Top 10

Monster Hunter World Iceborne (Multi): 10 motivos para ficar de olho na expansão

O pacote de DLC será lançado no dia 6 de setembro e vai ter tanto conteúdo quanto o jogo original.


Em 2018, Monster Hunter World alcançou a marca de 12 milhões de unidades vendidas e se tornou o maior sucesso comercial da história da Capcom. Com tantos fãs ao redor do mundo, a empresa japonesa não deixou de trabalhar no título e está prestes a lançar uma DLC gigantesca. A expansão Iceborne será lançada no dia 6 de setembro e deve ter tanto conteúdo quanto o game original. Está pronto para explorar cada centímetro de Hoarfrost Reach? Confira, a seguir, dez das principais novidades que já foram anunciadas.

Monstros estreantes

O que seria uma expansão de Monster Hunter sem novas criaturas para caçar? A Capcom já anunciou que Iceborne vai incluir vários monstros nunca vistos antes, como os dragões anciões Velkhana e Namielle. Criaturas como Banbaro, que pode usar seus chifres gigantescos para carregar árvores inteiras, e Beotodus, um dragão feroz que pode nadar através da neve, também prometem desafios inéditos na franquia.



Monstros clássicos

Além de monstros totalmente novos, o elenco de Iceborne vai contar com vários veteranos de peso. Brachydios, Barioth, Tigrex e Nargacuga já foram confirmados pelos desenvolvedores e até apareceram em trailers exclusivos. Um dos monstros antigos mais aguardados pela comunidade é Glavenus, um dragão feroz que apareceu pela primeira vez em Monster Hunter Generations e usa a lâmina de sua cauda como uma espada.


Subespécies

Para deixar tudo mais frenético, a Capcom anunciou que alguns monstros do jogo terão versões alternativas. O temido Anjanath, por exemplo, vai ter um primo de poderes elétricos. Odogaron e Glavenus também terão versões alternativas: Ebony Odogaron, que contará com golpes do tipo dragão para se tornar ainda mais ameaçador, e Acidic Glavenus, que usará sua cauda para envenenar todos que passarem pelo Vale Putrefato.

Nova região

Outra novidade de Iceborne é a fase Hoarfrost Reach, que levará os caçadores para uma aventura congelante. A região hostil é coberta de neve e cheia de formas de vida desconhecidas, o que deve garantir várias horas de exploração. De acordo com os desenvolvedores, diferentes áreas de Hoarfrost Reach vão ser desbloqueadas durante as missões da campanha e o mapa da região será o maior já visto em Monster Hunter World.

Desafio extra

Já dominou os aguerridos de Monster Hunter World e quer mais desafio? Então prepare-se, porque Iceborne vai incluir missões ainda mais difíceis que as de Ranque Elevado. O chamado Master Rank, conhecido nos jogos anteriores como G-Rank, deve aumentar bastante o nível das batalhas. Se você ainda não é tão experiente assim, não precisa se preocupar: preparamos um guia com 10 dicas essenciais para se dar bem nas caçadas.

Golpes e habilidades

Todas as armas de Monster Hunter World terão novos combos em Iceborne. A ideia é deixar a maior parte delas um pouco mais balanceada. As espadas longas, por exemplo, agora vão ser capazes de executar uma espécie de contra-ataque. Essa e as demais classes também poderão usar a atiradeira para se prender em partes dos monstros e executar sequências inéditas. Clique aqui para ver a galeria com todas as mecânicas novas.

Sistema de montaria

A partir de Iceborne, os caçadores de Monster Hunter World terão a chance de usar pequenas criaturas (como Jagras, por exemplo) para se movimentar durante as missões. As montarias vão funcionar mais ou menos como um esquema de caronas, que o jogador ativará marcando um local ou destino no mapa. Enquanto estiverem montados, os caçadores ainda poderão coletar itens do cenário e usar a munição da atiradeira.

Bem-vindo a Seliana

Para aproveitar a aventura em Hoarfrost Reach, os caçadores de Iceborne vão ficar hospedados na base de Seliana. A nova cidade vai ser menor que Astera, mas terá instalações e ferramentas parecidas com as do antigo QG. A diferença no tamanho não é uma mudança tão ruim quanto pode parecer, já que andar pela antiga base consome muito mais tempo que o necessário. Seliana também terá uma fonte termal, onde os caçadores vão poder se esquentar entre uma missão e outra.

Modo Fotografia

Muitos jogos grandes da atual geração já chegam ao mercado com modo fotografia incluso. Afinal, já que os gráficos estão cada vez mais exuberantes, nada mais justo do que tirar os elementos da interface e compartilhar belas imagens nas redes sociais. Esse ainda não é o caso de Monster Hunter World, que, apesar de ter visuais incríveis, ainda não possui modo fotografia. A ferramenta deve ser adicionada no lançamento da expansão Iceborne.

Melhorias gerais

Além de todo o conteúdo já citado, Iceborne deve trazer algumas melhorias muito importantes para MHW. A expansão vai adicionar, por exemplo, a opção "Pegar tudo" no menu de conclusão das missões. Outra pequena mudança está relacionada com o item Bebida Quente, que ignora os efeitos negativos do frio. Ele passará a funcionar com a habilidade Alcance Amplo, usada para compartilhar o efeito de itens entre caçadores próximos.

Escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook