Beyond Blue (Multi): confira o trailer de lançamento

Jogo de aventura com foco em uma narrativa individual no fundo do mar será lançado amanhã (11/06).


Como parte do evento Summer of Gaming 2020, a E-Line Media (Never Alone) liberou o trailer de lançamento para Beyond Blue. O jogo de aventura futurista é baseado parcialmente em Planeta Azul II da BBC e será lançado amanhã para PC (via Steam), PS4 e XBO. Uma versão de Switch também está prevista, mas não tem data de lançamento até o momento.


O jogo é descrito da seguinte forma em sua página do Steam:
Beyond Blue é uma narrativa de aventura individual que leva você ao fundo do coração azul do nosso planeta.

Em um futuro próximo, Beyond Blue explora os mistérios do nosso oceano através dos olhos de Mirai, cientista e exploradora do fundo do mar. Faça parte de uma nova equipe de pesquisa e use tecnologias inovadoras para ver, ouvir e interagir com o oceano de forma mais reveladora do que nunca.

Incluindo:
  • Uma narrativa intrigante totalmente dublada – Anna Akana (YouTube), Mira Furlan (Lost, Babylon 5), Hakeem Kae-Kazim (Black Sails, Hotel Rwanda), e Ally Maki (Toy Story 4)
  • Exploração e aventura em um mundo jamais tocado
  • Uma trilha sonora divertida e cativante com composições originais e músicas de Miles Davis, The Flaming Lips, The Edisons e muito mais
  • Dezesseis minidocumentários exclusivos, chamados Revelações do Oceano, com imagens originais e entrevistas com os principais especialistas em oceanos da atualidade
Adotando o mesmo processo de desenvolvimento inclusivo usado para criar Never Alone (Kisima Ingitchuna), jogo da E-Line sobre a cultura nativa do Alasca, vencedor do prêmio BAFTA, a empresa fez parceria com a BBC (desenvolvedora do aclamado Planeta Azul II), a OceanX Media, fabricante de jogos de nível mundial e alguns dos principais especialistas em oceanos da atualidade para criar uma experiência que reflete o mistério infinito e as maravilhas incríveis do coração azul do nosso planeta.
Fonte: IGN (Youtube)

é formado em Comunicação Social pela UFMG e costumava trabalhar numa equipe de desenvolvimento de jogos. Obcecado por jogos japoneses, é raro que ele não tenha em mãos um videogame portátil, sua principal paixão desde a infância.