Hands-on

BGS 2019: Marvel's Avengers (Multi) tem dinâmica interessante, mas ainda precisa melhorar bastante

Nova aventura da Marvel nos games promete grandes lutas e história intrigante, mas peca em pontos básicos com visuais mal trabalhados e movimentação pouco fluida.

Se tem um jogo que gerou uma certa expectativa desde seu anúncio na E3, foi Marvel's Avengers (Multi). Desenvolvido pela Crystal Dynamics, em conjunto com a Eidos Montreal, ele trará uma nova trama envolvendo os Heróis Mais Poderosos da Terra, parecido com o que aconteceu com Marvel's Spider-Man (PS4). Uma demo foi disponibilizada no estande do PlayStation e nossa equipe pode conferir em primeira mão como será comandar cada um dos Vingadores, durante uma curta fase.

Os golpes e movimentação dos personagens são idênticos aos do já citado Homem-Aranha. Logo, todos eles tem ataques fracos, fortes, especiais, esquivas e podem finalizar cada inimigo com uma combinação de dois botões. As particularidades estão nas movimentações e alcance dos ataques especiais de cada um.

O primeiro controlado é Thor. O Deus do Trovão pode afastar inimigos com uma rajada de relâmpagos e destruir obstáculos com o seu ataque carregado. Em seguida, assumimos o Homem de Ferro em uma perseguição aérea, onde abatemos robôs voadores ao melhor estilo Star Fox. Quando aterrisamos, os controles de batalha do sr. Stark não são tão divertidos, com exceção dos raios poderosos que ele solta pelas mãos.


O próximo foi o Hulk, que foi um dos mais interessantes de ser usados . Além de destruir hordas inteiras de inimigos com poucos ataques, e até reprisar o famoso movimento aplicado em Loki no primeiro filme do grupo, ele se movimenta de maneira ágil. Sua corrida e saltos são impressionantes e ele pode realizar pulos em paredes ou quaisquer outras superfícies verticais.

Ao passarmos para Capitão América, nada surpreende muito. Além da rapidez e lançamentos de escudo, ele se protege e esquiva de maneira muito ágil. Por fim, coube à Viúva Negra a tarefa de abater o chefe da demo, Taskmaster (Treinador). A luta é dividida em três partes. Primeiro, uma perseguição em que a agente Romanoff se desloca usando saltos longos até alcançar o oponente. Após uma sessão de Quick Time Events, o combate começa no topo de uma ponte e depois termina no chão, onde temos que utilizar esquivas e agarrões para abater o vilão.

Ainda não está claro se poderemos revezar o controle de cada vingador ao nosso gosto ou se teremos que respeitar limitações impostas pela trama. Porém, algo que ainda incomoda demais é o visual, que está muito aquém do que se espera de um jogo dessa geração. O ambiente apresenta diversas falhas de polimento, com diversas de polígonos e quando se trata dos rostos personagens isso piora, com cabelos e pelos faciais serrilhados.

O jogo está previsto para 15 de março de 2020 e apesar da boa ideia e dinâmica interessante entre personagens, ainda faltam muitos detalhes e aprimoramentos para que ele se torne algo memorável tanto para os fãs de games quanto para os de quadrinhos. Marvel's Avengers será lançado para PlayStation 4, Xbox One, PC e Google Stadia.



é pai do próximo Batman, tio de uma princesa e viúva da Sega. Só sabe jogar títulos de luta, se mata frequentemente em FPS e adora uma velharia (que todo mundo agora gosta de chamar de retrô). Ah, ele está esperando até agora pelo Ridge Racer dessa geração também.

Comentários

Google
Disqus
Facebook