Clockwork Aquario, jogo de arcade cancelado, será lançado para PS4 e Switch em 2020

Jogo desenvolvido pela Westone Bit Entertainment em 1992 deve ser lançado ainda este ano.


As publicadoras Strictly Limited Games e ININ Games anunciaram Clockwork Aquario. Desenvolvido originalmente para o arcade Sega System 18 pela Westone Bit Entertainment em 1992, o jogo foi cancelado devido a um ambiente mais favorável a jogos 3D. Agora, o projeto foi revivido pela publicadora, que lançará o jogo para PS4 e Switch ainda em 2020.


Tendo como designer Ryuichi Nishizawa (criador de Wonder Boy), o jogo tinha como intuito explorar os seus gráficos 2D até os limites do hardware do Sega System 18. Quanto à escolha curiosa de revivê-lo, a publicadora soltou a seguinte nota:
Como uma companhia que se esforça para a preservação dos video games, também se tornou parte da missão da Strictly Limited Games desenterrar jogos não-lançados que são parte essencial da herança cultural dos video games.

Então, três anos atrás, a Strictly Limited Games partiu em busca do paradeiro de Tokeijikake no Aquario, o título japonês de Clockwork Aquario, e para trazer o jogo novamente à vida.

ININ Games então se juntou aos esforços de convencer a Sega / LAT de que Clockwork Aquario poderá finalmente ver a luz do dia, com uma licença para criar um lançamento digital e fazer com que o jogo seja acessível para uma ampla audiência.

Algumas partes (incluindo som, música e vários gráficos) não puderam ser recuperados do código fonte, então foi colocada uma ênfase particular em envolver o máximo possível de membros da equipe original da Westone no projeto para que ele fosse fiel ao jogo — desde o programador-chefe, Takanori Kurihara, ao gênio musical, Shinichi Sakamoto, ao próprio Mr. Wonder Boy, Ryuichi Nishizawa, que expressou em seu Twitter a felicidade e animação de ver a tela de início novamente após 27 anos.

“Clockwork Aquario é uma grande obra de arte 2D, na qual os pixel artists colocaram os seus corações e almas,” disse Ryuichi Nishizawa. “Eu gostaria de expressar respeito e gratidão do fundo do meu coração para aqueles que trabalharam tão duro em restaurá-lo.”
Fonte: Gematsu

é formado em Comunicação Social pela UFMG e costumava trabalhar numa equipe de desenvolvimento de jogos. Obcecado por jogos japoneses, é raro que ele não tenha em mãos um videogame portátil, sua principal paixão desde a infância.