Hands-on

BGS 2019: Project Resistance (Multi): cooperação ou destruição

Novo jogo do universo Resident Evil apresenta um gameplay interessante, e exige coordenação do time para alcançar a vitória.


Anunciado no começo de setembro, Project Resistance é um game que se situa no universo de Resident Evil, mas traz uma pegada completamente diferente. Ao invés do survival horror solo, o título traz uma experiência ao mesmo tempo cooperativa e competitiva, com elementos que lembram Dead by Daylight e Left 4 Dead. Em resumo, deixou um grande ponto de interrogação nos fãs da franquia da Capcom.


Testamos uma demo de Project Resistance no stand da Warner, dentro da Brasil Game Show 2019. A impressão inicial é que há elementos interessantes ali, mas ainda paira a dúvida se tudo vai funcionar bem no lançamento final.



A partida é um desafio 4x1. Quatro jogadores formam a equipe de sobreviventes, que devem atravessar o mapa. O quinto player encarna o Mastermind, indivíduo que pode manipular o mapa, inserido zumbis e armadilhas para impedir os sobreviventes. Ele pode, inclusive, assumir o controle de criaturas ao longo do jogo.

Os quatro jogadores devem sair de um ponto A para o ponto B em um tempo determinado (cinco minutos na ocasião). Na demo, abrir a porta de saída dependia de juntar algumas peças (que estavam bem na cara ao longo do caminho) e, mais importante, ter os quatro integrantes do time juntos na saída. Na minha partida, um dos jogadores se desgarrou e acabou sendo incapacitado pelo MasterMind, o que foi suficiente para determinar a nossa derrota.



Aliás, nesse primeiro momento, a vida do quinto jogador parece ser bem mais fácil do que a do time de sobreviventes. Um pouco desequilibrado eu diria, caso o grupo de heróis não esteja realmente bem coordenado em suas ações. E sendo sincero, essa comunicação é complicada no ambiente de uma feira.

Mecanicamente, o jogo usa as bases do remake de Resident Evil 2, o que é bom. O sistema de itens, controles e inventário é praticamente o mesmo. Além disso, cada jogador tem algumas habilidades especiais, que podem ser de dano, cura ou suporte, dependendo do personagem escolhido.



Admito que o primeiro anúncio de Project Resistance não havia me empolgado. Ter a chance de jogá-lo um pouco porém foi o suficiente para colocá-lo no meu radar. É um fragmento bem pequeno, é verdade, mas vejo potencial para um bom jogo cooperativo/competitivo — felizmente ele não parece, ao menos nesse primeiro momento, só mais um clone de outros títulos 4x1. O game ainda não tem data de lançamento, e será lançado para PC, PS4 e XBO.

Fotos: Vinícius Veloso


Formado em Game Design, desistente da Matemática Aplicada e atualmente cursando Jornalismo. Ainda aguardo o retorno triufal da Sega, fã de Metal Gear, Dark Souls e várias coisas vindas lá do Japão.

Comentários

Google
Disqus
Facebook