelou que a empresa considerou uma versão do console com especificações inferiores como o Xbox Series S, mas com base em uma pesquisa realizada, ele não traria grandes resultados e seria problemático.

"A primeira coisa que gostaria de dizer é que respeito a decisão de cada competidor e suas filosofias. Claramente, o preço é um fator muito importante. Respeitamos as estratégias competitivas das outras empresas. No entanto, estamos totalmente comprometidos e acreditamos em nossa estratégia atual e no efeito que ela terá. Uma coisa que pode ser dito é que se você olhar para a história da indústria dos videogames, criar um console especial de baixo preço e com especificações reduzidas é algo que não teve tantos resultados no passado. Nós consideramos essa opção e vimos outros executivos que tentaram fazer isso, mas descobriram como era problemático. Com base na nossa pesquisa, está claro que as pessoas que compram um console querem continuar usando-o por quatro, cinco, seis ou até sete anos. Eles acreditam que compraram algo à prova de futuro e que não ficará desatualizado em dois ou três anos. Eles querem ter fé de que, se acabarem comprando uma TV, seu console atual será capaz de rodar em 4K ou em especificações que o aparelho permite".
A Sony vai lançar duas versões do PlayStation 5 em novembro: uma versão com disco e outra totalmente digital. Enquanto que a versão completa custa 499 dólares, a versão digital custa 399 e mantém todas as especificações do aparelho mais caro, com exceção do leitor de discos. No Brasil, o PlayStation 5 será lançado em 19 de novembro custando R$ 4999,00.


é apreciador de games com conceito artístico minimalista e narrativas de significado profundo. No GameBlast escreve notícias, análises, crônicas e especiais; no tempo livre produz roteiros autorais de séries e filmes.


Disqus
Facebook
Google