Análise DLC

Análise: Control: The Foundation (Multi) traz novas missões e inimigos à aventura de Jesse Faden

Primeiro DLC de Control responde algumas dúvidas deixadas na história e entrega mais detalhes do caótico universo do jogo.


Control surgiu como uma das grandes surpresas de 2019, sendo indicado a melhor jogo no The Game Awards e chegou a vencer diversos prêmios nos principais eventos da indústria de jogos eletrônicos. Em 26 de março, quase sete meses após seu lançamento, o jogo recebeu a primeira expansão, intitulada The Foundation, que nos traz novas informações sobre a Antiga Casa e o enredo do game.


Confira em nossa análise se o DLC entrega conteúdo suficiente para te fazer revisitar a aventura de Jesse Faden. Este texto pode conter spoilers de Control.

Cave seu caminho pela Fundação

A história de The Foundation inicia-se ao término da campanha principal de Control, sendo necessário finalizar o jogo para ter acesso ao conteúdo. Após Jesse Faden assumir o cargo de Diretora do Departamento Federal de Controle e resgatar seu irmão do Ruído, a protagonista recebe um chamado urgente do Conselho, uma entidade que controla a Antiga Casa juntamente com a Diretora.

O Conselho nos leva para a Fundação, uma gigantesca caverna que é a base da Antiga Casa, o prédio que serve de sede do Departamento. Lá, somos informados que um pilar chamado de Prego está danificado, causando uma colisão entre o Plano Astral e o Plano Real, colocando em risco o Departamento e todos nele. O Conselho então pede para que Jesse explore a Fundação para encontrar e destravar quatro chaves que deverão parar o "sangramento" e impedir que o Plano Astral tome conta do subterrâneo e, posteriormente, da Antiga Casa.


Control finalizou sua campanha deixando muitos jogadores mais com perguntas do que conclusões, colocando uma premissa de que muitos detalhes sobre seu caótico universo, como a história da Antiga Casa e do misterioso Conselho, seriam revelados em conteúdos adicionais. The Foundation chega para cumprir seu objetivo de entregar mais algumas respostas sobre o confuso e magnífico roteiro criado pela Remedy.

A primeira grande expansão de Control traz uma nova missão, com diversos objetivos a serem cumpridos, e algumas tarefas secundárias envolvendo elementos já conhecidos na campanha principal, como Objetos de Poder e AWEs (Altered World Events).


Apesar da curta duração, entre quatro e cinco horas, e de passar uma impressão de "mais um dia normal na vida de Jesse", The Foundation conta com um conteúdo crucial para explicar um pouco mais da história do jogo e serve como ponto definitivo para o destino de certos personagens importantes do enredo.

Algo que aconteceu com muita frequência na campanha principal foi a busca por coletáveis, como relatórios e gravações, que contam com longos textos e diálogos, mas que consistem em bastante informação a respeito da história. Se quiser entender a fundo cada detalhe da Fundação, tenha paciência para encontrar e ler todos os itens colecionáveis.


Novas habilidades e ameaças

A expansão também conta com novas habilidades telecinéticas para o arsenal da Diretora Faden. Essas habilidades consistem na manipulação de cristais espalhados por toda a Fundação, sendo úteis apenas no DLC. Ao adquirir os novos poderes, Jesse poderá expandir cristais das paredes para criar plataformas, ou do chão para prender inimigos e criar barreiras. Em alguns lugares do mapa, você encontrará cristais barrando seu caminho, que poderão ser destruídos com a Arma de Serviço ao concluir certos desafios.


The Foundation também introduz um novo tipo de inimigo controlado pelo Ruído: os Aprimorados. Estes mineradores, que trabalhavam na Fundação, são controlados pelo antagonista do jogo e contam com alta velocidade, além de poderem arremessar picaretas.

Os Aprimorados são um dos tipos de inimigos regulares mais desafiadores do jogo, garantindo bastante dor de cabeça nos diversos encontros que acontecem durante a exploração da Fundação devido sua esquiva de arremessos e movimentação imprevisível. Utilizar a melhor combinação de poderes e armas é crucial para garantir a vitória sobre as hordas.


Outra adição feita em Control por meio da expansão, e que provavelmente não se estenderá ao resto do jogo, é que, em raros momentos, podemos ter a ajuda de um soldado do Departamento para nos auxiliar em combates. Apesar de não ter um poder de fogo muito grande, ele consegue chamar a atenção dos inimigos, o que te permite finalizar as criaturas mais rapidamente e recuperar sua saúde em momentos críticos.

O cenário de The Foundation vai de total desencontro com o que estamos acostumados em ver no jogo. Enquanto na campanha principal visitamos diversos setores da Antiga Casa, no DLC exploramos um ambiente mais escuro, passando por túneis e poços, mas também espaços bem mais abertos que o habitual nos confrontos contra as criaturas do Ruído.


Infelizmente, alguns problemas técnicos continuam a acontecer no PS4 padrão. As quedas de frames, que eram constantes em momentos de mais ação, não acontecem mais, mas travamentos ao sair de menus e telas de carregamentos absurdamente demoradas ainda são um problema de Control.

Vale a pena jogar The Foundation?

The Foundation não conta com uma narrativa tão intensa quando a campanha principal, mas responde algumas dúvidas e traz novas e relevantes informações do caótico e incrível mundo de Control. Apesar de terem uso exclusivo na expansão, novas habilidades garantem uma dinâmica diferente do habitual na exploração e em confrontos com os inimigos controlados pelo Ruído.

A curta duração da missão principal é compensada com combates frenéticos e desafiadores, tornando o DLC obrigatório para os fãs do jogo. Infelizmente, alguns problemas do lançamento de Control ainda estão presentes no PS4 padrão.



The Foundation está disponível para PS4 e PC. A versão de Xbox One é esperada para junho de 2020.

Prós

  • Conteúdo complementar e relevante para o enredo;
  • Novas habilidades e inimigos;
  • Combates desafiadores.

Contras

  • Curta duração;
  • Quedas de frames e carregamentos demorados continuam a ser um problema.


Control: The Foundation — PC/PS4/XBO — Nota: 8.5
Versão utilizada para análise: PS4


Análise publicada com cópia digital cedida pela 505 Games
Revisão: Davi Sousa

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.


Disqus
Facebook
Google