Jogamos

Análise: Bloodroots (Multi) – A vingança pode ser bem criativa e desafiadora

Traído, baleado e deixado para morrer, o Sr. Wolf passará por cima de todos para ter sua vingança.

Uma vez um sábio homem disse que “a vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena”. Essas palavras definem bem o nosso protagonista da vez, o Sr. Wolf. Traído e deixado para morrer pelos membros de seu bando, seu desejo de vingança foi maior que a morte e não deixou que ele perecesse, tornando-se o combustível para a perseguição implacável que ele travará para acertar as contas com cada um de seus antigos comparsas.




Bloodroots nos leva a uma aventura que coloca nossos reflexos à prova e apresenta um nível de desafio suculento para quem gosta de ação desenfreada, rápida e com suaves pitadas de bom humor e personalidade. Na análise de hoje vamos conhecer um pouco o Sr. Wolf, um homem com a incrível habilidade de usar literalmente tudo que estiver a seu dispor como armas para concluir sua vingança.

Deixado para morrer, de volta para matar

Atraído para uma emboscada, Sr. Wolf foi baleado, golpeado por um machado e deixado para morrer na neve por seus comparsas Sr. Black Wolf, Sr. Boar, Srta. Bison e Sra. Crow. Mal sabem eles que mesmo agindo de forma tão vil e brutal, isso não foi o suficiente para mandar o Sr. Wolf para o outro mundo, e isso acendeu uma chama de vingança que só se apagará quando cada um de seus algozes for morto e o motivo da traição esclarecido.
Mal sabe o Sr. Wolf que ele está prestes a cair em uma armadilha
Mas como nada na vida de nosso herói é fácil, Sr. Wolf terá de passar por maus bocados para alcançar seu objetivo. Usando de qualquer tipo de objetos que encontrar em seu caminho, de armas a itens que nem pertencem àquele universo, o melhor mesmo é não ficar sem, pois ele usará literalmente qualquer coisa à sua disposição para matar qualquer um que ousar cruzá-lo.


Tudo à sua disposição

Bloodroots é um jogo com visão aérea de área e uma jogabilidade simples e intuitiva. Os únicos comandos do jogo são pular, pegar/soltar objetos e atacar. Ao se aproximar de um inimigo, um círculo verde marca o alvo automaticamente, indicando que o ataque do Sr. Wolf vai acertá-lo, seja ele corpo a corpo ou a distância. Wolf pode atacar com qualquer objeto que encontrar no mapa, desde armas tradicionais, como machados, facas e espingardas, passando por objetos como pedaços de madeira, baldes e panelas, e até coisas mais inusitadas como alimentos, nerfs e até sabres de luz. Também é possível atacar com as mãos nuas, mas é o ataque menos recomendado, pois deixa uma abertura enorme para receber dano.
Controles bem simples deixam o jogo bastante acessível
Além de usar esses tipos de objetos para atacar, Sr. Wolf também faz uso de carroças, barris e pneus que também servem como armas e auxiliam na mobilidade pelo mapa de jogo. O uso destes chega a ser essencial em determinados momentos para atravessar alguns obstáculos e estender seu combo. A grande maioria dos inimigos é derrotada com um único golpe, excluindo-se alguns poucos que possuem alguma armadura ou necessitam de um golpe adicional por conta do seu tamanho elevado. Sr. Wolf também é derrotado com um único golpe, fazendo com que você reinicie a área atual.

Cada tipo de arma possui um estilo de ataque. Algumas causam um impacto comum no inimigo, outras possuem um estilo de ataque que auxiliam na mobilidade do Sr. Wolf. Um exemplo são os remos ou as escadas. Ao pular quando equipado com estas, Wolf usa o objeto a seu favor para dar um salto mais alto. Os sabres proporcionam um ataque estilo stinger e os martelos gigantes causam dano em área quando se realiza um ataque aéreo.

O jogo o estimula a realizar combos com os ataques combinados do Sr. Wolf. Quanto mais inimigos você conseguir abater em uma sequência ininterrupta, maior o valor do seu multiplicador de pontos. A história é dividida em atos que são divididos em níveis e subdivididos em áreas. O objetivo do jogo é realizar o máximo de pontos possíveis em cada nível, que são comparados em um ranking online. Cada ato conta ainda com um nível bônus para realizar mais pontos. Vários níveis possuem uma meta de pontos para ganhar um chapéu para o Sr. Wolf. Estes chapéus proporcionam habilidades extras mas só possuem efeito em níveis já concluídos.


Para coroar o festival de violência proporcionada pelo Sr. Wolf, em determinados momentos somos agraciados com finalizações especiais de Wolf contra os inimigos. Geralmente esses momentos são ativados quando concluímos um combo no início ou ao terminar uma seção do nível.


Parece repetitivo, mas na verdade é desafiante

O jogo não vai muito além da matança provocada pelo Sr. Wolf, mas não chega a ser repetitivo ao ponto de ser maçante ou chato. Pelo contrário, cada nível adiciona um pouco mais de desafio ao jogador com a adição de um novo tipo de inimigo ou um novo obstáculo, o que estimula os jogadores mais exigentes a se desafiarem a conseguir pontuações melhores. Os níveis podem ser jogados novamente para se obter maiores pontuações e alcançar rankings mais altos.
Compare sua pontuação com jogadores do mundo inteiro
Além da matança, os níveis contam com outras atividades e seções com objetivos diferentes. Cada nível possui um lobo que está escondido em algum lugar do mapa. Encontrar todos premia o jogador com uma conquista/troféu. Em alguns níveis há segmentos entre áreas também com desafios de plataforma para desafiar suas habilidades de mobilidade, além de dar um pequeno descanso das matanças. As batalhas contra os chefes também saem um pouco da “rotina sangrenta” do jogo. Cada batalha conta com diferentes dinâmicas para que você consiga uma abertura para realizar um ataque direto no chefe e derrotá-lo.
Cada nível possui um lobo escondido
Conforme você avança no jogo, os níveis se tornam cada vez mais desafiantes e até longos, chegando a consumir um bom tempo para concluir. O que por um lado é interessante, pois se você deseja dominar o nível totalmente, o que inclui alcançar a pontuação necessária para desbloquear um chapéu, caso aquele nível possua um, e encontrar o lobo escondido nele, você precisará jogá-lo mais de uma vez.

Um ponto que considerei muito positivo para o jogo foi quando voltei para continuar jogando no dia seguinte. O jogo conta com uma função de salvamento automático que te leva para a última área que você alcançou dentro de um nível. Se você estava jogando o ato 2, nível 4 e chegou até, digamos, a sexta área dele e precisou parar de jogar, ao retornar ao jogo, você continuará exatamente daquele ponto de salvamento de onde parou.

Uma experiência satisfatória

Bloodroots é bonito, simples e vai direto ao ponto, sem enrolação ao mostrar sua proposta. Jogando o primeiro nível já sabemos onde estamos e o que temos que fazer. Com uma jogabilidade fluida e uma arte cartunesca bem carismática e característica, somos também agraciados com uma trilha sonora que não chega a ser memorável, mas é muito boa e casa bem com o tema de western spaghetti que ele apresenta. O nível de desafio dele estimula o fator replay fortemente, nos convidando a rejogar os níveis anteriores para obter as maiores pontuações, desbloquear os chapéus e encontrar os lobos escondidos. Possui uma ótima performance, com pequenas quedas na taxa de quadros por segundo em cenários com muitos personagens em uma ou outra ocasião. Consegue ser um jogo bastante divertido e com ótimo nível de recomendação.

Prós

  • Jogabilidade simples e intuitiva, dispensando tutoriais;
  • Arte cartunesca e carismática;
  • Fator replay bem utilizado;
  • Ranking online ajuda a avaliar o desempenho em relação a outros jogadores.

Contras

  • Queda na taxa de quadros em situações pontuais;
  • Localização em nosso idioma com alguns erros de tradução;
  • Ausência de um modo galeria para artes, trilha sonora e rever cutscenes.
Bloodroots – PC/PS4/Switch – Nota: 8.0
Versão utilizada para análise: PS4
Análise feita com cópia digital cedida pela Paper Cult Games
Revisão: Thiago Monte


Tecnólogo em Gestão Ambiental, produtor do BlastCast e sincero até demais. Jogador casual de muitos e hardcore em poucos. Adora jogos multiplayer que causam discórdia e fogo no parquinho. @XelaoHerege


Disqus
Facebook
Google