Wattam (PC/PS4) será lançado em dezembro

O anúncio também inclui um novo vídeo do jogo do diretor Keita Takahashi.


A publicadora Annapurna Interactive anunciou que Wattam será lançado para PC (via Epic Games Store) e PS4 em dezembro. O jogo projetado por Keita Takahashi, o criador de Katamari Damacy e Noby Noby Boy, também recebeu um novo trailer mostrando um pouco do gameplay.

O jogo é descrito da seguinte forma:
Do criador de Noby Noby Boy e Katamari Damacy, surge Wattam. Há muito tempo atrás, uma explosão gigante destruiu o mundo de Wattam e espalhou seus pedaços pela galáxia. Ajude o Mayor [Prefeito] a construir pilhas e correntes com personagens como Sushi, Flower [Flor], Cloud [Nuvem] e Poop [Cocô] e criar divertidas e coloridas explosões que irão guiar a diáspora de Wattam de volta para casa.

Características Principais
  • Faça Novos Amigos – O Mayor convida você a explorar o mundo colorido de Wattam e fazer amizade com mais de 100 personagens únicos e despreocupados. As conexões que você forma abrem um baú de tesouro repleto de possibilidades —jogar, trocar, empilhar, escalar, perseguir, flutuar, explodir e/ou dançar, tudo isso em nome da diversão.
  • Experimente Explosões Divertidas – O Mayor ama criar explosões coloridas. Quanto mais divertida a explosão, mais personagens virão brincar.
  • Tenha Aventuras Infinitas – Descubra o que é possível quando você abandona noção pré-concebidas sobre o que significa brincar em jogos. Aprenda sobre as diferentes origens dos cidadãos de Wattam, e então trabalhe em conjunto com eles para resolver puzzles estranhos, celebrar eventos especiais e explorar a sua imaginação ao máximo.
  • Explore Músicas Maravilhosas – Cada personagem em Wattam tem sua própria melodia única. Personagens também podem se conectar e criar mashups brincalhões.
Fonte: Gematsu

é formado em Comunicação Social pela UFMG e costumava trabalhar numa equipe de desenvolvimento de jogos. Obcecado por jogos japoneses, é raro que ele não tenha em mãos um videogame portátil, sua principal paixão desde a infância.

Comentários

Google
Disqus
Facebook