Jogamos

Análise: SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom - Rehydrated (Multi) é um delicioso Hambúrguer de Siri que podia ter mais tempero

Apesar de algumas limitações técnicas, a aventura na Fenda do Biquíni é divertida e encantadora.

A indústria dos games parece realmente ter abraçado a ideia dos remakes. São vários “relançamentos” utilizando visuais e recursos modernos disponíveis na atualidade. SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom - Rehydrated (Multi) é mais um que surge nessa onda, trazendo um divertido game do gênero plataforma. Pegue sua espátula, vista suas calças quadradas e não esqueça a geleia de água-viva e o soprador de bolhas, pois vamos começar a análise desse jogo submarino!

Estão prontas, crianças?

Lançado originalmente em 2003 para PS2, Xbox, GameCube, PC e GBA (o último recebeu uma versão em duas dimensões), SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom (Multi) foi bem recebido. Muitos games 3D do tipo plataforma existiam na época e esse, apesar de não ser uma sumidade, conseguiu oferecer uma divertida experiência.
Temos um grande salto de qualidade visual desde o bom e velho PS2
Boa parte da qualidade do game veio da temática do mundo do Bob Esponja. Criado por Stephen Hillenburg em 1999, o artista e biólogo marinho viu seu desenho animado se tornar um sucesso, transformando o porífero em um verdadeiro fenômeno. Filmes, quadrinhos, brinquedos e, naturalmente, jogos eletrônicos são alguns dos exemplos de materiais que estampam a simpática esponja amarela de calças quadradas.
Bob Esponja e sua turma fizeram parte da infância de muita gente
Dentre os muitos games em que Bob Esponja foi utilizado, Battle for Bikini Bottom é considerado o mais popular. Oferecendo uma divertida aventura do gênero plataforma, o jogo até hoje tem uma forte base de jogadores, sobretudo devido às famosas speedruns. Nesse tipo de desafio, ganha quem completar o título no menor tempo possível.

Foi justamente graças à sua boa fama que um remake foi anunciado em 2019. Chamado SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom – Rehydrated (Multi), o game foi produzido pela Purple Lamp Studios e publicado pela THQ Nordic para PS4, Xbox One, Switch e PC em junho de 2020. Além da alta dose de nostalgia, promessas de gráficos de ponta e conteúdos inéditos contribuíram para aumentar a expectativa pelo jogo, que vamos conferir agora.
A versão mais completa do game traz miniaturas e vários outros brindes

Vive num abacaxi e mora no mar...

A história por trás de Rehydrated poderia facilmente ter saído dos desenhos animados. O vilão Plankton construiu uma máquina chamada Duplicatotron 3000 para produzir um exército de robôs e assim obter a fórmula do Hambúrguer de Siri. Para o azar dele (e sorte nossa), o pequeno malfeitor acabou se esquecendo de tornar as máquinas obedientes, resultando em uma invasão à Fenda do Biquíni.
Prepare-se para salvar a Fenda do Biquíni!
Plankton consegue convencer Bob Esponja a ajudá-lo a entrar novamente no Balde de Lixo, base e restaurante do vilão, para derrotar os robôs. Obviamente, ele espera retomar o controle e concretizar seus planos. Para cumprir a tarefa, nosso protagonista precisa encontrar espátulas douradas por diversas fases, todas inspiradas em ambientações famosas do desenho animado.
Certas seções de plataforma são bem desafiadoras
Utilizando gráficos de muita qualidade, o visual do game é bonito e colorido. Visitar locais como o Siri Cascudo, a Fenda da Pedra e o Navio do Holandês Voador é uma nostalgia pura, sobretudo para quem é fã do desenho animado. Os personagens também são bastante fiéis, com destaque para figurinhas carimbadas como Lula Molusco, Gary, Homem Sereia e Senhora Puff.
O imaginário (ou será que não?) Amigo Bolha ensina várias técnicas com as bolhas
As músicas que embalam o game também são muito familiares e divertidas, sendo sempre baseadas no programa de televisão. Minha favorita é da fase Lagoa Goo, com sua pegada no estilo surfe. As dublagens também estão ótimas, dando ainda mais vida aos diálogos entre os personagens. Infelizmente, o game só tem o idioma português nos textos, deixando os fãs brasileiros praticamente na mão.
"Ahh, a Lagoa Goo..."

Diabruras à bordo e problemas com peixe...

As espátulas douradas podem ser obtidas de diversas formas. Algumas estão no final de uma trilha de obstáculos e outras escondidas pelos cenários. Também é possível obtê-las ao realizar algumas tarefas específicas, como derrotar um grupo de robôs ou resolver um grande quebra-cabeça. As meias do Patrick são o outro tipo de colecionável encontrado no game, sendo que elas podem ser trocadas por espátulas.
Os combates são simples, mas divertidos
Cada fase, com exceção dos chefes, pode ser explorada com dois personagens diferentes. Sandy Bochechas e Patrick Estrela se revezam na companhia de Bob Esponja, sendo que cada um deles tem habilidades únicas. Maior destaque do game, a simpática esponja de calça quadradas conta com suas poderosas técnicas com bolhas de sabão.

Já Sandy tem à sua disposição golpes de caratê e seu laço de vaqueira texana, que lhe permite laçar inimigos e planar livremente pelo ar. Patrick tem como habilidade erguer e arremessar uma variedade de objetos, incluindo alguns tipos de robôs. Utilizando uma combinação de todos esses recursos, o jogador deve explorar as fases e vencer vários desafios diferentes.
Sandy é a personagem mais divertida para se explorar os cenários
Conforme mais espátulas douradas são encontradas, novos níveis são liberados para serem explorados. Embora a maioria delas seja relativamente acessível, muitas exigem criatividade e habilidade para serem obtidas. A fase dos sonhos certamente contém algumas das mais desafiadoras do game, oferecendo uma oportunidade para o jogador demonstrar sua verdadeira capacidade.

Eu sou um amendobobo!

Fazia algum tempo que eu não tinha contato com Bob Esponja e seu divertido mundo submarino. Rehydrated foi uma oportunidade perfeita para matar a saudade desse clássico dos desenhos animados, com todo o seu bom humor e originalidade. A jogabilidade, apesar de um pouquinho travada, funciona bem e permite ao jogador aproveitar tudo que o game tem a oferecer.

Como dito anteriormente, os desafios precisam ser enfrentados com Bob Esponja, Patrick e Sandy. Algumas seções das fases somente podem ser vencidas com um personagem específico, enquanto outras permitem qualquer um deles (embora a escolha certa possa facilitar as coisas). Além das plataformas e combates contra robôs, o game também oferece diversos desafios no estilo snowboarding.
Bob Esponja e sua língua radical!
Rehydrated tem diversos easter eggs e referências espalhadas pelas fases. Eles vão desde obras de arte, como a Vênus de Milo, até os modernos memes, como o “Bob Esponja debochado”. Obviamente, o desenho animado produziu o maior número de referências, onde podemos conferir imagens e elementos de capítulos clássicos como Escola de Pilotagem, Fenda da Pedra e A Espátula de Netuno.

Uma calça bonita, mas com alguns rasgos

Ao ler algumas opiniões na internet, sobretudo de sites especializados, notei que Battle for Bikini Bottom – Rehydrated sofreu algumas críticas por não ser inovador o suficiente. Quero deixar claro que eu não concordo com elas, visto que a razão do game ser um remake é justamente se basear no título já existente. Aliás, um game indie inédito nos mesmos moldes certamente teria uma grande recepção.
Pronto para pedir um Hambúrguer de Siri?
Esse comentário é semelhante ao que fiz na minha análise de Medievil (PS4), que também é um ótimo remake. Infelizmente, Rehydrated sofre de dois problemas que o tornam inferior ao exclusivo do PS4. O primeiro é o desempenho técnico, mais especificamente as frequentes e demoradas telas de carregamento.

Toda vez que trocamos de ambiente, mesmo dentro de uma mesma fase, ou quando um personagem morre, o game apresenta o famoso “loading”. E ele consiste em muitos e tediosos segundos! Mesmo com a alta qualidade visual, esse tipo de problema é inaceitável em jogos modernos, até porque os cenários não são gigantescos. Mesmo depois de carregar, algumas texturas ainda demoram mais um pouco para aparecer.
Rehydrated é repleto de boas piadas
O segundo problema é o modo multiplayer. Vendido como a novidade mais significativa na nova versão de Battle for Bikini Bottom, ele é bastante deficiente. Dois jogadores, localmente ou online, precisam enfrentar ondas de robôs em pequenas ilhas. No final, vence quem fizer mais pontos. Embora legal na teoria, na prática ele não funciona bem.
Algumas ilhas tem designs bastante interessantes
Não há configurações de dificuldade e número de ilhas, o que resulta em demoradas partidas de 30 a 40 minutos. Elas são bastante chatas e sem muito desafio, passando a sensação de que o multiplayer não foi devidamente aprimorado para o lançamento.  Para piorar, o modo não conta com as divertidas músicas do game.
A ideia básica do multiplayer é boa, mas muito mal executada
Dito isto, volto a afirmar que Rehydrated é um jogo divertido e agradável, que oferece ótimos desafios e aventuras no mundo do Bob Esponja. Creio que os dois problemas podem ser corrigidos, ou ao menos minimizados, em atualizações futuras. Assim, o game se tornaria ainda melhor e mais completo. Torço principalmente pelo modo multiplayer, que poderia oferecer desafios periódicos ou até um sistema de ranking online.

Estou pronto, estou pronto!

Se você é um fã do desenho animado e/ou curte bons jogos de plataforma, então SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom – Rehydrated (Multi) é uma ótima pedida. Mesmo com alguns problemas mais sérios, como suas telas de carregamento e o modo multiplayer, o game ainda é uma ótima aventura ao lado de Bob Esponja e sua turma. São muitas fases e desafios para vencer, sempre com uma jogabilidade competente e bom humor. Tudo isso com um visual impecável, que contribui para um título digno da clássica série.
Um game com padrão de qualidade aprovado pelo Bob Esponja

Prós

  • Ótima utilização dos elementos do mundo do Bob Esponja, incluindo cenários, personagens e suas interações;
  • Gráficos muito bonitos, com um visual fiel ao desenho animado;
  • Dublagem em inglês de muita qualidade;
  • Muitas missões e segredos para explorar;
  • Jogabilidade original ainda funciona bem nos consoles modernos.

Contras

  • Desempenho técnico ruim, com muitas e demoradas telas de carregamento;
  • Poucas novidades, incluindo um modo multiplayer que precisa ser urgentemente melhorado;
  • Ausência do idioma português brasileiro pode decepcionar alguns fãs.
SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom - Rehydrated – PC/PS4/Switch/XBO – Nota: 7.0
Versão utilizada para análise: PS4
Análise produzida com cópia digital cedida pela THQ Nordic
Revisão: Davi Sousa

é redator de matérias sobre games desde julho de 2016 e um grande fã da décima arte, embora não tenha muito tempo disponível para ela. Seus games favoritos (que formam uma longa lista) incluem: Kingdom Hearts, Guitar Hero, Zelda, Crash, FIFA, COD, Pokémon, MvC, Yu-Gi-Oh, Resident Evil, Bayonetta, Persona, Burnout e Ratchet & Clank.


Disqus
Facebook
Google