Project G.G. é anunciado pela Platinum Games; confira o teaser trailer

Novo projeto da Platinum Games será dirigido por Hideki Kamiya.

A Platinum Games revelou hoje um de seus novos projetos que fazem parte do que a empresa intitulou de Platinum4. Temporariamente chamado de Project G.G., o jogo dirigido por Hideki Kamiya será uma obra original inspirada em tokusatsus que envolvem heróis gigantes lutando contra kaijus (como Ultraman).


Apesar de ainda não ter confirmado o gênero, as plataformas ou uma previsão de quando o jogo irá sair, Kamiya afirma que se trata de um jogo em que a ação é importante, mas não será o único foco. O diretor também divulgou a seguinte mensagem para os fãs da empresa:
Olá a todos. Aqui é o game designer chefe da Platinum Games Hideki Kamiya.

É uma honra para mim hoje, finalmente, anunciar um projeto totalmente novo e original da Platinum Games. Nos catorze anos desde que fundamos esta companhia, trabalhos duro em prol do sonho de fazer e lançar um jogo baseado em uma propriedade intelectual da Platinum. Agora, nós finalmente vamos dar o próximo passo em relação a esse objetivo.

O que faz esse título diferente do que já fizeos antes? Deixe-me explicar um pouco, porque tenho certeza que você vai concordar que se trata de um passo gigante para a Platinum Games!

Nós já fizemos uma grande variedade de jogos em nossa historia, alguns baseados em propriedades já existentes, como NieR: Automata; algumas vezes histórias totalmente originais, como Bayonetta e Astral Chain. Nosso trabalho encontrou um grupo de fãs apaixonados que confiam na nossa capacidade de entregar jogos de ação de alta qualidade.

Mas a Platinum Games tem até aqui sido apenas uma desenvolvedora. Isso significa que nós fazemos jogos, e é isso. Todos os nossos títulos até agora foram feitos sob contrato, com a cooperação e fundos de publishers que os distribuem.

Claro, todos da Platinum e eu somos extremamente gratos aos relacionamentos que construímos com todos vocês através dos jogos que desenvolvemos até hoje. Mas, no fim das contas, todos esses jogos pertencem a essas publishers. Quaisquer decisões sobre como esses jogos serão promovidos, como o seu conteúdo será usado, e assim em diante, são inteiramente feitas pela publisher.

Como um criador, é difícil não pensar que meus jogos são meus filhos. Afinal, eles demandam muito trabalho duro para serem desenvolvidos, e muito amor também. Porém, quando estão prontos, quaisquer decisões deixam as nossas mãos. Então, por exemplo, não importa quantas vezes as pessoas me falem "Você deveria fazer uma sequência desse jogo" ou "Eu amaria vê-lo naquele console", não tem nada que eu possa fazer em relação a isso.

O que nos traz para o Project G.G. (é só um título provisório, a propósito). Project G.G. é diferente. Ao contrário de todos os jogos que fizemos até agora, ele é 100% da Platinum Games. Tudo desde a ambientação e os personagens, até o game e design e a história, e até mesmo como ele será promovido— tudo está sob o controle da Platinum Games.

Claro que isso também tem alguns pontos ruins. Nós estamos assumindo um risco que nunca tivemos que assumir antes como um desenvolvedor sob contrato. Ter total controle sobre a IP de Project G.G. nos dá muita liberdade, mas também muitas responsabilidades. Mesmo assim, eu acho que nós podemos assumir essa responsabilidade e torná-la em motivação para fazer com que Project G.G. seja o melhor jogo que ele pode ser.

Como eu disse antes, com Project G.G., nós damos o primeiro passo. A linha de chegada da corrida ainda está muito longe. Mas eu sei que estou ansioso para participar desta corrida! Espero que vocês nos apoiem.

E se você gostaria de se juntar à Platinum nessa nova empreitada, eu sinceramente espero que você dê uma olhada na nossa página de empregos e veja se há uma posição certa para você.

Em nome da equipe do Project G.G. e toda a PlatinumGames, muito obrigado pelo seu suporte!

—Diretor do Project G.G., Hideki Kamiya
 Fonte: Gematsu

é formado em Comunicação Social pela UFMG e costumava trabalhar numa equipe de desenvolvimento de jogos. Obcecado por jogos japoneses, é raro que ele não tenha em mãos um videogame portátil, sua principal paixão desde a infância.

Comentários

Google
Disqus
Facebook