League of Legends (Pc): Lucian tank de Gota funciona?

Testamos essa build alternativa para o campeão Lucian, confira nossas conclusões.


O metagame de League of Legends é uma inconstante: o que está forte hoje pode ser que seja fraco no próximo patch com apenas um nerf naquele item roubado. A graça de não ter só um personagem ou só um item sempre forte é que podemos brincar com as builds.

Uma tendência que surgiu na internet a um tempo atrás é fazer itens de Tank que dão slow ao contato para o Lucian. A ideia da build é interessante na teoria: como a passiva do Lucian é dar 2 aa depois de uma habilidade, o slow seria insano. Porém, na prática é outra história.Como ele é um campeão que utiliza muito de suas habilidades nas lutas, a build também incorpora a Manamune para ter uma fonte de dano, mas a composição de itens é um completo desastre para o campeão.

Preparando as armas


 O item inicial da build é a Poção Corrupta. No primeiro b, a Lágrima da Deusa é a primeira grande compra para começar a stackar o item, mas antes de fechar a Manamune, fecha-se a Manopla dos Glacinatas para ter a redução de velocidade de movimento cedo no jogo.


Depois de comprar os dois primeiros itens, é possível dizer que Lucian está próximo de seu power spike, só faltando a Manamune stackar para se transformar em Muramana para ter dano adicional. Os itens que completam a build são Limite da Razão, Cutelo Negro e Malho Congelado. Em relação à bota, depende do matchup: o ideal é fazer uma bota de defesa, mas a bota de ataque speed também é bem vinda.

As runas escolhidas para essa análise foram as seguintes:

Analisando o arsenal

Como Lucian já é um campeão forte e opressor no começo do jogo, iniciar com a Poção Corrupta não é tão ruim pra ele, principalmente pelo fato de ela recuperar sua mana — algo essencial, pois você vai precisar da mana para usar as habilidades para stackar a Gota. A partir do momento que retorna à base para a primeira compra, espera-se que o inimigo já tenha seus primeiros itens também, e aí que começa o problema. Em uma lane contra Irelia, por exemplo, ela voltaria com espadas longas ou até Tiamat, e esse ad a mais é um tanto quanto perigoso já que você não tem dano para compensar, pois a Gota só aumenta sua mana e sua mana regen.

Por um longo período da partida existe uma falta de dano na build e essa desvantagem é por causa da necessidade da Manamune se transformar em Muramana já que ela é o item core e para essa transformação você precisa dos 750 stacks. Até conseguir todos os stacks da gota para transformar a Manamune você, não tem dano nenhum. Claro que a build também conta com o Cutelo Negro, mas grande parte das vezes o jogo acaba antes de consegui-lo, justamente por causa do ritmo acelerado que as partidas têm agora. A rápida duração dos jogos acabam impedindo a criação do item que é padrão até da build normal de Lucian, a menos que a partida se prolongue para 40 minutos ou mais.

O item que pior se encaixa é o Limite da Razão. Ele não serve para dar dano nem redução de velocidade de movimento, que é o intuito da build. Se sua escolha foi pela velocidade de ataque extra ou pelo dano mágico ao contato, existem opções mais viáveis. Um exemplo é o Canhão Fumegante, que aumenta o range do auto-ataque, apesar de ser mais lento.  O alcance extra nos ataques energizados aplicam o slow a uma distância maior, facilitando a aproximação em um chase ou aumentando a distância em uma fuga.

Outro item que seria interessante para substituir o Limite da Razão é a Chuva de Canivete por causa de sua passiva, que faz seus ataques energizados causarem 75% de redução de velocidade por 0.5s, afinal o objetivo da build é deixar o inimigo mais lento, então porque não aumentar ainda mais esse slow?
"Tenha gratidão. Matar-lhe agora lhe poupará de uma eternidade em tormento".

Todo mundo morre, alguns só precisam de uma ajudinha

Uma forma de contornar um pouco a falta de dano e diminuir o tempo para stackar a Gota é fechar a Manamune antes da Manopla, já que ela concede mais stacks que a Gota sozinha. Outra vantagem de fechar a Manamune primeiro é a Picareta que faz parte de sua receita, ela aumenta o ad em 25 — esse ad extra pode auxiliar em trocas, sendo mais útil do que armadura extra que os itens que a receita da Manopla proporcionam.

A verdade sobre a build é que ela é divertida somente pelo slow que você causa ao inimigo, e campeões que precisam se aproximar dos alvos acabam ficando em desvantagem nessa brincadeira, porém diminuir a velocidade dos inimigos não compensa se você não tem dano para lutar contra eles. Um exemplo de boas lanes contra ele seriam Garen e Yasuo (claro, evitando sua parede de vento).

A coisa mais difícil que eu fiz foi fazer essa build hoje cedo

A lane fase do campeão é extremamente passiva com esses itens, você não vai querer trocar por não ter dano, mas vai querer usar as habilidades para completar a Muramana logo. Utilizar as habilidades para farmar faz com que você fique com pouca mana e acabe puxando a lane muito rápido, ficando fácil de ser gankado pelo jungler inimigo no early game.

O slow que os itens proporcionam não compensa a falta de dano. Ela é funcional contra alguns campeões como o Darius, que não tem gap close e precisa chegar perto para causar dano. Mas, mesmo assim, quando em uma teamfight você tem impacto praticamente zero por não conseguir desempenhar o papel de carry.

No Late Game seu dano é ok, porém chegar nesse ponto do jogo é sofrido e extremamente cansativo. Na maior parte das vezes o jogo acaba antes de fechar o 3º ou 4º item e quando fecha você ainda não tem o dano que um Lucian padrão teria só com a Espada do Rei.

Essa build é uma péssima escolha para o campeão. Ele até pode causar certo dano depois de um tempo, mas se você quer mesmo dar dano é melhor a build padrão de Espada do Rei, pois com ela você dá um dano mais explosivo e tem impacto mais cedo na partida.
A melhor build para Lucian no top é a convencional com Espada do Rei Destruído de primeiro item seguido de Cutelo Negro e bota de attack speed. O slow é interessante mas sem dano para acompanhar é praticamente um personagem a menos no time.


Revisão: Farley Santos


Jojotard assumido, verdadeira identidade de Jarro Plumaluz, inventor hextech, keyblade master, pirata do bando do chapéu de palha e homunculo da inveja.


Disqus
Facebook
Google