Xbox Series X: executivos da Microsoft e desenvolvedores revelam detalhes do console

O Inside Xbox de ontem (07) revelou muito mais do que apenas jogos.

A Microsoft realizou na última quinta-feira (07) o Inside Xbox, sua tradicional transmissão online para revelar novidades sobre seus produtos. A última edição contou exclusivamente em mostrar jogos rodando no Xbox Series X, seu console de nova geração que tem previsão de lançamento para o final de 2020 juntamente com vários jogos, incluindo o esperado Halo Infinite. Para além das novidades de jogos, executivos da empresa e desenvolvedores também comentaram um pouco mais sobre o que esperar do novo console e revelaram novos detalhes sobre ele, que você pode conferir abaixo.

Mais de 140 estúdios trabalham em jogos para o Xbox Series X

Sejam eles exclusivos, exclusivos temporários ou jogos portáveis que terão a funcionalidade Smart Delivery do Xbox Series X, o novo console da Microsoft já conta com mais de 140 estúdios trabalhando no desenvolvimento de títulos. Destacam-se entre eles, grandes nomes como a Electronic Arts, Ubisoft, Activision, e outras.

Para além de estúdios ocidentais, a lista também inclui desenvolvedoras japonesas como Capcom, Square Enix, Konami entre outras, sugerindo que o Xbox Series X terá muito a oferecer para seus jogadores.

Desenvolvimento de jogos para Xbox Series X é mais fácil do que em outros consoles

Com centenas de estúdios trabalhando em jogos para o Xbox Series X, surgem aqueles que detalham um pouco de como é o desafio de se desenvolver um novo título, principalmente quando se é para uma plataforma totalmente nova. Em meio aos anúncios do Inside Xbox, surgiu Chorus, um shooter espacial desenvolvido pela FishLabs e que segundo o chefe de tecnologia do estúdio, é impressionante como a Microsoft facilitou o processo de desenvolvimento de títulos para o console em comparação ao Xbox One.

Para a FishLabs, a transição entre o Xbox One e o Xbox Series X foi direta e não houve desafios particulares e complexos com o kitdev do console, muito pelo contrário, houve mais liberdade de desenvolvimento, pois não era necessário se preocupar com taxas de quadros, por exemplo.

Microsoft trabalha em solução para reduzir tamanho de arquivos de jogos no Xbox Series X

O tamanho de arquivos de jogos se tornou um incômodo para muitos jogadores na atual geração de consoles, exigindo quantidades absurdas de espaço de armazenamento livre. A medida que novas gerações vão surgindo, empresas como a Microsoft prometem um hardware mais eficiente para assim resolver determinados problemas. Entretanto, segundo o chefe de desenvolvimento do Xbox Series X, embora seja positiva a evolução de suas plataformas, a redução do tamanho de arquivos de jogos ainda é um ponto complexo, fazendo com que a empresa e suas parceiras continuem trabalhando duro para tentar encontrar um solução.

Para a Microsoft, as tecnologias de compactação atuais permitem que a área de cobertura do disco e a quantidade de dados sejam menores, porém ainda não se tem a ampliação tecnológica suficiente para que estes jogos se tornem inerentemente menores. Apesar disso, a empresa tem usado Machine Learning para tentar entender quais ativos estão sendo usados e com que frequência eles estão sendo usados em jogos, para assim tentar desenvolver ferramentas inteligentes para auxiliar estúdios e plataformas.

Xbox Series X conta com padrão de 60fps, mas alguns jogos podem rodar a 120fps

Desde o anúncio do Xbox Series X, a Microsoft assumiu uma postura de que o console iria priorizar o desempenho e com o passar dos meses observamos claramente essa posição, pois os jogos estão mais belos do que nunca. Os avanços e as melhorias nas taxas de quadros por segundo é algo que a empresa vem enfatizando há muito tempo e deve continuar assim com o passar das gerações.

A taxa de quadros padrão do novo console será de 60fps, mas alguns jogos poderão rodar a 120fps como é o caso do recém anunciado DiRT 5, embora isso não signifique que não haverá jogos rodando abaixo de 60fps, revelou Aaron Greenberg, chefe de marketing do Xbox. Além disso, a Microsoft se concentrou muito no desempenho em termos de CPU e GPU, projetando um sistema equilibrado e sem comprometimento com qualquer outra área, fazendo com que todos os seus componentes trabalhem juntos para definir uma nova maneira de jogar.

Tela Inicial do Xbox Series X terá interface reformulada

Uma das principais críticas do Xbox One ao longo da geração foi a tela inicial do console. Mesmo com aprimoramentos e atualizações, a tela ainda continua lenta e desordenada, o que deixa usuários muito desanimados. No entanto, segundo o diretor de gerenciamento de programas da Microsoft, o Xbox Series X deve mudar a percepção dos usuários diante sua tela inicial.

Para o executivo, o feedback dos usuários foi de muita importância para a companhia decidir as alterações na tela inicial do novo console, entretanto, nenhum jogador será pego de surpresa com mudanças drásticas no visual e embora o Xbox Series X tenha uma interface renovada, as atualizações virão alinhadas com o Xbox One.

Xbox Series X terá função de execução em segundo plano

Por ter um SSD super-rápido e uma CPU e um processador gráfico mais potente, novos recursos de qualidade podem ser implementados no Xbox Series X, sendo que um dos mais esperados é o Quick Resume, na qual permite que o jogador deixe um jogo em execução em segundo plano e possa abrir outro.

O diretor de gerenciamento de programas da Microsoft diz que através do design exclusivo do sistema operacional e da arquitetura Xbox Velocity do console, o jogo que está rodando quando o jogador alterna para outro título, mesmo através de uma reinicialização ou atualização, ficará salvo independente da situação. Além disso, o número de títulos que poderão ser deixados em segundo plano vai depender exclusivamente do tamanho de cada um.


Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook